Redes Sociais

Educação

Governo de Minas Gerais alavanca ensino profissional e superior com ações na Uemg e Unimontes

Políticas de valorização promovidas pela Sedectes, como efetivação de professores concursados, investimentos em infraestrutura e pesquisa e internacionalização estão entre as principais medidas

A valorização profissional dos mineiros tornou-se umas das principais ações do Governo de Minas Gerais. Capacitar pessoas para o mercado de trabalho e reconhecer o potencial dos profissionais da educação superior estadual são legados da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sedectes).

O cenário em 2015 era desafiador. Reverter o panorama que prejudicava professores e alunos do ensino superior virou uma das maiores lutas da Subsecretaria de Ensino Profissionalizante e Superior. E, para atender todas as demandas, 10 políticas de valorização foram criadas.

De imediato, a política de “Participação, Diálogo e Transparência nas Decisões” começou a ser aplicada em agosto de 2015. Em parceria com a Seplag, a Sedectes criou a Mesa de Negociação Permanente do Ensino Superior com participação efetiva da comunidade acadêmica, sindicatos e movimento estudantil – algo inédito no estado.

Valorização do professor

Até 2014, as universidades Uemg e Unimontes tinham, juntas, cerca de 24% de professores efetivos. Com a Política de Valorização do profissional, as duas universidades conquistaram cerca de 70% de professores efetivos.

Somente na Uemg, o contingente de professores efetivos passou para cerca de 40%, podendo chegar a cerca de 80% com a autorização concedida em 2016 para realização de um novo concurso de 723 vagas. Na Unimontes, este percentual é de cerca de 78%.

Em maio de 2018 foi assinado acordo entre Governo, universidades e sindicatos dos professores que estabelece os parâmetros da nova carreira, com investimento de R$ 85 milhões.

“A titulação e a fixação do docente será estimulada e valorizada. Tem simetria com a carreira dos professores da rede federal. Será criada por lei específica, após a superação das vedações da LRF”, garante o subsecretário de Ensino Profissionalizante e Superior, Márcio Rosa Portes.

Universidades estaduais

Também foi criada a Política de Viabilidade de Infraestrutura de Políticas nas Universidades Estaduais. Na Uemg, foi transferido para João Monlevade um laboratório completo (CBIH) no valor aproximado de R$ 5 milhões. Já a Escola de Design recebeu um laboratório de Gemas e Joias no valor de R$ 220 milhões.

Ainda na Uemg, para a unidade de Frutal todos os encaminhamentos já foram feitos para instalar 16 laboratórios no valor aproximado de R$20 milhões. Com isso, a unidade se tornará um Centro de Desenvolvimento Regional.

Já na Unimontes, houve a conclusão do Centro Tecnológico dos cursos de engenharia, um investimento de R$ 1 milhão. Também os encaminhamentos estão em fase final para doação de um barco pesquisa concluído e navegável, para atuar na Bacia do Rio São Francisco, no valor aproximado de R$ 3 milhões, fruto de uma parceria entre Sedectes e Cemig.

Nova política de cotas

Com participação da comunidade acadêmica, em especial os estudantes, foi publicada a Lei 22.570, de 5/7/2017, para estabelecer a nova política de cotas e o programa de assistência estudantil no âmbito da Unimontes e Uemg. Até então, prevalecia uma sistemática desatualizada de cotas e não estabelecia a assistência estudantil.

Incentivo à pesquisa

Após amplo debate e participação de todas as Instituições de Ensino Superior (IES) estaduais, foi publicada a Lei 22.929, que fortalece a pós-graduação e estimula a inovação, por meio de incentivo à pesquisa e à extensão. Esta lei garante a destinação de recursos da Fapemig, na ordem de até R$ 24 milhões ao ano, para financiamento dos projetos de pesquisa na Uemg e Unimontes.

Internacionalização

O Governo de Minas Gerais publicou o Decreto 46.924, em abril de 2016, criando o Núcleo Mineiro de Internacionalização do Ensino Superior (Numies). A iniciativa conta com o apoio da Fapemig e da adesão de todas as IES públicas sediadas no estado de Minas Gerais, sendo 11 universidades federais, 5 institutos federais, 1 Cefet e 2 universidades estaduais.

Já foram construídas parcerias internacionais com os governos da Holanda e China e acordos estão em tratativas com Portugal, Argentina e Reino Unido.

