Connect with us

Música

Agrupação Teatral Amacaca estreia dois espetáculos em BH nesse final de semana

Dirigida pelo encenador Hugo Rodas, a companhia vai apresentar as peças Ensaio Geral e Punaré & Baraúna no Galpão Cine Horto

• atualizado em 16/05/2018 às 15:24

Nascido no Uruguai e radicado há 30 anos no Brasil, o diretor, coreógrafo, ator, bailarino e professor Hugo Rodas é o responsável por orquestrar essa OperATA em dois atos, composta pelos espetáculos Ensaio Geral (2012) e Punaré & Baraúna (2015), que tecem um diálogo entre o universo urbano e o rural. As duas obras têm inspirações na literatura de nomes como Hilda Hilst, Caio Fernando Abreu, Eduardo Galeano e na obra Cansaço, a longa estação do escritor Luiz Bernardo Pericás.

Hugo Rodas tem sua trajetória artística ligada a Minas Gerais, uma vez que, o portal de sua entrada no Brasil foi o festival de dança Ouro Preto na década de 70. Agora, nesse retorno, o público poderá ver um painel da obra recente do encenador e sua trupe – uma pretensa orquestra de atores que conta histórias.

A OperATA será apresentada no Galpão Cine Horto (Rua Pitangui, 3613, Horto) nos dias 19 de 20 de maio (sábado às 20 horas, domingo às 19 horas). Os ingressos podem ser comprados pela internet ou na bilheteria do espaço, uma hora antes das apresentações, por R$ 20 e R$ 10 (meia). A recomendação etária é 16 anos.

Ensaio geral é elaborado a partir da composição de quadros que transitam entre si como numa degustação sonora e visual particular, discorrendo sobre as diversas perspectivas da palavra amor. Rodas explica que o espetáculo revive as nostalgias setentistas do período em que estava à frente do Grupo Pitú, envolvendo a pesquisa de aspectos que ele explorava nesta época em diálogo com a nova safra de atrizes e atores brasilienses.

Dos amores urbanos de Ensaio Geral, para as solidões sertanejas de Punaré & Baraúna – o segundo espetáculo da ATA parte da premissa dessa transição poética. A mesma orquestra que canta seus amores lhe “enchendo o saco num domingo de manhã” em Ensaio Geral, reposiciona e transmuta os mesmos móveis de sua festa para contar “outra estória de amor e solidão”, com a imersão da Orquestra d’Amacaca no sertão.

OperATA

O projeto OperATA traz o repertório da Agrupação Teatral Amacaca unido em um espetáculo. Ensaio Geral, obra estreada em 2012 – vencedora do Prêmio Myriam Muniz e Melhor Trilha Sonora do Prêmio Sesc do Teatro Candango do mesmo ano – será apresentado no 1º ato. E no 2º ato é apresentado Punaré & Baraúna, de 2015, vencedora de 3 prêmios no Prêmio Sesc do Teatro Candango: Melhor Direção, Trilha Sonora e Iluminação.

A OperATA tem apoio da FAC – Fundo de Apoio à Cultura – SeCult/DF, do Galpão Cine Horto e do Frimas Hotel.

Sobre a ATA

A ATA – Agrupação Teatral Amacaca – é uma orquestra de atores. Esse é o seu conceito básico. O foco do trabalho é a experimentação em dramaturgias do corpo, do espetáculo teatral e em musicalidades para a cena. É um princípio da agrupação que toda atriz ou ator integrante toque no mínimo um instrumento musical. O trabalho se desenvolve a partir da realidade muscular da ação e da sonora sensibilidade para a cena. Músculo e som, corpos e instrumentos, ritmos, vibrações e ideias, encenados por Hugo Rodas na experimentação periódica de treinos e ensaios, cantam ao público as imagens dos poemas, manifestos e histórias presentes nos espetáculos d’Amacaca.

A ATA tem origem na disciplina de extensão, ofertada no segundo semestre de 2009 pelo Departamento de Artes Cênicas da Universidade de Brasília, ministrada por Hugo Rodas.

