Polícia faz buscas na sede do Cruzeiro em investigação sobre lavagem de dinheiro

Polícia também esteve na casa do presidente Wagner Pires de Sá e vice de futebol Itair Machado são alguns dos alvos da operação
Foto: Divulgação/Cruzeiro
Por Dentro de Minas - Google News (pordentrodeminas - googlenews)

A Polícia Civil deste a manhã desta terça-feira (9) cumpre mandados de busca e apreensão na sede do Cruzeiro, no Barro Preto, Região Centro-Sul de Belo Horizonte, na Toca da Raposa, que fica na Região da Pampulha e também nas casas do presidente do Cruzeiro Wagner Pires de Sá, do vice de futebol, Itair Machado, do diretor-geral do clube, Sérgio Nonato e do empresário Cristiano Richard dos Santos Machado.

De acordo com a Polícia Civil, a operação batizada de “Primeiro Tempo” teve participação de cerca de 100 agentes participam da ação, que também ocorreu na sede da torcida organizada Máfia Azul.

Segundo a PC, o time da raposa é investigado por suspeita de lavagem de dinheiro, uso de empresas de fachada e até pela venda de direitos de um menor de idade. A dívida do clube chega a R$ 500 milhões, após denuncia do programa Fantástico, da TV Globo.

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) diz que o processo corre em sigilo e que por isso não pode dar detalhes sobre as investigações. Já o Wagner Pires de Sá, Itair Machado e Sérgio Nonato informaram que não vão se pronunciar de forma individual, apenas pela nota divulgada pelo Cruzeiro. O Por Dentro de Minas não conseguiu contato com a defesa de Cristiano Richard e a Diretoria da Máfia Azul.

Nota Oficial do Cruzeiro

A diretoria do Cruzeiro Esporte Clube vem a público manifestar seu apoio às apurações das denúncias feitas pelo programa Fantástico, da Rede Globo, no dia 26 de maio passado.

O Clube informa que entregou às autoridades toda a documentação solicitada para a investigação.

Lamentamos apenas que este fato esteja acontecendo exatamente às vésperas de uma decisão importante na Copa do Brasil.

O Cruzeiro Esporte Clube informa que continuará à disposição das autoridades competentes para quaisquer tipos de outros esclarecimentos necessários.

Belo Horizonte, 9 de julho de 2019.

Total
9
Shares
Reportagem Anterior

Show "Amigos 20 Anos - A História Continua" em Belo Horizonte muda para a Esplanada do Mineirão

Próxima Reportagem

Vale é condenada pela primeira vez na Justiça de Minas Gerais

Postagens Relacionadas