Programa Aliança Estratégica

Em 2017 foi criado o Programa Aliança Estratégica, com o objetivo de proporcionar ações de desenvolvimento econômico, social e sustentável no estado, por meio da criação de conexões entre as instituições e a sociedade, em parceria com outros agentes do setor público privado.

Educação

Belo Horizonte recebe Salão do Estudante este mês

Terra do Tio Sam é o destino preferido dos brasileiros para estudos, segundo dados do relatório Open Doors de 2018 mostra um aumento de 12% em relação ao ano anterior

Sim! Os Estados Unidos esperam os estudantes em seu solo! Todos os anos são mais de um milhão de alunos internacionais que além de trocar experiências e cultura com os americanos, movimentam mais de 40 bilhões de dólares em sua economia. Os EUA seguem no ranking brasileiro do destino mais procurado. Só em 2018, o número de estudantes que procuram o ensino superior subiu para 14.620, um crescimento de 11,7% em relação ao ano anterior, tornando o Brasil o décimo país que mais envia alunos para o país. Quando falamos em cursos inglês de curta duração, o Brasil é ainda mais popular, ocupando a 5ª colocação.

Os Estados Unidos, em seus 50 estados, distribuídos em mais de 9 milhões de metros quadrados têm cerca de 4.700 universidades e faculdades que oferecem cursos de graduação e aproximadamente 1.700 universidades com cursos de pós graduação. Muitas dessas universidades estarão presentes no Salão do Estudante, que acontece neste final de semana, no Centro de Eventos do Colégio São Luis, em São Paulo. No mês de Março, a feira ainda passa pelas cidades do Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, Salvador, Porto Alegre e Curitiba.

De olho nestes números, as universidades americanas apostam cada vez mais em projetos que facilitem e beneficiem os estudantes estrangeiros no país. No Salão do Estudante, instituições de cerca de 20 estados estarão oferecendo diversos tipos de programas de ensino aos alunos brasileiros, desde o ensino médio – o high-school – até a graduação, passando pelo acampamento de verão e pós-graduação, de todos as partes do país.

Cursos em áreas como administração, economia, relações públicas, cinema, computação, negócios, medicina, direito, artes performáticas, design, relações públicas, além de diversas outras, serão oferecidas pelas instituições presentes no evento.

Além do Consulado Americano que dará informações de como tirar o visto e as sobre o sistema de ensino americano, o Education USA, fonte oficial de informações e orientação sobre o acesso à educação superior nos Estados Unidos, contará com orientadores que atendem pessoas interessadas em programas de graduação, pós-graduação, inglês intensivo e programas de curta duração em instituições americanas.

Nos Community Colleges, instituições de ensino que oferecem os dois primeiros anos do ensino superior com valores mais acessíveis quando comparado as grandes universidades, os alunos têm a oportunidade de frequentar dois anos em uma faculdade e depois transferir o curso para outra faculdade, onde concluirão o bacharelado.

A verdade é que os programas acadêmicos americanos estão cada vez mais diversos e flexíveis. As universidades oferecem financiamento e opções de pagamentos para todos os bolsos. Para aqueles que possuem aptidão, algumas instituições apostam nas bolsas de estudo esportivas. E para os estudantes de pós-graduação que pretendem seguir carreira na área acadêmica e de pesquisa, há o programa de professor e pesquisador assistente.

Por todos esses motivos, este ano no Salão do Estudante, que traz uma área exclusiva dedicada ao país, os alunos brasileiros poderão tirar todas as dúvidas com diretores destas instituições de ensinos americanas, além de conversar com ex-alunos que contarão suas experiências educacional e de vida na terra do Tio Sam.

Serviço – Salão do Estudante

Belo Horizonte

Data: 24 de março

Horário: 14h às 18h30

Local: Mercure Lourdes

Endereço: Av. do Contorno, 7315 – Lourdes, Belo Horizonte – MG

SALÃO DO ESTUDANTE

O Salão do Estudante é a maior feira de intercâmbio da América Latina. Entre mais de 300 expositores, o evento reúne variedades de cursos no exterior e as melhores empresas de intercâmbio do Brasil, para quem procura a melhor faculdade internacional ou simplesmente quer fazer um curso de inglês no exterior. Há oportunidades fora do País para todos os gostos e idades.

