Redes Sociais

Atlético-MG

Robinho faz três, Galo goleia o Villa e se garante nas semifinais do Mineiro

Com a goleada, o Galo está garantido nas semifinais do Campeonato Mineiro. O alvinegro soma 20 pontos e ocupa a vice liderança do Estadual.

Deitou e rolou! O mandante da partida era o Villa, mas quem fez a festa no Gigante da Pampulha foi o Atlético. Com requintes de crueldade, o Galo não tomou conhecimento do Leão e aplicou a maior goleada do Mineiro 2016 até o momento: 7 a 2! De quebra, os alvinegros estão garantidos na semifinal do Estadual

O grande destaque da goleada atleticana foi Robinho. O atacante balançou as redes do Villa em três oportunidades e ainda foi o responsável pelo gol contra de Morisco no final do primeiro tempo. O argentino Lucas Pratto deixou dois, Júnior Urso também fez o dele.

Classificado!

Com a goleada, o Galo está garantido nas semifinais do Campeonato Mineiro. O alvinegro soma 20 pontos e ocupa a vice liderança do Estadual. Já o Villa está em quinto lugar com 14 pontos.

Próximos compromissos

No meio de semana, o Galo colocará o Estadual de lado e concentrará todas as atenções na Libertadores. Os comandados de Aguirre irão ao Equador encarar o Independiente del Valle. A bola vai rolar em Rumiñahui, às 21h45, horário de Brasília. Uma vitória confirma a classificação alvinegra para as oitavas de final do torneio.
Pelo Estadual, o Atlético fechará a primeira fase no próximo domingo, contra o Tricordiano, às 16h, no Independência.

O Villa terá uma verdadeira decisão pela frente. O Leão vai a Divinópolis encarar o Guarani, também no domingo, às 16h, em busca da vitória para garantir a vaga na Série D do Brasileirão e também para sonhar com um lugarzinho nas semifinais do Estadual.

O jogo

O clássico começou quente no Mineirão. O Atlético não fez cerimônia e partiu pra cima.Com menos de um minuto, Clayton obrigou ao goleiro Thiago Leal a mandar a bola para a escanteio. Na cobrança saiu o primeiro gol do Galo. Robinho mandou para a área e Júnior Urso enfiou a cabeça para balançar o barbante das redes do Leão.

O Atlético não diminuiu o ritmo com a vantagem. Aos nove minutos, Marcos Rocha cruzou da direita, Pratto ajeitou para Robinho que, no meio da zaga, cabeceou. A bola passou à direita da meta de Thiago Leal.

O Villa quase empatou aos 14. Soares recebeu nas costas de Marcos Rocha e teve tempo de analisar qual a melhor opção no ataque. Então, o veterano rolou para Thiago Silvy que vinha livre de frente para a meta de Uilson. Silvy bateu de primeira mas mandou pela linha de fundo.

O Leão do Bonfim gostou do que viu e levou perigo novamente aos 17. O zagueiro Tiago bobeou e Thiago Silvy encheu o pé. Uilson fez uma bela defesa e evitou o empate.

No lance seguinte brilhou novamente a estrela do prata da casa. Em cobrança de falta ensaiada, Mancini rolou para Rafael Morisco que encheu o pé. Uilson fez a defesa em dois tempos e salvou a meta atleticana.

Quem não faz, toma!

E o Galo ampliou a vantagem aos 21. Douglas Santos foi a linha de fundo pela esquerda e cruzou para a área. A bola desviou na defesa e brigou o goleiro Thiago Leal a se esticar todo para evitar o gol contra. No entanto, o rebote sobrou limpo para Robinho que só teve o trabalho de tocar para o fundo do gol. Sexto dele no Campeonato Mineiro.

Que vacilo!

O Galo chegou ao terceiro gol após um baita vacilo da defesa do Villa. Aos 27, a defesa do Leão tentou sair jogando rapidamente após cobrança de falta mas não obteve sucesso. Mais esperto, Pratto roubou a bola e rolou para Robinho que mandou por cima da meta do goleiro Thiago Leal.

Mesmo com o placar dilatado, o Galo buscava ampliar a vantagem. Aos 35, Marcos Rocha cobrou falta da intermediária e Thiago Leal não brincou em serviço e mandou pela linha de fundo.

O Villa sentiu o golpe atleticano e ficou a mercê do Atlético. O time de Aguirre não só dominava o meio campo como apresentava um grande repertório de jogadas tanto pelo lado direito quanto pelo esquerdo o que deixava atônita a defesa do Leão.

