Redes Sociais

Teatro

Peça inclusiva no Teatro Marília retrata violência contra a mulher

A entrada é gratuita com distribuição de senhas com 1 hora de antecedência

A Fundação Municipal de Cultura apresenta, no Teatro Marília, de 26 a 28 de setembro, quarta a sexta, às 19h30, o espetáculo “Anjos”, do Grupo Morro Encena. A peça aborda a questão da violência sofrida pela mulher e a banalização do feminicídio, apresentando uma linguagem sensorial e inclusiva às pessoas com deficiência auditiva e visual. A entrada é gratuita com distribuição de senhas com 1 hora de antecedência.

O espetáculo foi coordenado, na sua concepção, por Eid Ribeiro, renomado diretor e dramaturgo mineiro, e tem texto e direção de Hérlen Romão. Propõe um misto de emoção e razão, narrando de forma poética a história de uma mulher em situação de violência doméstica e da filha que sofre invariavelmente com essa crueldade. Além de ter linguagem acessível a todas as pessoas, a peça é enriquecida com elementos e características da comunidade o qual pertence o grupo de teatro, e provoca risos, reflexões, incômodos e indagações.

A narrativa traz Ângela, a mãe, de típica família de classe média, que desempenha com esmero sua “função” de dona de casa e boa esposa. Ela é vítima constante das agressões físicas e verbais do marido e vive a amargura de estar longe de Ângela, a filha, que estuda dança em Londres. Diante da expectativa do retorno da filha que entrará de férias estudantis, Ângela se vê angustiada e ansiosa por esse momento, mas uma tragédia não permite tal encontro. O espetáculo também apresenta poemas adaptados de Florbela Espanca, uma das mais importantes autoras portuguesas, envolvendo o público num momento de contemplação em meio à reflexão sobre o papel da mulher em situação de violência doméstica na sociedade e como isso afeta também seus filhos e filhas.

O Grupo

O Grupo Morro Encena foi criado em 2009 no Aglomerado da Serra, em Belo Horizonte. É formado por mulheres, em sua maioria negras, e explora temas ligados aos direitos humanos e ao universo feminino, trazendo para os palcos a realidade social das periferias e de gêneros. O grupo tem como principal missão dar voz, vez e visibilidade a mulheres que “em meio a filhos, chefes e maridos, ensaios, livros, lições, missões, acordos, discursos e discussões, transformam vidas em atos e ações”.

Serviço

Anjos
Classificação: 14 anos
De 26 a 28 de setembro | quarta a sexta | às 19h30
Teatro Marília
Avenida Prof. Alfredo Balena, 586 – Santa Efigênia
ENTRADA GRATUITA
Informações para o público: (31) 3277-6319

www.youtube.com/watch?v=BCwRoHRo4RU

Continua lendo
Publicidade
Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Teatro

Campanha de Popularização Teatro & Dança comemora 45 anos proporcionando cultura e lazer a preço popular

Nesta edição, serão 166 espetáculos em cartaz. BH, Betim, Contagem, Nova Lima, Ribeirão das Neves e Sete Lagoas são as cidades contempladas para receber o projeto

Foto: Divulgação

[dropcap size=big]H[/dropcap]á 45 anos, na capital mineira, deu-se início a então “Campanha das Kombis”, que tinha como foco levar e promover a arte cênica para a população. Os ingressos a preços reduzidos eram vendidos em kombis estacionadas principalmente na Praça Sete, daí o apelido “Campanha das Kombis”.Ao longo dos anos, o projeto foi ganhando mais “forma” e espaço.

Atualmente, conhecida como a Campanha de Popularização do Teatro & Dança, o projeto chega a sua 45ª edição e será realizada entre os dias 3 de janeiro e 24 de fevereiro de 2019. Serão apresentados 166 espetáculos.

Essa edição tem um gostinho especial, pois comemora-se os 45 anos da Campanha. Rômulo Duque, presidente do Sinparc, ressalta a felicidade e a consolidação do projeto. “Estamos muito felizes com esse marco e queremos continuar proporcionando às pessoas a oportunidade de prestigiarem a cultura com preço popular. Começamos de uma forma simples e vendendo ingressos nas kombis. Com o passar dos anos, formos conseguindo mais espaço e conquistamos os corações dos belo-horizontinos”, diz.

Promovida pelo Sindicato dos Produtores de Artes Cênicas de Minas Gerais (Sinparc), a Campanha terá preços populares: R$10, R$15 e R$18, conforme o espetáculo. Esses valores são promocionais para ingressos adquiridos nos Postos de Venda e pela internet. Na bilheteria dos teatros, os preços variam de acordo com cada produção.