Site: www.salaodoestudante.com.br

Continua lendo

Educação

Inscrições abertas para o Mestrado em Biotecnologia da Funed

Mestrado tem como área de concentração a Biotecnologia em Saúde e é constituído por duas linhas de pesquisa

Estão abertas as inscrições para a primeira turma do Mestrado Profissional em Biotecnologia da Fundação Ezequiel Dias (Funed). As aulas iniciarão em março de 2019 e serão ofertadas 15 vagas aos profissionais com nível superior completo, conforme disponibilidade dos orientadores do Programa. As inscrições para o processo seletivo podem ser feitas até às 16h do dia 1º de fevereiro, horário de Brasília.

O Programa visa promover a formação de recursos humanos qualificados para atuação em setores produtivos, empresas de base biotecnológica e instituições de ciência e tecnologia, contribuindo para o desenvolvimento de produtos, processos e novas técnicas de análise e diagnóstico de base biotecnológica.

O Mestrado tem como área de concentração a Biotecnologia em Saúde e é constituído por duas linhas de pesquisa: 1- Bioprodutos e 2- Bioensaios. As inscrições podem ser feitas, gratuitamente, pessoalmente ou enviadas pelos correios para o endereço informado no edital.

O processo seletivo será composto por três etapas. A primeira inclui o deferimento das inscrições, com a verificação da documentação completa e que atenda a todas as especificações do Edital. A segunda é composta por prova de conhecimentos específicos, de caráter eliminatório e classificatório. A prova será baseada em artigo científico em inglês e terá duração de 4 horas, sendo realizada na data prevista no cronograma (calendário do processo seletivo). A terceira etapa consiste na análise de currículo, de caráter apenas classificatório.

Acesse o edital completo do processo seletivo e confira aqui outras informações sobre o Mestrado Profissional em Biotecnologia da Funed.

Continua lendo

Educação

Unimontes abre inscrições para o processo seletivo do Sistema de Seleção Unificada

Processo oferta 1.169 vagas e contempla 49 cursos regulares de graduação ministrados no campus e nos campi da Universidade

As inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (SiSU), no âmbito da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), e demais instituições públicas de ensino superior do país, começam nesta terça-feira (22/1).

A Unimontes, atualmente, oferece 1.169 vagas em por meio SiSU. O Edital do Processo Seletivo 01/2019 também está disponível no site www.sisu.unimontes.br.

A seleção contempla 49 cursos regulares de graduação ministrados no campus-sede e nos campi de Almenara, Brasília de Minas, Espinosa, Janaúba, Januária, Paracatu, Pirapora, Salinas, São Francisco e Unaí – além do núcleo de Pompéu.

Deste total de vagas, 566 são para a categoria de “Ampla Concorrência” (ou Sistema Universal). As outras 603 são ofertadas pelo sistema de reserva de vagas, em consonância com a Lei Estadual, onde se lê: 234 vagas para negros – egressos de escola pública/carente; 234 vagas para egressos de escola pública/baixa renda; 49 para pessoas com deficiência; e 49 vagas para indígenas – egressos de escola pública.

Inscrição

O interessado deverá acessar o site específico do Ministério da Educação, no endereço eletrônico www.sisualuno.mec.gov.br. É necessário utilizar o número de inscrição e a senha utilizada no Enem/2018. Cada pessoa pode escolher até duas opções de curso.

O prazo encerra-se na próxima sexta-feira (25/1), às 23h59, somente pela Internet. O acesso à Unimontes pelo SiSU é feito com base nas notas do Exame Nacional do Ensino Médio, que foram divulgadas no último dia 18 e podem ser consultadas neste link.

No sítio eletrônico, o estudante deverá informar o CPF e a senha pessoal. O candidato não pode ter “zerado” a redação para participar do processo de seleção do SiSU.

Cronograma

O resultado da Chamada Regular 1ª chamada será divulgado em 28 de janeiro. A matrícula on-line para a 1ª Chamada será efetuada entre os dias 30 de janeiro e 4 de fevereiro. Já a efetivação da matrícula deverá ser feita presencialmente, entre os dias 26 a 28 de fevereiro, com a entrega da documentação exigida no Edital 01/2019.

Importante ressaltar, ainda, que os candidatos do sistema de reserva de vagas deverão protocolar a documentação para comprovar as questões socioeconômicas entre os dias 30 de janeiro e 4 de fevereiro, na secretaria geral do campus-sede ou nas secretarias setoriais dos demais campi, tendo como referência o local em que o curso pleiteado é oferecido.

A manifestação para fazer parte da lista de espera – 2ª Chamada – deverá ser feita entre os dias 28 de janeiro e 4 de fevereiro.

Continua lendo