Sobre Hugo Rodas

Vencedor do Prêmio Shell em 1997 pela melhor direção em “Dorotéia”, de Nelson Rodrigues, desde seu estabelecimento em Brasília influenciou e influencia as gerações do teatro local. Trata-se de um teatro onde o corpo do ator e a teatralidade é o que deve ser apreciado e onde se funda o discurso poético.

Hugo Rodas tem mais de 50 anos de vida dedicados ao teatro. É doutor por notório saber em Artes Cênicas, pela Universidade de Brasília, onde lecionou em mais de 30 anos, tendo formado várias gerações de atores e diretores que atuam em todo o Brasil e no exterior. Seu trabalho, sempre voltado à experimentação e à inovação, é um alicerce incontestável na construção da cena teatral e cultural contemporânea da cidade.

SINOPSES

Ensaio Geral

Com duração de 60 minutos o espetáculo “Ensaio Geral” se estrutura em um grande ensaio de teatro musical e discursa a partir de um apanhado de textos livremente adaptados pelo grupo.

É elaborado a partir da composição de quadros de uma degustação sonora e visual particular discorrendo de forma não convencional sobre as facetas da palavra Amor. Dirigido pelo consagrado diretor uruguaio Hugo Rodas, a montagem investe na pesquisa de linguagem, abusando de elementos como plasticidade, dança, teatralidade, musicalidade, elaborando um teatro irreverente com estética simples e surpreendente, puramente corporal, que se torna o principal material dramático em pauta.

Punaré e Baraúna

Um triângulo amoroso. Duas versões da história. Punaré e Baraúna, Baraúna e Punaré. Quem Cicica vai ficar? Baraúna ou Punaré? De que vale a honra do homem, sem o amor de uma mulher?

FICHA TÉCNICA
Direção: Hugo Rodas
Elenco e músicos: Abaetê Queiroz, André Araújo, Camila Guerra, Dani Neri, Diana Poranga, Flávio Café, Iano Fazio, Juliana Drummond, Luiz Felipe Ferreira, Márcia Duarte, Nobu Kahi, Pedro Tupã, Rosanna Viegas e Tulio Starling.
Produção: Tulio Starling e Luciana Lobato
Assistente de Produção: Camila Guerra
Operação de luz: Zizi Antunes
Montagem: Flávio Café
Assistente de Figurino: Luiz Felipe Ferreira

SERVIÇO

OperATA – Repertório da Agrupação Teatral Amacaca
19 e 20 de maio
Dias e horários: Sábado às 20h e Domingo às 19h
Local: Galpão Cine Horto (Rua Pitangui, 3613, Horto)
Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)
Informações: (31) 3481-5580
Site para compra de ingressos: //www.sympla.com.br/operata
Capacidade: 200 lugares
Recomendação etária: 16 anos
Duração: 140 minutos

Música

29º Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga homenageia compositor espanhol José de Nebra

Evento promovido pela UFJF, com apoio do Instituto Cervantes BH, será realizado de 22 a 29 de julho e terá a estreia nacional de zarzuela do compositor espanhol

De 22 a 29 de julho, Juiz de Fora recebe a 29ª Edição do Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga, promovido pela Pró-reitoria de Cultura e do Centro Cultural Pró-Música da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Nesta edição, o evento será realizado com apoio do Instituto Cervantes BH, órgão oficial do Governo da Espanha. Os concertos e atividades são gratuitos e os visitantes poderão conferir apresentações de importantes músicos de expressão nacional e internacional.

O destaque deste ano será a homenagem ao compositor espanhol José de Nebra (1702-1768), com a estreia nacional da zarzuela (tipo de ópera cômica espanhola) “Vendado es Amor, no es Ciego”. A montagem tem a direção artística da soprano brasileira Rosana Orsini, que também atua na produção como intérprete, além de contar no elenco com a mezzo-soprano espanhola Nerea Berraondo, o contratenor italiano Enrico Vicinanza e cantores brasileiros selecionados.

“O Festival vai homenagear os 250 anos de morte de José de Nebra, um dos mais importantes compositores dramáticos da península ibérica na primeira metade do século XVIII. Ao apoiar mais este evento, nos consagramos não somente como referência no ensino do espanhol, mas também como disseminador da cultura espanhola”, destaca Luís Javier Ruiz Sierra, diretor do Instituto Cervantes Belo Horizonte.

