ÚLTIMASSaiba quem são os 16 pré-candidatos à Prefeitura de Belo Horizonte saiba mais
Últimas de Variedade

Mulher de caminhoneiro assassinato já havia denunciado policial a Corregedoria da Corporação em Valadares

O policial que matou o caminhoneiro, à tiros, em uma briga de vizinhos, em Governando Valadares, no Vale do Rio Doce, já havia sido denunciado para a Corregedoria da Corporação.

A mulher caminhoneiro Fábio Aguiar de Morais, de 36 anos, teria ido ao órgão e registrou três boletins de ocorrência e cinco por reclamação de ameaças contra a vítima e filhos do casal e também dois processos judiciais.

O casal e os filhos, morava no bairro onde ocorreu o crime, a apenas dois anos, e deste de maio do ano passado, começou as discussões devido ao filho de 14 anos ter estourou bombinha na rua, segundo a esposa da vítima, ao G1.

Posicionamento da Polícia Militar

Por meio de nota, ao G1 Vales de MG, o comando da 8ª Região de Polícia Militar se posicionou acerca do ocorrido. Leia:

Sobre o fato

Ontem, domingo, 6 de março, por volta das 09h30, uma equipe policial deparou com um aglomerado de pessoas e momentos depois foi relatado que havia um baleado na rua Campos Sales, bairro Santa Rita. Chegando ao local, a equipe policial deparou com a vítima já caída ao solo aparentemente sem vida. De imediato o local foi isolado, sendo acionado o SAMU, além da perícia tão logo foi constatado o óbito. No local foi ouvida a esposa da vítima que relatou que presenciou o autor efetuar disparos de arma de fogo contra seu esposo. Disse também que se tratava de um policial militar. Ao ser feito levantamentos, constatou-se que seria o PM SGT JULIO CESAR DA SILVA, lotado na cidade de Governador Valadares que estava de folga e em trajes civis que, apesar de morar por ali, não foi encontrado para esclarecer sobre o fato.Durante os levantamentos nenhuma testemunha e a esposa da vítima que presenciaram os fatos relataram sobre o que teria motivado o crime.

Sobre o vídeo

A Polícia Militar também se posiciona sobre o vídeo que está sendo divulgado, esclarecendo que a vítima estava com um facão e as mãos para trás, além de a todo momento parecer falar algo ao autor, provocando-o. Também sobre o vídeo, foi constatado que em dado momento o autor não aparece com a faca nas mãos, porém permanece com as mãos para trás, o que deixa a entender para o autor que ainda poderia estar com o facão. Outra questão a se falar é com relação as tentativas feitas pelo autor de que a vítima se desarmasse e fosse para sua casa, porém a vítima permanece por ali. Segundo consta no Centro de Comunicações Operacionais da Oitava Região da Polícia Militar (COPOM), o 190 foi acionado, sendo empenhada equipe policial para o local dos fatos.

Antecedentes

Há registro de REDS que envolvem o autor e os filhos da vítima os quais já haviam sido encaminhados à Polícia Civil para apurações por se tratar de questões de desentendimentos entre vizinhos. Com relação às reclamações na Corregedoria da Polícia Militar, há registro de apurações que comprovaram que os fatos se tratavam de conflitos entre vizinhos, mas não há nada sobre a conduta do autor que fosse contrária à disciplina e ética policiais militares.

O Policial Militar

A quase trinta anos na Corporação, o Sgt Júlio é profissional exemplar, conforme sua ficha pessoal, possuindo em toda sua carreira conduta ilibada. Sobre o fato em questão a investigação ficará a cargo da justiça comum. Segundo informações de terceiros, o autor deverá se apresentar à Polícia Civil para prestar esclarecimentos, o que ainda não tem data prevista.

Assessoria de Comunicação Organizacional da 8ª RPM

Prisão do PM

O sargento que matou o vizinho, se apresentou à policia voluntariamente, e entregou a arma utilizada no crime e na tarde desta segunda-feira (7).

O homem já teve a prisão preventiva decretada e foi levado por tempo indeterminado para o 6º Batalhão da Polícia Militar (PM) na cidade.

A briga

A briga entre vizinhos, aconteceu na manhã deste domingo (6), no Bairro Santa Rita, em Governador Valadares, no Leste de Minas terminou com uma pessoa morta.

Um caminheiro, de 34 anos, e um Polícia Militar, de 44 anos, que no momento da briga, não estava em serviço, teria disparado contra o vizinho, que acabou morrendo na hora.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada e ao chegar no local constatou o óbito. O homem foi atingido por três tiros.

No momento do crime, a vítima estava com um facão, e a mulher precisou o marido ser morto, e ainda gravou o crime. O corpo foi enterrado na cidade natal, em São Paulo.


SAIBA MAIS
Sargento que matou vizinho em Governador Valadares se entrega à policia
Briga entre um policia e caminhoneiro termina com morte em Governador Valadares

Relacionados
Últimas de Variedade

Campanha da LBV incentiva hábitos saudáveis em tempos de pandemia

Foco da campanha é a conscientização, por isso, a edição deste ano traz como recorte “hábitos saudáveis em tempos de pandemia”
Últimas de Variedade

As melhores clínicas de recuperação para dependentes químicos em São Paulo, Minas Gerais e aí redor de todo o Brasil

Como saber onde realizar uma internação para dependente químico ou alcoólatra ? Como saber se a clínica de recuperação / reabilitação é…
Últimas de Variedade

“Crie o Impossível” engaja mais de 30 mil estudantes de todo o país em evento online

O evento, realizado na tarde de ontem (30/07), levou inspiração e abriu oportunidades para jovens da rede pública de todo o país

Deixe uma resposta