Redes Sociais

Basquete

Decisão Engenharia-Minas vence Ginástico-Olympico e é Campeonato Mineiro de Basquete

Em decisão do Campeonato Mineiro de Basquete, realizado na noite deste sábado (17), o Decisão Engenharia/Minas venceu o Ginástico/Olympico e conquistou o 19º título da competição. (confira mais fotos)

O Minas precisa apenas de uma vitória, para conquista o título, após ter vencido em casa, por 84 a 76, realizado na Arena Minas Tênis Clube, e jogando na casa do adversário, no Olympico Club, fez 74 a 64.

Com o placar de 74 a 64 (18/13, 13/21, 20/11 e 23/19), o Minas om os destaques do jogo os armadores Coelho, que anotou 16 pontos, seguido por Pitico, que fez 14, garantiu mais um título para a coleção.

Decisão Engenharia: Shilton, Henrique Coelho, Rafael, Léo Demétrio e DaniloPanúnzio, Pitico, Ansaloni e Juliatto. Técnico: Demétrius Ferracciú.

Ginástico/Olympico: Fernando Mineiro, Fred, Fabrício, Luizinho e Cleitão. Entraram: Adyb, Lucas, Alirio, Perez, Wanderson e Alef. Técnico: Jefferson Teixeira.

Continua lendo
Publicidade
Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Basquete

Minas é derrotado novamente e dá adeus ao NBB

Em partida emocionante, time rubro-negro venceu o Minas na prorrogação e fechou série quartas de final em 3 a 0.

Marquinhos foi decisivo na prorrogação e liderou vitória do Flamengo – Foto: Staff Images/Flamengo

A classificação do Flamengo às semifinais do NBB CAIXA veio nesta quinta-feira (19/04) com uma dose extra de emoção. Depois de ver o Minas ficar o jogo todo em vantagem, o time rubro-negro conseguiu levar o jogo para a prorrogação e venceu, por 97 a 92, para fechar a série quartas de final em 3 a 0.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio master da CAIXA, os patrocínios da SKY, INFRAERO, Avianca, Nike, Penalty e Wewi e os apoios do Açúcar Guarani e do Ministério do Esporte.

Restando dois minutos para o fim do último quarto, o Minas vencia por nove pontos (83 a 74). Mas o Flamengo não se entregou e reagiu de forma impressionante. Com bolas de 3 de Marquinhos e Pecos, a equipe rapidamente cortou a diferença. Depois, com dois lances livres do camisa 11, empatou o jogo em 83 a 83 e a decisão foi para o tempo extra.

Na prorrogação, a estrela de Marquinhos brilhou. Com 12 dos 14 pontos da equipe nos cinco minutos de desempate, o jogador foi para lá de decisivo para o Flamengo ficar o tempo todo na frente e garantir a vitória e a classificação. Ao todo, o camisa 11 somou 21 pontos, cinco rebotes e cinco assistências.

“Foi um jogo muito doido. Ficamos o jogo inteiro perdendo, mas conseguimos ali no finalzinho dar um sprint, encaixar boas defesas e levamos o jogo para a prorrogação. Isso é Flamengo. Não desistimos em nenhum momento e conseguimos essa vitória para fechar a série”, disse Marquinhos.

Outro personagem fundamental para o triunfo rubro-negro foi Arthur Pecos. Sem errar nenhum arremesso, o armador marcou 12 de seus 16 pontos durante o último quarto e teve grande papel na reação carioca, não só pelos pontos marcados, mas também pela energia na defesa.

“Estou muito muito feliz. Nossa equipe trabalha muito e é uma verdadeira família. E no momento de dificuldade, uma família fica junto e foi isso o que aconteceu hoje. Conquistamos uma grande vitória e vamos nessa pra próxima fase. Temos que comemorar hoje, mas depois temos que já pensar na semifinal”, afirmou Pecos.

Esta é a nona vez que o Flamengo chega às semifinais do NBB CAIXA. A única vez em que a equipe não ficou entre os quatro melhores foi justamente na temporada passada, quando acabou eliminada pelo Pinheiros nas quartas de final. O rival dos rubro-negros na semifinal sairá do confronto entre Mogi das Cruzes/Helbor e Banrisul/Caxias. Os mogianos lideram a série por 2 a 0 e o Jogo 3 acontece nesta sexta-feira, às 21 horas, com transmissão ao vivo via Twitter.