Segundo o supervisor do Centro Cultural Pró-Música e organizador do evento, Marcus Medeiros “o Instituto Cervantes representa um forte apoio na divulgação do evento, permitindo a expansão de nossos contatos, bem como fortalecendo a credibilidade na qualidade do Festival”, pontua.

A abertura do evento será no dia 22, às 20h, no Cine-Theatro Central, com o concerto da Orquestra de Câmara Sesiminas. Mais informações pelo //www.promusicaufjf.com.br/festival/index.html.

Programação do Festival:

Concertos noturnos

22/07 – 20h
Concerto de Abertura – Orquestra de Câmara SESIMINAS
Local: Cine-Theatro Central

23/07 – 20h
Música antiga, colonial e brasileira para cravo – Mário Marques Trilha
Local: Igreja do Rosário

24/07- 20h
Concerto Quarteto Francisco Mignone, com participação especial de Gustavo Trindade
Local: Teatro Pró-Música

25/07 – 20h
Concerto Quinteto BH Brass
Local: Teatro Pró-Música

26/07 – 20h
Concerto Trio de Choro, com Nilton Moreira, Pedro Mota e Marcos Flávio.
Local: Teatro Pró-Música

27/07 – 20h
Concerto Canções de Lorenzo Fernández, com Veruschka Mainhard, Marcus Medeiros e Quinteto de Cordas
Local: Teatro Pró-música

28/07 – 20h
Concerto de Violino e Piano, com Paulo Bosisio e Valéria Gazire
Local: Teatro Pró-Música

29/07 – 20h
Concerto de Encerramento
Ópera de José de Nebra (comemoração de 250 anos da morte do compositor)
Vendado es Amor, no es Ciego
Local: Cine-Theatro Central

CONCERTOS VESPERTINOS (com regência do maestro Victor Cassemiro)

24/07 – 18h30
Coral Pró-Música
Local: Escadaria do Cine-Theatro Central

25/07 – 18h30
Coral Cesama
Local: Museu de Arte Murilo Mendes

27/07 – 18h30
Coral Pró-Música
Local: Museu de Arte Murilo Mendes

28/07 – 14h
Orquestra Sinfônica Pró-Música
Local: Shopping Jardim Norte

OFICINAS

21 e 22/07, das 9 às 12h e das 14 às 18 h
Local: Instituto de Artes e Design/UFJF
Educação Musical – Enny Parejo (SP)

23 a 28/07, das 9 às 12 h
Local: Instituto de Artes e Design/UFJF
Instrumentos musicais e canto
Canto – Veruschka Mainhard (RJ)
Piano – André Pires (MG)
Violão – Fábio Adour (RJ)
Violino – Paulo Bosisio (RJ)
Violino – Ladislau Brun (MG)
Violino (para crianças) – José Ademar Rocha (SP)
Viola – João Carlos Ferreira (MG) –
Violoncelo – Abel Moraes (MG)
Clarineta – Eduardo Gonçalves (ES)
Flauta Transversa – Nilton Moreira (MG)
Trompa – Gustavo Trindade (MG)
Trompete – Pedro Mota (MG)
Trombone -Marcos Flávio (MG)
Cravo – Mário Trilha (AM)
Flauta Doce – Renata Pereira (SP)

23 a 28/07 – das 13h30 às 15h30
Local: Instituto de Artes e Design/UFJF
Danças Barrocas – Osny Fonseca (SP)
Coral Infantil – Débora Andrade (MG)
Banda Sinfônica – Gilson Pereira (MG)

23 a 28/07 – das 16 às 18h
Local: Instituto de Artes e Design/UFJF
Prática de Orquestra Infantil – José Ademar Rocha (SP)
Orquestra – César Timóteo (MG)

WORKSHOP

26/07. Das 9 às 12h e das 14 às 17h
Local: Cine-Theatro Central
Cenografia – Maquinaria Barroca – Giorgia Massetani e Alicio Silva

