PRODAP se prepara para mensurar a sustentabilidade de propriedades de pecuária e comercializar créditos de carbono

Por Dentro de Minas - Google News (pordentrodeminas - googlenews)

Rafael Mendes – Divulgação PRODAP.

Empresa especializada em oferecer tecnologias integradas para o agronegócio, de nutrição animal, tecnologia e gestão, pretende acessar novos mercados financeiros e monetizar o carbono para os seus clientes

O agronegócio brasileiro, grande contribuidor do superávit da balança comercial, constantemente implementa inovações a fim de aumentar a produtividade de forma sustentável. Sempre atenta às tecnologias que propiciam contribuições para o setor, a PRODAP, empresa mineira especializada em oferecer tecnologias integradas para o agronegócio e de gerenciamento e nutrição animal para todo o Brasil, em parceria com a CEPTIS Agro, empresa brasileira que detém os direitos da tecnologia suíça no setor de certificação segura e rastreabilidade, está se preparando para certificar a sustentabilidade de seus clientes e comercializar o crédito de carbono para os mesmos.

A PRODAP, em um primeiro momento, ao aplicar suas soluções integradas, tem por objetivo incrementar o resultado financeiro dos seus clientes de forma sustentável dentro da cadeia de produção. Agora, ela pretende ir além, irá mensurar e certificar a sustentabilidade de seus clientes e, com isso, mostrará que a pecuária quando bem gerida pode ser uma grande preservadora do meio ambiente e da sociedade como um todo. Dessa forma, tornando a cadeia de produção mais limpa e eficiente.

Quando uma empresa não consegue reduzir emissões, ela pode comprar créditos. Na prática, o crédito é uma moeda que representa uma tonelada de carbono que deixou de ser jogada na atmosfera. Para ajudá-los a compensar as emissões de gases de efeito estufa, a PRODAP está se planejando e elaborando um protocolo de sustentabilidade seguro unindo a tecnologia PRODAP Views e TrustScore®.

De acordo com Rafael Mendes, diretor de novos negócios da PRODAP, a empresa possui uma estrutura para realizar a emissão do selo de sustentabilidade, pois uma das competências necessárias é a capacidade de fazer o rastreamento dos dados da fazenda. “A PRODAP já possui tecnologias que fazem rastreabilidade segura e que capturam dados e informações como quantidades de animais, localização, se há comida necessária, se o pasto está manejado de forma adequada, se a água consumida é de qualidade, entre outros, em tempo real. Somando suas tecnologias à tecnologia de MRV (Monitoring Reporting and Verification) da CEPTIS Agro, nossa parceira, nos permite mensurar a sustentabilidade da cadeia produtiva de pecuária de corte. Esse foi um dos motivos de criarmos uma aliança estratégica com a CEPTIS Agro e que nos permitirá emitir o selo de sustentabilidade”, afirma.

O diretor também explica que há empresas que querem compensar emissões, mas não sabem como fazer. “Nossa proposta é continuar criando soluções inteligentes e assertivas para o mercado. E a partir da união das duas tecnologias PRODAP Views e TrustScore, será possível fazer a mensuração da sustentabilidade, do sequestro de carbono ou neutralização de carbono dos produtores. Dessa forma, conseguiremos rastrear a cadeia de maneira segura, certificando e rastreando a originação animal para frigoríficos e garantindo os compliances socioambientais, econômicos e de bem estar animal das propriedades”, finaliza.

Total
0
Shares
Reportagem Anterior

Diminuição de custo empresarial: a compensação de jornada como redução de pagamento de horas extras

Próxima Reportagem
Bombeiros encontram mais um corpo em Brumadinho - Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Polícia Civil de Minas identifica mais uma vítima da tragédia em Brumadinho


Postagens Relacionadas