Bauru vence no Pedrocão e abre 2 a 0

O Sendi/Bauru Basket abriu 2 a 0 de frente contra o Sesi Franca Basquete em um das quartas de final do NBB CAIXA 2017/2018. Com grande atuação, os atuais campeões dominaram o jogo realizado nesta quinta-feira e venceram de maneira imponente, em pleno Ginásio Pedrocão, em Franca, por 83 a 77.

O Jogo 3 da série acontece neste sábado, às 14 horas, novamente no Pedrocão, com transmissão ao vivo. Caso vença, Bauru fechará a série e chegará às semifinais. Já o Franca precisa vencer para se manter vivo e forçar a realização do Jogo 4.

Um dos grandes trunfos da vitória bauruense foi o alto aproveitamento nas bolas de 3. Nos três primeiros quartos, a equipe teve 12 arremessos convertidos em 24 tentativas (50%). No último período, o desempenho caiu (1/5) e a equipe fechou o jogo com 46,4% de aproveitamento (13/29).

“Foi uma vitória de um time grande. A gente cresceu muito nos playoffs e o jeito que passamos do Vasco fortaleceu demais a equipe. Estamos superando várias adversidades, com alguns jogadores fora por lesão, e isso mostra nosso poder de superação. Playoffs é assim e sabemos que não tem nada ganho. Sábado vai ser ainda mais difícil”, disse Duda Machado, que teve 4/7 nas bolas de 3.

Do outro lado da quadra, Bauru impôs muitas dificuldades ao ataque francano. Com uma zona 3-2 armada pelo técnico Demétrius, a defesa bauruense não deu espaços ao ataque francano, que fez apenas 50 pontos nos três primeiros quartos.

Com 16 pontos, o garoto Gabriel Jaú foi o cestinha do Dragão, seguido por Duda Machado, que deixou a quadra com 14 pontos e oito assistências. Já Hettsheimeir marcou 13 – mesma quantidade de Matulionis – e ainda completou seu duplo-duplo com 12 rebotes.

“Nossa defesa foi o mais importante hoje. Tivemos algumas perdas que dificultaram nossa rotação, mas estamos ainda mais motivados e queremos mostrar o melhor da nossa equipe”, disse o cestinha Jaú.

“Cada jogo é uma tática diferente. No primeiro jogo a defesa também foi muito importante e para hoje o Demétrius fez alguns ajustes que dificultaram a vida deles. Fomos constantes na defesa o tempo todo e agora é ver o que o Demétrius vai preparar para o próximo jogo”, completou o garoto de 19 anos.

Confira o calendário completo das quartas de final:

– Flamengo (1º) 3 x 0 Minas Tênis Clube (9º)
Jogo 1 – Minas 70 x 84 Flamengo
Jogo 2 – Flamengo 101 x 74 Minas
Jogo 3 – Flamengo 97 x 92 Minas

 

Continua lendo

Basquete

Flamengo vence Minas e abre 1 a 0 na série quartas de final

Em Belo Horizonte, rubro-negros dominaram os donos da casa e largaram na frente na série quartas de final.

Flamengo viveu grande tarde ofensiva e abriu 1 a 0 na série contra o Minas – Foto: Orlando Bento/Minas TC

O Flamengo abriu sua participação nos playoffs do NBB CAIXA 2017/2018 com vitória fora de casa. Na tarde deste domingo (15/04), a equipe do técnico José Neto superou o Minas Tênis Clube, por 84 a 70, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG), e abriu 1 a 0 na série quartas de final.

Foi uma grande exibição do ataque do Flamengo. Com alto aproveitamento de 52,7% nas bolas de 3 (10/19) e 57,9% nos tiros de 2 (22/38), a equipe ainda teve cinco atletas pontuando em dígitos duplos: Marquinhos (16), Marcelinho Machado (15), JP Batista (14), Olivinha (12) e Anderson Varejão (10), este que também deu seis assistências.

“É uma vitória que dá moral. Trabalhamos por quase 20 dias pensando na defesa, hoje foi importante limitar o Minas a 75 ponto na casa deles. No ataque procuramos o jogador mais confortável para o arremesso e tivemos ótimos aproveitamentos. Estamos felizes pelo resultado porque vencer fora de casa em um playoff é muito importante”, disse Marquinhos, cestinha da partida.

Os dados históricos dizem que 72,2% das séries de quartas de final da história do NBB CAIXA foram vencidas pela equipe que ganhou o Jogo 1. Para se recuperar e sonhar com a vaga, o Minas terá que fazer o que aconteceu em somente 36% das séries de quartas, que é a virada.

