Gerais

Suspeito de matar a esposa na frente das filhas é preso em Três Corações

Camila Miranda Bandeira foi morta na frente das quatro filhas - Foto: Reprodução/Redes Sociais
Camila Miranda Bandeira foi morta na frente das quatro filhas - Foto: Reprodução/Redes Sociais
  • Crime ocorreu na frente das quatro filhas do casal, com idades entre 6 e 11 anos

Um homem, de 35 anos, foi preso, na tarde desta segunda-feira (28/12), após torturar até a morte a esposa, de 32. O crime ocorreu em Três Corações, Sul do estado, na frente das quatro filhas do casal, com idades entre 6 e 11 anos, na madrugada de hoje. O suspeito foi localizado por policiais militares na cidade de Conceição do Rio Verde, cerca de 60 quilômetros de distância, e foi apresentado à Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) na Delegacia de Plantão, onde foi autuado em flagrante pelo crime de feminicídio.

De acordo com a titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) em Três Corações, Hipolita Brum de Carvalho, as apurações iniciais indicam que o crime foi motivado por ciúmes. “Na data de ontem (27/12), o suspeito, desconfiado de que a vítima estava o traindo, tomou o celular dela à força. Posteriormente, ambos entraram em discussão. Alterado, ele a agrediu com bastante brutalidade e, com requintes de crueldade, veio a matá-la, na frente das filhas”, descreve a delegada.

Conforme registrado na ocorrência, depois de trancar a esposa e as crianças em um cômodo da residência, o homem chegou a cortar o cabelo da companheira usando uma faca e a agredido com chutes na região da cabeça e do tórax. Após o crime, o próprio suspeito teria acionado o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), e, em seguida, fugido do local.

O delegado Marcelo Bangoim Fernandes, que está respondendo interinamente pela Delegacia Regional em Três Corações, informa que o trabalho investigativo começou ainda na madrugada. A perícia técnica compareceu ao local e a equipe de investigação deu continuidade aos levantamentos acerca dos fatos e localização do suspeito. “Além da Deam, policiais de outras delegacias especializadas – homicídios e patrimônio – ficaram à disposição para apoiar na apuração, como qualificação das vítimas, testemunhas e buscas de imagens”, explica.

Após autuação em flagrante pelo delegado plantonista Vinicius de Barros Mendonça, o investigado foi encaminhado ao sistema prisional, onde está à disposição da Justiça. As investigações prosseguem pela Deam para conclusão do inquérito policial.

Denúncia

A delegada Hipolita reforça a importância da denúncia dos casos de violência doméstica e familiar. “Ao menor sinal de violência, denunciem. Não fiquem caladas em suas residências. E as pessoas que estão ao redor – parentes, vizinhos – também devem denunciar, inclusive pode ser de forma anônima”, ressalta. Além das unidades policiais, os fatos podem ser registrados via Delegacia Virtual (www. delegaciavirtual.sids.mg.gov.br), para os crimes de lesão corporal/vias de fato, ameaça e descumprimento de medida protetiva, ou informados à Central de Atendimento à Mulher – 180.

8077 Publicações

Sobre
A Por Dentro de Minas é um portal que traz as principais notícias do Estado de Minas Gerais.
Artigos
Relacionados
Gerais

Polícia Civil prende suspeito de estupro de vulnerável em Contagem

Suspeito teria abusado da adolescente em um quarto da casa
Gerais

Polícia cumpre mandados contra empresários e funcionários de mineradora

Polícia apura possíveis irregularidades na contratação de prestadores de serviços e de fornecedores de materiais
Gerais

Polícia investiga suspeito de se passar por vice-prefeito de Araxá

Celular utilizado no crime foi apreendido durante a operação

Deixe uma resposta