Redes Sociais

Últimas Notícias

Polícia prende grupo criminoso envolvido em roubo de cargas no Estado

Investigação contra a organização criminosa teve início após uma tentativa de roubo a uma transportadora que levava uma carga avaliada em um milhão de reais, em Divinópolis

Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) desarticulou uma organização criminosa especializada em roubo de cargas. Os suspeitos Guilherme Vinicius de Oliveira, 28, Glauber Henrique Lopes, 28, Yuri Gabriel de Oliveira Maria, 21, Luan Robert Machado de Oliveira, 22 e Diego César Meira, 23, integrantes do grupo criminoso, foram presos pela Polícia Civil durante o curso das investigações, que duraram aproximadamente seis meses.

A investigação contra a organização criminosa teve início no dia 25 de janeiro do corrente ano, após uma tentativa de roubo a uma transportadora que levava uma carga avaliada em um milhão de reais, em Divinópolis. Na ocasião, Alexsandro Dornas dos Santos, 31 anos, foi preso pela Polícia Militar, depois de entrar em luta corporal, em via pública, com o condutor do caminhão.

Após este fato, a Polícia Civil conseguiu identificar outros dois suspeitos envolvidos no crime ocorrido no dia 25 de janeiro, em Divinópolis, efetuando a prisão de Guilherme Vinicius e Glauber Henrique.

De acordo com o Chefe do Departamento de Investigações de Crimes contra o Patrimônio (Depatri), Delegado Rodrigo Bustamente, no caso da empresa vitimada em janeiro, a quadrilha contava com informações privilegiadas repassados por funcionário da própria empresa. “Foi constatado que estas informações eram relacionadas ao valor da carga, possíveis rastreadores contidos no veículo, chegando até mesmo a existir uma filmagem do caminhão, momentos antes da saída. Estes dados eram repassados por um funcionário que era sobrinho dos proprietários da transportadora, de nome Yuri Gabriel, que também acabou preso.” relatou.

O Delegado responsável pelas investigações, Sérgio Andrade, explicou que o grupo teve participação em pelo menos dois roubos de carga. “O primeiro ato, com subtração da carga avaliada em setecentos mil reais, ocorreu no dia 04 de janeiro de 2018. O segundo roubo, já na forma tentada, porque a subtração da carga não ocorreu por circunstancias alheias à vontade dos agentes, ocorreu no dia 25 de janeiro de 2018.” finalizou.

Luan Robert Machado de Oliveira e Diego César Meira também foram presos pela Polícia Civil no decorrer das investigações, mas já se encontram em liberdade. Os demais, foram encaminhados ao Sistema Prisional, à disposição da Justiça.

Continua lendo
Publicidade
Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

Minnie é flagrada na Praça da Liberdade onde estaria presa faz sucesso na internet

Imagens já foram vistas quase 2 milhão de vezes

Minnie - Foto: Reprodução/Twitter

Um vídeo divulgados nas redes sociais retrata uma suposta prisão da Minnie Mouse na Praça da Liberdade, Região Centro-Sul de Belo Horizonte, está fazendo sucesso na internet.

No vídeo, uma pessoa com a fantasia da personagem da Disney aparece sentada ao lado de um carro da Guarda Municipal com as sirenes ligada, o autor do vídeo ainda diz que está todo mundo muito aflito com a situação. “As pessoas estão passando comentando. Olha lá ela está tentando pedir ajuda”. Uma outra voz fala: “A culpa é do Mickey”.

Na sequência das imagens, Minnie se levanta e o sai de perto dos agentes. O narrador diz: “Nossa, ela está muito nervosa. Ela foi chamar os advogados”.

Até o inicio da madrugada desta terça-feira, 7, o vídeo já tinha quase 2 milhões de visualizações. O post já havia sido compartilhado mais de 35 mil vezes e tinha mais de 100 mil curtidas.

O Por Dentro de Minas não conseguiu contato com a Guarda Municipal e com a pessoa fantasia de Minnie para falar sobre o assunto.

Assista

Continua lendo

Economia

STF suspende bloqueio de R$ 443 milhões nas contas de Minas Gerais

Decisão o estado não poderá ser inscrito em cadastros de inadimplentes da administração federal

Ministro Dias Toffoli - Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, suspendeu o bloqueio de R$ 443,3 milhões nas contas de Minas Gerais. O ministro atendeu ao pedido liminar feito pelos procuradores do estado para evitar que o valor seja bloqueado pelo governo federal como garantia em um contrato de empréstimo com o Banco do Brasil. A decisão foi assinada no dia 4 de janeiro.

Ao Supremo, o governo local afirmou que foi notificado pela União para fazer o pagamento da parcela, mas que não foi aberto um processo administrativo, procedimento que seria adequado para reclamar o inadimplemento.

Em 2012 e 2013, o estado fez dois empréstimos, um de R$ 3,6 bilhões para o programa de desenvolvimento de Minas, e outro de R$ 1 bilhão para o programa de infraestrutura rodoviária.

Com a decisão de Toffoli, o estado de Minas Gerais também não poderá ser inscrito em cadastros de inadimplentes da administração federal.

Para o ministro, a decisão durante o período de recesso na Corte se justifica para evitar a paralisação das contas públicas estaduais. A partir do dia 1º de fevereiro, o caso será analisado pelo ministro Celso de Mello, relator do caso.

“Ante o quadro, concedo a tutela provisória de urgência para determinar à União que se abstenha de bloquear o valor de R$ 443.3 milhões concernente à execução das cláusulas de contragarantia do contrato em questão, até ulterior análise do eminente ministro relator do feito”, decidiu Toffoli.

Continua lendo

Últimas Notícias

Quatro pessoas morrem em acidente na MG-259, em Governador Valadares

Acidente envolveu um ônibus, um caminhão e dois carros de passeio

• atualizado em 07/01/2019 às 19:43

Acidente em distrito de Governador Valadares - Foto: Divulgação

Quatro pessoas – duas crianças e duas mulheres – morreram em uma acidente na MG-259, próximo a São Vítor, distrito de Governador Valadares, no Vale do Rio Doce, na tarde desta segunda-feira, 7.

Conforme o Corpo de Bombeiros, o acidente envolveu um ônibus, um caminhão e dois carros de passeio. A motorista perdeu o controle, invadiu a contramão e acertou um ônibus de frente. O carro capotou na pista e uma caminhonete que vinha atrás atingiu o veículo.

As vítimas fatais estavam no mesmo carro. As crianças, de 6 meses e dois anos, estavam no bebê conforto, além duas mulheres Três pessoas que estava na caminhonete também ficaram feridas.

Uma adolescente de 16 anos foi socorrida em estado grave. A motorista do ônibus também sofreu ferimentos leves. Os feridos foram conduzidos por ambulâncias do Samu e Corpo de Bombeiros ao Hospital Municipal de Valadares.

Acidente em distrito de Governador Valadares – Foto: Divulgação

Continua lendo