Do outro lado, a produção do Minas foi bastante dividida, e 11 dos 12 atletas colocados em ação pontuaram, mas somente um deles ultrapassou os dígitos duplos: o ala norte-americano Billy Rush, com 15 pontos. Com 11 assistências, o armador Gegê viveu mais uma tarde de garçom contra o clube em que conquistou quatro de seus cinco títulos do NBB CAIXA.

Agora, a série rumará para o Rio de Janeiro, onde as equipes farão os Jogos 2 e 3 na Arena Carioca 1. O primeiro deles será na terça-feira (17/04), às 20h30 (de Brasília), com transmissão ao vivo via Facebook Live na página do NBB. Em seguida, na quinta-feira (19/04), a bola subirá às 19h30, ao vivo no SporTV.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio master da CAIXA, os patrocínios da SKY, INFRAERO, Avianca, Nike, Penalty e Wewi e os apoios do Açúcar Guarani e do Ministério do Esporte.

 

Confira o calendário completo das quartas de final:

– Flamengo (1º) 1 x 0 Minas Tênis Clube (9º)
Jogo 1 – Minas 70 x 84 Flamengo
Jogo 2 – 17/04 (terça), às 20h30, na Arena Carioca 1, no Rio de Janeiro (ao vivo no Facebook)
Jogo 3 – 19/04 (quinta), às 19h30, na Arena Carioca 1, no Rio de Janeiro (ao vivo no SporTV)
Jogo 4* – data e horário a definir, na Arena Minas, em Belo Horizonte
Jogo 5* – data e horário a definir, na Arena Carioca 1, no Rio de Janeiro

*se necessário

Continua lendo

Basquete

Em jogo de 3 prorrogações, Minas bate Vitória e vai às quartas de final

No jogo mais longo da história dos playoffs, mineiros venceram “Batalha de Cajazeiras”, fecharam série em 3 a 2 e voltaram às quartas depois de 8 anos.

Minas venceu após 3 prorrogações e se garantiu entre os 8 primeiros – Foto: Mauricia da Matta/EC Vitória

Foram necessários 55 minutos de jogo para definir a última vaga nas quartas de final do NBB CAIXA 2017/2018, mas no fim, deu Minas Tênis Clube. Em duelo épico no Ginásio de Cajazeiras, o clube mineiro venceu o Jogo 5 das oitavas de final após três prorrogações, na noite desta quinta-feira, por 117 a 111, e garantiu um lugar entre os oito melhores times do país.

É difícil explicar em palavras o que foi esse Vitória x Minas. Quando tudo parecia resolvido, algum dos times reagia e mudava a história. Nunca antes na história dos playoffs do NBB CAIXA uma partida foi para a terceira prorrogação. Ao todo, foram 14 trocas de liderança e sete empates no placar, sendo três deles gerando tempos extras. Emoção de sobra e empates épicos. Que jogo, amigos…

“Três prorrogações, um jogo muito igual. Nosso time é isso, é muita garra, coração, foi por isso que vencemos esse jogo hoje. Tínhamos que equilibrara o emocional e racional, felizmente conseguimos fazer isso, principalmente na última prorrogação”, analisou o decisivo Wesley Castro, do Minas.

O placar de 117 a 111 foi a segunda partida de maior pontuação na história do NBB CAIXA (228 somados), atrás apenas de Paulistano x Vila Velha na edição 2012/2013, por 126 a 120 (246 somados). Além disso, os 117 pontos do Minas representaram a maior marca ofensiva de um time na atual temporada. Essa, no entanto, não foi a partida mais longa da história do NBB CAIXA. Ficou atrás de Palmeiras x Uberlândia na edição 2012/2013, no Ginásio Palestra Itália, que teve quatro prorrogações.

Depois da emocionante classificação, o Minas terá o líder Flamengo pela frente nas quartas de final. A série quartas de final começará no domingo (15/08), às 14 horas (de Brasília), na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG), com transmissão ao vivo dos canais SporTV.

Os grandes destaques do Minas na épica batalha de Cajazeiras ficaram por conta do ala/armador norte-americano Evan Roquemore, que registrou 32 pontos (6/14 nas bolas de 3) e estabeleceu seu novo recorde pessoal no NBB CAIXA, e o ala/pivô Wesley Castro, que em 20 minutos em quadra foi autor de 24 pontos (4/5 nas bolas de 3), sendo 11 deles consecutivos na segunda prorrogação.

Com a classificação, o Minas voltará a disputar as quartas de final do NBB CAIXA depois de oito temporadas. A última vez foi na edição 2009/2010, contra o Joinville (3 a 0), que curiosamente tinha no elenco o atual treinador minastenista, Flávio Espiga, como armador. Aquela, inclusive, foi a última vez que o clube mineiro venceu uma série de playoff.