Virou goleada!

O Galo aproveitou a fragilidade defensiva e transformou o resultado em goleada ainda no primeiro tempo. Robinho cobrou falta pela esquerda, Morisco tentou cortar e jogou contra o próprio patrimônio.

Villa botou fogo no jogo!

O Villa voltou para o segundo tempo com esquema diferente e equilibrou a partida em campo. O Leão se fechou na defesa e partiu em velocidade nos contra-ataques. A estratégia deu certo e, em menos de oito minutos, marcou dois gols.

Aos seis minutos, Soares recebeu livre no campo ataque, avançou em direção ao gol e tocou por cima do goleiro Wilson. Em seguida, Roger Guerreiro foi derrubado na área. O árbitro deu pênalti. Na cobrança, Mancini fez o segundo e deu fôlego ao Villa no Mineirão.

Ducha de água fria!

Coube a Robinho a missão de apagar o fogo do Leão do Bonfim no Gigante da Pampulha. Aos 10 minutos, após cobrança de escanteio, Robinho aproveitou desvio da zaga do Villa e, de primeira, botou no canto esquerdo de Thiago Leal. Terceiro dele no jogo.

O gol acordou o Atlético no segundo tempo que partiu para uma verdadeira blitz pra cima do Villa. Aos 18 minutos, Marcos Rocha fez boa jogada pela direita e acabou derrubado dentro da área. O árbitro não titubeou e apontou a marca da cal. Coube a missão de fazer a cobrança a Lucas Pratto que deixou o dele no Gigante da Pampulha.

Quase, Mancini!

Aos 35, Mancini quase fez um golaço para o Villa. Mancini aproveitou bobeada de Rafael Carioca, limpou o lance e bateu bonito para o gol. Por pouco, a bola nao entrou no ângulo direito da meta de Uilson.

A resposta do Atlético ao belo lance de Mancini foi fatal. Aos 38, Pratto aproveitou mais uma falha da defesa do Leão e tocou na saída de Thiago. Sétimo do Galo, segundo do artilheiro argentino no jogo.

A partir daí, o Atlético administrou o resultado e fechou o jogo com a maior goleada do Campeonato Mineiro até o momento.

Villa Nova 2 x 7 Atlético
Motivo: 10ª rodada do Campeonato Mineiro
Estádio: Mineirão
Data: 02 de abril de 2016
Árbitro: Igor Júnio Benevenuto
Assistentes: Celso Luiz da Silva e Simar dos Santos Meurer
Cartão amarelo: Clayton, Pratto, Donizete (ATL); Rafael Morisco, Thiagão, Soares (VIL)
Gols: Júnior Urso, 1min 1ºT; Robinho, 21 e 27min 1ºT e 10min 2ºT; Rafael Morisco (contra), 34min 1ºT; Soares, 6min 2ºT; Mancini, 8min 2ºT; Pratto, 19 e 38min 2ºT

Villa Nova – Thiago Leal; Tiago Baiano, Thiagão, Rafael Morisco e Antônio Carlos; Luis Felipe, Marielson (Jhonata Alexandre) e Mancini; Thiago Silvy (Roger), Fábio Júnior e Soares Técnico: Wilson Gottardo

Atlético – Uilson; Marcos Rocha, Leonardo Silva (Edcarlos), Tiago e Douglas Santos (Carlos César); Leandro Donizete, Rafael Carioca e Júnior Urso; Robinho, Clayton (Capixaba) e Lucas Pratto Técnico: Diego Aguirre

Por

Continua lendo
Publicidade
Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Atlético-MG

Atlético-MG x Palmeiras: acompanhe ao vivo pelo Brasileirão 2018

Brasileirão 2018 no Por Dentro de Minas – acompanhe Atlético-MG x Palmeiras: escalação, informações sobre o jogo, fotos e muito mais

Continua lendo

Atlético-MG

Atlético-MG x Grêmio: acompanhe ao vivo pelo Brasileirão 2018

Copa do Brasil 2018 no Por Dentro de Minas – acompanhe Atlético-MG x Grêmio: escalação, informações sobre o jogo, fotos e muito mais

Continua lendo

Atlético-MG

Fluminense x Atlético-MG: acompanhe ao vivo pelo Brasileirão

Brasileirão 2018 no Por Dentro de Minas – acompanhe Fluminense x Atlético-MG: escalação, informações sobre o jogo, fotos e muito mais

Continua lendo