O Por Dentro de Minas é um portal de notícias de Belo Horizonte e todo o estado de MG. Últimas notícias, informações em tempo real do trânsito, previsão do tempo, agenda cultural, emprego, colunas, blogs e coberturas especiais.

Três são presos em operações da Polícia Civil no Sul de Minas

Cinco mandados de busca e apreensão e três de prisão preventiva foram realizados durante operações Forasteiro
Operação Forasteiro - Foto: Divulgação/PCMG
Operação Forasteiro – Foto: Divulgação/PCMG
Índice Hide
  1. Operação Monopólio
Operação Forasteiro - Foto: Divulgação/PCMG
Operação Forasteiro – Foto: Divulgação/PCMG

Nesta sexta-feira (24), a Polícia Civil de Minas Gerais cumpriu cinco mandados de busca e apreensão e três de prisão preventiva em decorrência das operações Forasteiro, em Três Pontas, e Monopólio, em Elói Mendes, no Sul de Minas.

Na segunda fase da operação, que resultou na apreensão de dinheiro, drogas e celulares na casa de um dos suspeitos, em Elói Mendes, que foi preso durante a operação, de envolvimento em um furto na zona rural de Três Pontas.

A operação foi desencadeada a partir de um furto ocorrido no início de fevereiro deste ano que causou grande repercussão na zona rural de Três Pontas. Na ocasião, três suspeitos encapuzados, após danificarem o sistema de segurança do local, teriam subtraído uma arma de fogo e duas televisões, uma delas avaliada em mais de R$ 3 mil e recuperada em Elói Mendes, na primeira fase da operação.

O nome da operação é uma alusão ao fato de o furto ter sido praticado em Três Pontas por suspeitos que moram em Elói Mendes.

Operação Monopólio

Simultaneamente, a operação Monopólio foi deflagrada em repressão qualificada aos delitos de tráfico de drogas, associação para o tráfico e tentativa de homicídio.

Foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva e dois de busca e apreensão nas casas de um dos suspeitos. Um deles já se encontrava no Sistema Prisional após ser preso pela Polícia Militar no dia 4 deste mês em posse de entorpecentes. Este é suspeito de vender drogas a serviço do outro preso.

Segundo apurado, no fim de março, o investigado que estava solto cometeu tentativa de homicídio contra dois moradores do bairro Nossa Senhora Aparecida, em Elói Mendes. A motivação seria o fato de as vítimas terem se recusado armazenar drogas na casa delas, contrariando a ordem do suspeito.

Após a tentativa de homicídio, o indivíduo disparou fogos de artifício contra a casa das duas vítimas para aumentar ainda mais o terror dos moradores. Esses fogos de artifício foram apreendidos hoje (24) em uma das casas do suspeito. Além disso, também foram apreendidos celulares, drogas, moeda estrangeira e grande quantidade de moedas que teria sido obtida com venda de drogas.

O homem que estava solto é suspeito também de causar terror sobre os moradores do bairro cometendo ameaças e agressões físicas, além de dizer que era o novo “disciplinador” do local e que iria punir qualquer ato contrário aos interesses dele.

De acordo com as investigações, a dupla presa estaria envolvida no tráfico de drogas no bairro Nossa Senhora Aparecida, em Elói Mendes, juntamente a outros suspeitos que estão sendo investigados.

O nome da operação se deve ao fato de que um dos suspeitos se autodeclarava a pessoa que mandava no bairro.

Total
0
Shares

Relacionados