Mesmo com a derrota, o Vitória perdeu de cabeça em pé e merece todos os aplausos do mundo pela épica partida. Os destaques da equipe baiana ficaram por conta dos (decisivos) norte-americanos Nick Okorie, autor de 29 pontos, sendo 14 deles de lance livre, e Kenny Dawkins, que deixou a quadra com 21 pontos nos 46 minutos em que ficou em quadra.

Com a eliminação nas oitavas, o Vitória fechou a décima edição do NBB CAIXA na décima colocação. A equipe terminou a fase de classificação na oitava posição, mas acabou terminando em décimo no geral por conta da eliminação do Pinheiros, sétimo na primeira fase, que por ter uma campanha melhor ficou com a primeira posição fora do grupo dos oito primeiros que estão nas quartas.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio master da CAIXA, os patrocínios da SKY, INFRAERO, Avianca, Nike, Penalty e Wewi e os apoios do Açúcar Guarani e do Ministério do Esporte.

Quartas de final começam neste sábado

Depois da definição da última vaga, as quartas de final começarão já neste sábado (14/04), com o duelo entre Banrisul/Caxias Basquete (5º) e Mogi das Cruzes/Helbor (4º), no Ginásio Vasco da Gama, na serra gaúcha, às 14 horas, com transmissão ao vivo dos canais SporTV.

Os demais confrontos serão entre Flamengo (1º) e Minas Tênis Clube (9º), Paulistano/Corpore (2º) contra Solar Cearense (10º) e o clássico entre Sesi Franca Basquete (3º) e Sendi/Bauru Basket (4º).

Confira o calendário completo das quartas de final:

– Flamengo (1º) x Minas Tênis Clube (9º)
Jogo 1 – 15/04 (domingo), às 14 horas, Arena Minas, em Belo Horizonte (ao vivo no SporTV)
Jogo 2 – 17/04 (terça), às 20h30, na Arena Carioca 1, no Rio de Janeiro (ao vivo no Facebook)
Jogo 3 – 19/04 (quinta), às 19h30, na Arena Carioca 1, no Rio de Janeiro (ao vivo no SporTV)
Jogo 4* – data e horário a definir, na Arena Minas, em Belo Horizonte
Jogo 5* – data e horário a definir, na Arena Carioca 1, no Rio de Janeiro

– Paulistano/Corpore (2º) x Solar Cearense (10º)
Jogo 1 – 16/04 (segunda), às 21horas, no Ginásio Paulo Sarasate, em Fortaleza (ao vivo no SporTV)
Jogo 2 – 20/04 (sexta), às 19h30, no Ginásio Antonio Prado Jr., em São Paulo (ao vivo no SporTV)
Jogo 3 – 22/04 (domingo), às 11 horas, no Ginásio Antonio Prado Jr., em São Paulo (ao vivo no Facebook)
Jogo 4* – data e horário a definir, no Ginásio Paulo Sarasate, em Fortaleza
Jogo 5* – data e horário a definir, no Ginásio Antonio Prado Jr., em São Paulo

– Sesi Franca Basquete (3º) x Sendi/Bauru Basket (6º)
Jogo 1 – 16/04 (segunda), às 19 horas, no Ginásio Panela de Pressão, em Bauru (ao vivo no SporTV)
Jogo 2 – 19/04 (quinta), às 21 horas, no Ginásio Pedrocão, em Franca (ao vivo no Facebook)
Jogo 3 – 21/04 (sábado), às 14 horas, no Ginásio Pedrocão, em Franca (ao vivo na Band)
Jogo 4* – data e horário a definir, no Ginásio Panela de Pressão, em Bauru
Jogo 5* – data e horário a definir, no Ginásio Pedrocão, em Franca

– Mogi das Cruzes/Helbor (4º) x Banrisul/Caxias Basquete (5º)
Jogo 1 – 14/04 (sábado), às 14 horas, no Ginásio Vasco da Gama, em Caxias (ao vivo na Band)
Jogo 2 – 18/04 (quarta), às 19h30, no Ginásio Hugo Ramos, em Mogi (ao vivo no SporTV)
Jogo 3 – 20/04 (sexta), às 21 horas, no Ginásio Hugo Ramos, em Mogi (ao vivo no Twitter)
Jogo 4* – data e horário a definir, no Ginásio Vasco da Gama, em Caxias
Jogo 5* – data e horário a definir, no Ginásio Hugo Ramos, em Mogi

*se necessário

Continua lendo