INGRESSOS

INGRESSOS NOS POSTOS SINPARC:

O valor do ingresso nos postos Sinparc e internet encontra-se junto àsinformações dos espetáculos e obedece às seguintes faixas:

R$ 10,00
R$ 15,00
R$ 18,00
Formas de Pagamento:
Internet e aplicativo
Cartão de Débito, Cartão de crédito

Postos Sinparc
Dinheiro, Cartão de Débito.

Aceitamos Dotz e Vale Cultura somente no Posto Mercado das Flores. Consultar bandeiras disponíveis.

Importante: os valores acima são promocionais e praticados SOMENTE NOS POSTOS DE VENDA E INTERNET. Na bilheteria dos teatros, prevalece o valor integral dos ingressos, que varia de acordo com o espetáculo.

POSTOS DE VENDA (Vendas nos postos a partir do dia 03 de janeiro)

Posto Mercado das Flores
Av. Afonso Pena, 1055 (esquina com Rua da Bahia) Seg a Sáb das 10h às 19h, Dom das 10h às 18h

Posto Shopping Cidade (G5)
Rua Tupis, 337 – Centro
Seg a Sáb das 10h às 19h, Dom das 10h às 18h

Posto EdifícioMaletta
Rua da Bahia, 1148 – Centro
Seg a Sáb das 12h às 19h, Dom das 14h às 18h

Posto Shopping Pátio Savassi (Piso L3)
Av. do Contorno, 6.061 – Funcionários
Seg a Sáb das 12h às 19h, Dom das 14h às 18h

Posto Shopping Estação BH (Piso L1)
Av. Cristiano Machado, 11.833 – Venda Nova Seg a Sáb das 12h às 19h, Dom das 14h às 18h

BETIM – Posto Partage Shopping Betim (3o Piso)
Rodovia Fernão Dias km 492, 601
Seg a Sáb das 12h às 19h , Dom das 14h às 18h

CONTAGEM – Posto Itaú Power Shopping (2o Piso)
Av. General David Sarnoff, 5160 – Cidade Industrial Seg a Sáb das 12h às 19h, Dom das 14h às 18h

RIBEIRÃO DAS NEVES –
Cidade dos Meninos São Vicente de Paulo Rua Ari Teixeira da Costa, 1500, Ribeirão das Neves Seg a Sex das 10h às 18h
INGRESSOS ONLINE:

Ingressos sem fila e pelos mesmos preços praticados nos postos de venda da Campanha.Observação:SEM TAXAS

DEMOCRATIZAÇÃO DO ACESSO

Democratizar o acesso é levar o projeto a outros públicos, tornar viável que mais pessoas tenham contato com o bem cultural. Veja algumas ações desenvolvidas:

Palestras

Com o tema “O Teatro e sua influência na formação social e na Economia Criativa”, a Campanha promove a palestra que irá abordar a história do teatro, sua influência no desenvolvimento humano e seu poder de retratar, criticar e aguçar a postura crítica no ambiente social, além de estabelecer relações com a Economia Criativa e geração de renda.

Esta ação é destinada a artistas, produtores, público em geral e terá reserva especial de lugares para professores e alunos de escolas públicas de Belo Horizonte. Interessados podem buscar outras informações no site e redes sociais da Campanha.

Outras informações no site e redes sociais da Campanha.

Teatro de Rua

A Campanha promove a democratização do acesso com a realização de espetáculos de rua, gratuitos, que atendem um amplo público, tornando-se uma atividade cultural para toda família. Isto faz com que mais pessoas sejam atingidas pelo Projeto, potencializando os resultados. Os espetáculos de rua serão realizados nas cidades: Belo Horizonte, Betim e Contagem.

Portadores de necessidades especiais

A Campanha estabeleceu parcerias com instituições de portadores de necessidades especiais, oferecendo cortesias de acesso aos espetáculos da grade de programação. Dentre as insti- tuições parceiras, podemos destacar: AssociaçãoCrepúsculo– Centro de Desenvolvimento Humano; Associação de Pais e Amigos do Centro de Reabilitação (ASPAC); Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Belo Horizonte (APAE-BH); Associação de Pais, Amigos e Pessoas com Deficiência de Funcionários do Banco do Brasil e da Comunidade (APABB); Associação dos surdos de Minas Gerais (ASMG); Associação Mais Acessível (AMA); Asso- ciaçãoParadesportiva e Esportiva de Belo Horizonte (APEBH); e Instituto Viva Down.

