ÚLTIMASSaiba quem são os 16 pré-candidatos à Prefeitura de Belo Horizonte saiba mais
Gerais

Polícia Civil prende três suspeitos de aplicar golpes pela internet em Santa Luzia

Polícia Civil prende três suspeitos de aplicar golpes pela internet em Santa Luzia - Foto: Divulgação/PCMG
Polícia Civil prende três suspeitos de aplicar golpes pela internet em Santa Luzia - Foto: Divulgação/PCMG
  • Suspeitos enviavam para a vítima um comprovante de depósito (falso) e solicitavam que o vendedor entregasse a mercadoria

Após identificar parte de um grupo suspeito de aplicar golpes por meio de sites de compra e venda de produtos e serviços, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu em flagrante três indivíduos em Santa Luzia, região Metropolitana. A ação policial foi na última quinta-feira (27/8), quando também foram apreendidos materiais diversos, entre eles três veículos, celulares e computadores.

As investigações começaram quando a equipe da 2º Delegacia Especializada em Investigação e Repressão ao Furto e Roubo (Depatri) recebeu informações sobre vários golpes em sites de anúncios. Durante as investigações, a os policiais identificaram a forma como a quadrilha agia.

Os estelionatários, para executar o golpe, entravam em contato com o vendedor demonstrando interesse em adquirir o produto anunciado. Durante a negociação da compra, os criminosos conquistavam a confiança das vítimas e, na maioria das vezes, apresentavam-se como policiais militares enviando, inclusive, fotos falsas.

Para dar autenticidade a negociação fraudulenta, após o ‘fechar negócio’, os suspeitos enviavam para a vítima um comprovante de depósito (falso) e solicitavam que o vendedor entregasse a mercadoria para um motorista de aplicativo enviado por eles.

As vítimas, acreditando na veracidade do depósito e que a quantia não havia caído na conta por um atraso do banco, entregavam a mercadoria ao motorista. Elas só se davam conta sobre o golpe horas depois.

Segundo levantamentos, os motoristas, que não pertenciam ao grupo criminoso, entregavam a mercadoria para algum integrante da quadrilha, em via pública, e este levava o produto para um suposto líder da organização, que seria responsável por revendê-lo mais barato.

Conforme explicou o delegado responsável pelas investigações Gustavo Barletta, “esse golpe atinge, pelo menos, três vítimas ao dia e muitas pessoas deixam de registrar a ocorrência”.

As investigações continuam para identificar e prender demais envolvidos no crime, e os materiais apreendidos serão restituídos às vítimas.

7840 Publicações

Sobre
A Por Dentro de Minas é um portal que traz as principais notícias do Estado de Minas Gerais.
Artigos
Relacionados
Gerais

Jorge Marra, acusado de matar candidato a vereador em Patrocínio, se entrega e é preso

Irmão do prefeito, se entregou na tarde deste domingo (27) e prestou depoimento na Delegacia Regional
Gerais

Ônibus é incendiado por criminosos próximo da Penitenciária Nelson Hungria em Contagem

Dois homens encapuzados e atearam fogo no veículo; ninguém foi preso
Gerais

Dupla é presa com 125 barras de maconha em Belo Horizonte

Dois homem já estavam sendo monitorados por atuarem no tráfico de drogas na Região de Venda Nova

Deixe uma resposta