O Por Dentro de Minas é um portal de notícias de Belo Horizonte e todo o estado de MG. Últimas notícias, informações em tempo real do trânsito, previsão do tempo, agenda cultural, emprego, colunas, blogs e coberturas especiais.

Conheça Borrachinha, que volta ao octógono depois de um ano ainda sonhando com o cinturão

Borrachinha voltou a lutar em junho contra o Oluwale Bamgbose
Foto: Pavlofox/Pixabay 
Foto: Pavlofox/Pixabay 
Por Dentro de Minas - Google News

Paulo Henrique Costa, o famoso lutador brasileiro de MMA nascido em Contagem (Minas Gerais) leva o apelido de Borrachinha e atua na categoria de pesos-médios do Ultimate Fighting Championship. 

Sua primeira luta na organização ocorreu ainda em 2017, no UFC Fight Night, quando não deixou o rival sequer esboçar algum tipo de ataque, logo aos 1m17s do primeiro round, derrotou por nocaute o sul-africano Garreth McLellan apelidado de Soldier Boy.

Borrachinha voltou a lutar em junho do mesmo ano contra o nigeriano-americano Oluwale Bamgbose no UFC 212. Não foi um primeiro round fácil, muito pelo contrário, ele teve alta intensidade, entretanto na volta para o segundo round Borrachinha conseguiu derrubar o nigeriano e após uma sequência de socos o juiz decretou nocaute técnico.

O desempenho magnífico continuou e Borrachinha venceu em novembro de 2017, no UFC 217: Bisping vs. St. Pierre, o americano Johny Hendricks, que era o ex-campeão dos pesos meio-médio da UFC por nocaute técnico, logo no 1m23s do segundo round.

Em 2018 Borrachinha volta com força total e no UFC 226: Miocic vs. Cormier derrotou mais uma vez por nocaute no segundo round o jamaicano Uriah Hall.  Foi um confronto complicado para o brasileiro que sofreu algumas reviravoltas. 

Borrachinha por pouco não sofreu um nocaute depois de um forte golpe do nigeriano. Em seguida conseguiu se recuperar e aos 2m38s com uma sequência de socos levou Uriah ao chão. Com essa vitória Paulo Borrachinha acabou recebendo o bônus de Performance da Noite.

Em seguida era a vez de enfrentar o conhecido lutador cubano Yoel Romero no UFC 241: Cormier vs. Miocic 2. Foi uma verdadeira batalha o que ocorreu dentro do octógono, com os dois lutadores dando o melhor de si. 

Vimos um festival de golpes aplicados dos dois lados, contudo os jurados acabaram dando a vitória para Borrachinha. O brasileiro além de vencer, recebeu o bônus de Luta da Noite.

O grande desafio aconteceria em setembro de 2020, quando estaria em disputa o Cinturão Peso-Médio do UFC e Borrachinha tinha pela frente um dos mais fortes concorrentes, o nigeriano Israel Adesanya. O combate aconteceu na Ilha da Luta, em Abu Dhabi no UFC 253. Realmente aquela não era a noite de Paulo Borrachinha.

Israel Adesanya foi implacável, controlando a distância e através de chutes e muita movimentação, anulou por completo a estratégia de Borrachinha e acabou levando o brasileiro ao nocaute aos 3m59s do segundo round. 

O nigeriano que já tinha 19 lutas de invencibilidade, agora soma 20 e o brasileiro perde assim oficialmente sua invencibilidade.  Durante a coletiva de imprensa, Adesanya deu o troco a Borrachinha depois de ter sido provocado antes do início do combate. O campeão nigeriano disse que esta foi a sua centésima vitória somando as duas modalidades que disputa, o muay thai e o MMA.

Agora teremos um desafio e tanto em busca pelo cinturão do peso-médio até 84Kg. Em outubro estarão frente a frente dois desafiantes com o mesmo objetivo e com certeza irão entrar em rota de colisão.

Teremos Paulo Borrachinha e o italiano Marvin Vettori dentro do mesmo octógono. Será a luta principal desse evento na cidade de Las Vegas. E as provocações já começaram dos dois lados, com Vettori soltando o verbo em entrevista para o blog da Betway e lembrando de sua luta contra Adesanya, que terminou em nocaute e com Borrachinha dizendo que teve seu desempenho prejudicado pelo consumo de álcool no dia anterior. Vettori chegou a chamá-lo de bêbado durante a conversa com a Betway.

Assim como o brasileiro, o italiano também perdeu para o nigeriano Israel Adesanya na disputa pelo cinturão. 

Marvin Vettori possui um currículo poderoso acumulando 17 vitórias, cinco reveses e um empate.  Atualmente, o lutador italiano de 27 anos faz parte do rol dos grandes lutadores europeus do UFC. Vejam abaixo o Cartel de Paulo Borrachinha e de Marvin Vettori:

Cartel de Paulo Borrachinha

  • 13 Vitórias (11 nocautes)
  • 0 Empates
  • 1 Derrota
  • 1 Finalização
  • 1 Decisão juízes
  • Equipe: Team Borracha
  • Altura: 182 cm
  • Peso: 83.90 kg

Cartel de Marvin Vettori

  • 17 vitórias (2 nocautes)
  • 1 Empate
  • 5 Derrotas
  • 9 Finalizações
  • 6 Decisões dos juízes
  • Equipe: Kings MMA
  • Altura: 1,83 cm
  • Peso: 84 kg
Foto: Pavlofox/Pixabay 
Foto: Pavlofox/Pixabay 
Total
15
Shares