Acessibilidade

Promover a acessibilidade é fazer com que pessoas portadoras de necessidade especiais possam ter acesso aos espetáculos. Assim, temos em nossa grade de programaçãoespetáculos que garantem a acessibilidade física, visual e auditiva.

Continua lendo

Teatro

Teatro Francisco Nunes recebe nova versão de Chapeuzinho Vermelho

Adaptação do clássico pela Cia. O Trem apresenta o ponto de vista de cada um dos personagens da história

Teatro Francisco Nunes recebe nos dias 4 e 5 de agosto, sábado e domingo, às 16h, o espetáculo infantil “Chapeuzinho Vermelho”, da Companhia de Teatro O Trem. Nesta versão, a clássica história é contada através dos diferentes pontos de vista de todos os personagens envolvidos, entre eles o Lobo Mau, a Vovó, o Caçador e a Mãe da Chapeuzinho. Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do teatro por R$24,00 (inteira) e R$12,00 (meia), ou por R$12,00 (preço único) nos postos Sinparc e site www.sinparc.com.br.

No espetáculo, a trupe de teatro conta muito mais do que a narrativa tradicional, mas também suas várias versões e o processo “desastrado” para a criação de uma peça de teatro. O elenco é formado pelos atores Deinha Baruqui, Fabi Loyola, Leo Campos e Lucas Chiaradia, que se revezam em todos os papéis. A direção e o texto são assinados por Livia Gaudencio, trazendo musicalidade, humor, criatividade, além de temas e discussões da contemporaneidade.

O Grupo

O Trem – Companhia de Teatro, formada em 2006, vem se especializando em obras para crianças, sempre trazendo reflexões e valores importantes de forma lúdica. A cada novo trabalho há uma pesquisa diferente, estabelecendo parcerias com profissionais de técnicas teatrais diversas. Todos os textos infantis são escritos pela mesma dramaturga, Livia Gaudencio, mantendo uma coerência entre histórias inéditas e releituras que dialogam com o universo das crianças do nosso tempo.

Serviço

Chapeuzinho Vermelho
Classificação: Livre
Dias 4 e 5 de agosto | sábado e domingo, às 16h
Teatro Francisco Nunes
Avenida Afonso Pena, s/n – Parque Municipal
Ingressos: R$24,00 (inteira); 12,00 (meia); R$12,00 postos Sinparc – www.sinparc.com.br
Informações para o público: (31) 3277-6325

Continua lendo

Teatro

Peça apresenta manifesto feminista no Teatro Francisco Nunes

Com elementos de performance, o espetáculo “Calor da Bacurinha” coloca a nudez em cena como forma de empoderamento feminino e crítica à sociedade patriarcal

O Teatro Francisco Nunes recebe de 2 a 5 de agosto, quinta a domingo, às 20h, o espetáculo “Calor na Bacurinha”, do Coletivo Bacurinhas. A peça realiza um levante de diversas vozes e modos de ser mulher que re-existem diante da cultura patriarcal. Traz para o palco uma manifestação de liberdade em que, com os corpos nus, parodiam a própria nudez e celebram o direito ao corpo livre. Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do teatro por R$30,00 (inteira) e R$15,00 (meia).

O espetáculo rompe com o pudor e o tabu relacionados à nudez através de uma estética hibridizada de teatro e performance em que o corpo é o protagonista. Com ironia e deboche, constrói um pensamento crítico sobre a construção do gênero feminino e questiona o lugar no qual o patriarcado colocou as mulheres ao longo dos anos. “Calor na Bacurinha” participou de renomados festivais de teatro, como FIT 2016 (Festival Internacional de Teatro), VAC 2016 (Verão Arte Contemporânea) e Ruído 2017 (Festival Internacional) na cidade de Curitiba.

O Coletivo Feminista de Teatro e Performance “As Bacurinhas” é formado por mulheres artistas de Belo Horizonte, que se reuniram em 2014 para a criação do manifesto artístico performático “Calor na Bacurinha”. Desde então, vem trabalhando em novos experimentos e intervenções artísticas, sempre com a missão primordial de organização e proposição de levantes artísticos liderados por mulheres, que tenham como modo de produção os pensamentos feministas, suas políticas e éticas.

Serviço

Calor na Bacurinha
Classificação: 18 anos
De 2 a 5 de agosto | quinta a domingo, às 20h
Teatro Frascisco Nunes
Avenida Afonso Pena, s/n – Parque Municipal
Ingressos: R$30,00 (inteira); 15,00 (meia)
Informações para o público: (31) 3277-6325

Continua lendo