XII ENCONTRO DE MUSICOLOGIA HISTÓRICA

19 e 20/07, das 8h30 às 17h40
Local: Auditório Geraldo Pereira- Instituto de Artes e Design (IAC)
//www.promusicaufjf.com.br/emh/

Serviço

29º Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga
Data: 22 a 29 de julho de 2018
Informações: Centro Cultural Pró-Música/UFJF – (32) 3218-0336

Continua lendo

Música

Começam as vendas de ingressos para o Festeja Brasil em BH

Festival que reúne grandes nomes da música sertaneja será realizado dentro do Mineirão, no dia 08 de setembro, com shows de Gusttavo Lima, Léo Santana, Dennis DJ, Maiara e Maraisa, Marília Mendonça, Naiara Azevedo, Zé Neto & Cristiano, César Menotti & Fabiano e Gustavo Mioto

• atualizado em 10/07/2018 às 13:41

Após o sucesso do Festeja Belo Horizonte, que reuniu mais de 60 mil pessoas em 2017, a capital mineira foi escolhida para receber a edição nacional do evento. No dia 08 de setembro, sábado, a partir das 15h, o gramado do Mineirão (Av. Antônio Abrahão Caran, 1001 – São José, Belo Horizonte/MG) será palco para o Festeja Brasilcom um seleto time de artistas: Gusttavo Lima, Léo Santana, Dennis DJ, Maiara e Maraisa, Marília Mendonça, Naiara Azevedo, César Menotti & Fabiano, Zé Neto & Cristiano e Gustavo Mioto.

“O Festeja é sucesso por onde passa e produzir a edição nacional do festival é uma grande satisfação para nós. Reuniremos artistas de ponta dentro do Mineirão, local que, inclusive, recebeu o recorde de público do evento em 2017 e foi um marco para a Nenety Eventos”, conta Cristiano Nenety, um dos organizadores do Festeja Brasil 2018.

O público poderá escolher entre cinco setores para aproveitar a festa com todo conforto e segurança: Arquibancada, Área Vip, Camarote Oficial (open bar de Vodka, cerveja, refrigerante, citrus, suco e água), Front Stage (open bar de whisky, vodka, gin, água tônica, espumante, cerveja, refrigerante, citrus, suco e água e Camarote Premium (de whisky, vodka, espumante, energético, gin, água tônica, cerveja, refrigerante, suco, citrus, água e open food). Os ingressos do lote promocional já estão disponíveis e podem ser adquiridos pelo site www.nenety.com.br, com os valores que variam de R$30 a R$410.

O Festeja Brasil 2018 é uma realização da Workshow em parceria com a Nenety Eventos e o Empresário João Wellington. O Festeja é hoje um dos principais eventos de música do Brasil. Atualmente, são realizadas cerca 40 edições do festival por ano, sendo que desse total, 20 são capitais. Estima-se que em 2017, 1,5 milhão de pessoas passaram pelo Festeja no Brasil inteiro.

Serviço

Festeja Brasil 2018

Data: 08 de setembro, sábado, a partir das 15h

Atrações: Gustavo Mioto, Léo Santana, Dennis DJ, Maiara e Maraisa, Marília Mendonça, Naiara Azevedo, César Menotti & Fabiano, Zé Neto & Cristiano e Gusttavo Lima

Realização: Workshow, Nenety Eventos e Empresário João Wellington

Setores e valores: (LOTE PROMOCIONAL)

Arquibancada (Amarela) – R$30,00

Área Vip – R$90,00

Camarote Oficial – R$160,00

(Open Bar de vodka, cerveja, refrigerante, citrus, suco e água)

Front Stage – R$240,00

(Open bar de whisky, vodka, gin, água tônica, espumante, cerveja, refrigerante, citrus, suco e água)

Camarote Premium – R$410,00

(Open Bar de whisky, vodka, espumante, energético, gin, água tônica, cerveja, refrigerante, suco, citrus, água e open food)

Os valores dos ingressos podem ser alterados sem aviso prévio.

