Redes Sociais

Eleições 2018

Veja quem são os candidatos eleitos para a Câmara por Minas Gerais

Foram eleitos em Minas Gerais, 53 deputados federais

Veja a lista dos deputados federais eleitos por Minas Gerais

  1. Marcelo Alvaro Antonio (PSL) – 230.008 votos
  2. Reginaldo Lopes (PT) – 194.332 votos
  3. Andre Janones (Avante) – 178.660 votos
  4. Paulo Guedes (PT) – 176.841 votos
  5. Aurea Carolina (PSOL) – 162.740 votos
  6. Gilberto Abramo (PRB) – 162.092 votos
  7. Cabo Junio Amaral (PSL) – 158.541 votos
  8. Eros Biondini (PROS) – 157.394 votos
  9. Rogério Correia (PT) – 131.312 votos
  10. Padre João (PT) – 131.228 votos
  11. Rodrigo de Castro (PSDB) – 131.120 votos
  12. Weliton Prado (PROS) – 129.199 votos
  13. Misael Varella (PSD) – 128.537 votos
  14. Hercílio Coelho Diniz (MDB) – 120.489 votos
  15. Stefano Aguiar (PSD) – 115.795 votos
  16. Patrus Ananias (PT) – 112.724 votos
  17. Zé Silva (SD) – 109.335 votos
  18. Marcelo Aro (PHS) – 107.219 votos
  19. Aécio Neves (PSDB) – 106.702 votos
  20. Eduardo Barbosa (PSDB) – 105.969 votos
  21. Diego Andrade (PSD) – 105.803 votos
  22. Lincoln Portela (PR) – 105.731 votos
  23. Emidinho Madeira (PSB) – 103.533 votos
  24. Lafayette Andrada (PRB) – 103.090
  25. Pinheirinho (PP) – 98.404
  26. Subtenente Gonzaga (PDT) – 93.932
  27. Margarida Salomão (PT) – 89.378
  28. Dr. Mário Heringer (PDT) – 89.046
  29. Odair Cunha (PT) – 87.891
  30. Bilac Pinto (DEM) – 87.683 votos
  31. Fred Costa (Patri) – 87.446 votos
  32. Domingos Sávio (PSDB) – 80.990 votos
  33. Paulo Abi Ackel (PSDB) – 79.797 votos
  34. Dimas Fabiano (PP) – 74.223 votos
  35. Tiago Mitraud (Novo) – 71.901 votos
  36. Vilson da Fetaemg (PSB) – 70.481 votos
  37. Newton Cardoso Jr (MDB) – 69.900 votos
  38. Leonardo Monteiro (PT) – 68.686 votos
  39. Euclydes Pettersen (PSC) – 65.316 votos
  40. Lucas Gonzalez (Novo) – 64.022 votos
  41. Fabio Ramalho (MDB) – 63.149 votos
  42. Doutor Frederico (Patri) – 60.950 votos
  43. Igor Timo (Pode) – 60.509 votos
  44. Julio Delgado (PSB) – 58.413 votos
  45. Mauro Lopes (MDB) – 58.243 votos
  46. Delegado Marcelo Freitas (PSL) – 58.176 votos
  47. Franco Cartafina (PHS) – 53.390 votos
  48. Charlles Evangelista (PSL) – 51.626 votos
  49. Léo Motta (PSL) – 51.073 votos
  50. Luis Tibé (Avante) – 50.474 votos
  51. Alê Silva (PSL) – 48.043 votos
  52. Greyce Elias (Avante) – 37.620 votos
  53. Zé Vitor (PMM) – 32.833 votos

Eleições 2018

Zema lidera pesquisa de segundo turno em Minas Gerais

Nível de confiança é de 95% e a margem de erro é de 2,5 percentuais para mais ou para menos

• atualizado em 14/10/2018 às 16:13

Foto: Elberty Valadares/Por Dentro de Minas

O Instituto Paraná Pesquisa divulgou na última sexta-feira, 12, o resultado de uma nova pesquisa para o Governo de Minas. Se as eleições ocorresse hoje, o candidato do partido Novo, Romeu Zema, venceria Antonio Anastasia (PSDB) com 73,6% dos votos válidos, contra 26,4% do tucano.

A pesquisa realizada nos dia 9 e 10 de outubro, teve 1.750 pessoas entrevistadas em 82 municípios de Minas Gerais. A margem de erro é de 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%.

O pesquisa está registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o nºBR-06571/2018 e no TRE-MG (Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais) sob o nº MG-06869/2018.

Fonte: Paraná Pesquisas | metodologia: a pesquisa ouviu 1.750 eleitores em 82 municípios de Minas Gerais de 9 a 10 de outubro.
A margem de erro é de 2,5 pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%. O levantamento está registrado no TRE-MG sob o n º MG-06869/2018 e no TSE sob o nº BR-06571/2018.

Continua lendo

Eleições 2018

Nova legislatura contará com mais oito partidos na ALMG

Assembleia de Minas passa a contar com deputados de 27 agremiações; quem mais cresceu foi o PSL

Na 19ª Legislatura, a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) contará com oito novos partidos, passando de 19 para 27 legendas representadas. O estreante que elegeu mais parlamentares foi o PSL, agremiação do candidato a presidente Jair Bolsonoro, com seis candidatos matematicamente eleitos.

O partido que mais perdeu representação foi o MDB, que ficou sem 7 das 14 vagas que possui atualmente. O partido com mais representantes será o PT, que passou de 8 para 10 ocupantes.

Dos novos partidos que comporão a ALMG, o PHS, o PSC e o Novo elegeram três representantes cada. O Solidariedade (SD) conseguiu duas vagas e as outras três novas legendas estreiam com um parlamentar cada: PRTB, PRP e Rede.

Além do PT, apenas o Patri ampliou sua bancada, alcançando uma vaga a mais, com dois deputados matematicamente eleitos. Todas as outras legendas perderam representação. PSB, que elegeu apenas um representante, reduziu em 3; PTB, PDT e DEM perderam duas vagas cada. Outros seis chegam com um deputado a menos em relação às bancadas atuais: PSDB, PV, Pode, PR, PCdoB e PPS. E seis mantiveram os mesmos números de deputados: PSD, PRB, Avante, DC, PP e Pros.

No início da 18ª Legislatura, foram eleitos deputados de 22 partidos. Ao longo dos anos, com o surgimento de novas legendas e as mudanças dos eleitos, atualmente existem representantes de 19 partidos na ALMG.

Veja a evolução da representação partidária

Continua lendo

Eleições 2018

Zema e Anastasia vão disputaram 2º turno para Governo de Minas

Pesquisa de boca de urna já apontava segundo turno para o Governo de Minas Gerais

• atualizado em 07/10/2018 às 22:36

Foto: Elberty Valadares/Por Dentro de Minas

O candidato Romeu Zema (Novo) e Antonio Anastasia (PSDB) vão disputar o 2º turno para Governador de Minas Gerais. A pesquisa boca de urna divulgada pelo Ibope durante a tarde desta domingo, já apontava um segundo turno entre Romeu Zema (Novo) e Antonio Anastasia (PSDB) na disputa pelo governo de Minas.

Com 97% das urnas apuradas em Minas, o segundo turno da disputa pelo governo do Estado, até o momento,aponta para Romeu Zema (Novo), que tem 43,05% dos votos; e Antonio Anastasia (PSDB), que tem 29,04%.

Fernando Pimentel (PT) aparece, até o momento, em terceiro lugar, com 21,84% do total de votos válidos apurados, de acordo com informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Continua lendo