Classificação etária: Arquibancada e Área Vip:  16 Anos

Camarotes Open Bar: 18 Anos

Vendas: www.nenety.com.br

Continua lendo

Música

Vira e Mexe grava DVD ao vivo em Sabará neste domingo

A banda, que completa 18 anos de carreira, subirá ao palco da Festa de Aniversário da Cidade de Sabará, na Praça Melo Viana, para gravação do novo trabalho

• atualizado em 10/07/2018 às 13:41

O grupo Vira e Mexe celebra 18 anos de carreira e quem vai receber o presente são os fãs. Neste domingo, 15 de julho, a partir das 18h, a Praça Melo Viana, na cidade de Sabará, região metropolitana de Belo Horizonte, será tomada pelo swing contagiante do pagodão baiano. A banda escolheu a cidade para ser cenário da gravação de seu novo DVD em comemoração a tantos anos de sucesso. O show terá entrada franca.

Considerados um dos principais destaques do axé no cenário musical mineiro, o Vira e Mexe promete animar o público com muita energia em seu novo projeto. O projeto tem previsão de lançamento para ainda neste ano e contará com músicas inéditas e os grandes sucessos da banda como “Dança da Academia” e “Gordelícia”. Além delas, os hits mais tocados que marcaram a história do grupo também farão parte do repertório e colocarão todos para dançar ao som de “Vira Vira”, “Virou Mania”, “Gata Molhada”, “Dá dá dá do amor”, entre muitas outras.

Comandada pelos vocalistas Wanderson, mais conhecido como “Bodão”, Apolario, popularmente chamado de “Polly”, e a bailarina Mirian Barreto, a banda Vira e Mexe comemora o sucesso e o reconhecimento por parte dos seus fãs. De acordo com os integrantes, tantos anos de carreira tinham que ser comemorados na cidade que os acolheu de braços abertos desde o início da trajetória. A escolha por Sabará deve-se ainda por ser a terra natal de um dos integrantes da banda, o vocalista Bodão, que foi nascido e criado no município, e viu suas habilidades musicais se desenvolverem junto às belezas das obras locais, até romper as barreiras geográficas.

Sobre o Vira e Mexe

Os mineiros começaram tímidos. A primeira apresentação foi no dia 16 de setembro de 2000, no restaurante Mukeka’s, localizado no bairro Serra em Belo Horizonte. De lá para cá nunca mais pararam. Em 2003, a banda que na época era uma das mais requisitadas no estado para participar das principais micaretas e festas em geral, recebeu o apoio da Rádio Extra e gravou seu primeiro CD ao vivo, no antigo Marista Hall. O sucesso foi espontâneo, emplacando desde o primeiro trabalho, várias faixas entre as mais tocadas em Porto Seguro, Curitiba e várias regiões do país. O CD vendeu 25 mil cópias.

Em 2004 e 2005, o Vira & Mexe experimentou um crescimento importante na carreira. Por dois anos consecutivos, integrou o CD Axé Band (da Rádio Band de São Paulo) e foi a única banda fora de Salvador a participar do Axé Brasil (em Belo Horizonte), o maior festival de axé do país. Em abril 2005, a banda realizou a primeira turnê nos Estados Unidos da América, tocando na GV Folia para ausentes, que reunia os brasileiros que moram fora do Brasil.

Depois disso, a alegria e a diversão da banda sempre estiveram presentes nas agendas culturais de Minas Gerais, com apresentações nas maiores casas de shows de todo o estado. No meio de grandes artistas da música baiana, o Vira & Mexe foi crescendo e no ano de 2008 conquistaram seu primeiro DVD, com participações especiais que marcaram história no álbum, tais como: Reinaldo (Terra Samba), Toni Salles (Parangolé), Alan e Alex, MC Biju, Sharon (Dança do quadrado), Eduardo Costa e outros. Nessa trajetória artística, o grupo Vira & Mexe soma 6 CDs e 2 DVDs lançados.

Redes sociais

Facebook: //www.facebook.com/viraemexeoficial/ Instagram: //www.instagram.com/viraemexeoficial/

Serviço

Gravação DVD Vira & Mexe | Sabará- MG

Data: 15 de julho de 2018 (domingo)

Horário: a partir das 18h

Local: Praça Melo Viana, Centro – Sabará/MG

Entrada franca

Classificação: livre

Mais informações: //www.facebook.com/events/133490727526155/

Continua lendo