ÚLTIMASSaiba quem são os 16 pré-candidatos à Prefeitura de Belo Horizonte saiba mais
América-MGAtlético-MGPrimeira Liga

Tudo igual! Galo e Coelho ficam no 1 a 1 e futebol mineiro se complica na Primeira Liga

Perto do adeus! Assim está atualmente o futebol mineiro na Primeira Liga 2016. Já eliminado, o Atlético complicou também a situação do América. Os dois times pecaram demais nas finalizações, principalmente o time alviverde no primeiro tempo, e acabaram ficando no empate em 1 a 1. Com o resultado, além do Cruzeiro, a equipe americana também se complicou na competição e está perto de ser eliminada.

O empate deixou os mineiros nas últimos colocações do grupo 1 da Primeira Liga. O Atlético se despediu sem nenhuma vitória na lanterna da chave com apenas um ponto ganho, duas derrotas e um empate. Já o América subiu para a vice-liderança com quatro pontos, mas vale lembrar que o Figueirense e o Flamengo ainda se enfrentam nesta última rodada da fase de grupos. É importante ressaltar que os primeiros colocados de cada chave e o melhor segundo colocado geral se classificam para a semifinal. Por isso, a situação dos mineiros é complicada.

Agora, o América tenta levantar a cabeça após ficar perto da eliminação na Primeira Liga e foca 100% no Campeonato Mineiro 2016. O Coelho, atual quarto colocado, buscará a liderança do estadual diante do Tricordiano no próximo sábado (5), às 16h, no estádio Soares Azevedo, em Muriaé. A equipe de Três Corações não pode jogar no seu estádio, o Elias Arbex, porque ele não atende as exigências do regulamento da competição.

Já o Galo, neste momento na terceira colocação, também quer voltar para a ponta e receberá o Tombense no domingo (6), às 16h, no Independência. Atlético e América tem a mesma pontuação na classificação, dez pontos, porém o time alvinegro leva vantagem no saldo de gols. Os dois jogos citados serão válidos pela sexta rodada do estadual.

Jogo corrido

O América foi melhor que o Atlético no primeiro tempo, criou mais oportunidades, porém pecou demais nas finalizações. Já o time alvinegro errou muitos passes, teve dificuldades na marcação e criou pouco. Apesar disso, o Galo também teve suas chances para abrir o placar, mas também pecou na hora de concluir. O Coelho foi mais incisivo, mostrou velocidade e deu bastante trabalho para o goleiro Giovanni.

Logo no início, aos 2 minutos, o América quase abriu o placar. Bruno Sávio apareceu bem na área, passou pelo goleiro Giovanni e finalizou cruzado, mas mandou para fora. Já, aos 8, Rafael Bastos teve sua chance, porém o goleiro atleticano fez boa jogada. No início, o Coelho deitou e rolou pelo lado esquerdo do Atlético, Patric improvisado no setor tinha dificuldades na marcação.

O Atlético também assustou o goleiro João Ricardo. Aos 17 minutos, Thiago Ribeiro arriscou de muito longe, mas a bola desviou no meio do caminho e quase surpreendeu o goleiro americano, que fez boa defesa e mandou para escanteio. Aguirre percebeu a dificuldade de Patric na marcação pela esquerda e orientou o atacante Hyuri a mudar de lado e a ajudar o lateral atleticano por ali depois dos 20 minutos.

O Coelho começou a pressionar muito e o gol americano cada vez amadurecia mais. O Atlético chegou em parte do primeiro tempo a só assistir o América a jogar. Tony teve chance em chute rasteiro cruzado, a bola atravessou a área e saiu com perigo. Depois, Bryan fez boa jogada e cruzou na área, Jonas ajeitou para Osman e o meia bateu forte, Giovanni fez boa defesa e evitou o gol do adversário. Depois, foi a vez de Sávio aparecer bem no ataque e acertar a trave de Giovanni.

O velho ditado “quem faz, leva” quase entrou em ação no final do primeiro tempo. Aos 46 minutos, Thiago Ribeiro apareceu bem na área após cruzamento e desviou de cabeça para o fundo do gol, porém o árbitro marcou falta do atacante atleticano no lance. A impressão é que o juiz baiano acertou ao marcar a falta. Faltou capricho das duas equipes no primeiro tempo, principalmente do América que criou mais oportunidades. Placar em branco.

Empate persiste

O Atlético melhorou na etapa final e equilibrou a partida na etapa final. O jogo ficou ainda melhor e com as duas equipes buscando o gol, bem corrido. Logo no início o América teve chance em falta cobrada por Jonas, que obrigou Giovanni a fazer bela defesa. Na sequência, o Atlético respondeu com o volante Júnior Urso entrando na área pela direita e chutando cruzado, desta vez foi João Ricardo que fez defesa sensacional.

O que faltava no jogo eram os gols e eles saíram, porém o empate continuou insistindo em ficar no placar. Primeiro o Atlético abriu o placar aos 17 minutos, quando Dátolo fez jogada ensaiada em escanteio pela direita, tabelou com Cazares e chutou de canhota para a área, a bola desviou no lateral-esquerdo Bryan e entrou. O empate americano veio aos 24, quando Giovanni errou na saída de bola e Rafael Bastos aproveitou, o meia americano ajeitou e bateu por cobertura marcando um golaço.

Galo e Coelho tiveram chances para vencer o jogo. Patric acertou bom chute de fora da área e João Ricardo fez boa defesa. Bruno Sávio também teve oportunidade depois de grande defesa de Giovanni, ele tentou de cabeça no rebote e o goleiro atleticano voltou a salvar.

A situação parecia começar a complicar para o Atlético aos 33 minutos, quando o zagueiro Tiago cometeu falta em Bruno Rangel e acabou levando o segundo amarelo. Com um a menos, Aguirre não pensou duas vezes e imediatamente colocou Gabriel em campo na vaga de Hyuri.

Mesmo com um jogador a mais, o Coelho não conseguiu aproveitar a vantagem. O Galo teve chances para desempatar o jogo em contragolpes, porém também não conseguiu definir. Aos 39 minutos, Eduardo ficou cara a cara com João Ricardo, com um companheiro no meio da área e em melhor situação para chutar, ele preferiu finalizar para o gol e bateu em cima do goleiro americano, que fez boa defesa. Mas não teve jeito, o placar foi teimoso e terminou tudo igual no Independência.

Ficha técnica

ATLÉTICO 1 X 1 AMÉRICA

Motivo: 3ª rodada do grupo 1 da Primeira Liga 2016
Data/horário: 02/03/2016, quarta-feira, 19h30
Local: Independência, em Belo Horizonte
Árbitro: Arilson Bispo Anunciação (BA)
Auxiliares: Carlos Henrique Selbach (RS) e Lúcio Beiersdorf (RS)
Público e renda: 6.403 pagantes. Renda de R$ 83.500,00.
Gols: Dátolo (ATL), 17min 2ºT, Rafael Bastos (AME) 24min 2ºT
Cartões amarelos: Tiago (2) e Eduardo (Atlético); Jonas, Tony e Rafael Bastos (América).

Atlético: Giovanni; Carlos César, Edcarlos, Tiago e Patric; Júnior Urso, Eduardo, Dátolo, Juan Cazares e Thiago Ribeiro (Pablo); Hyuri (Gabriel). Técnico: Diego Aguirre.

América: João Ricardo; Jonas (Ernandes), Alison, Sueliton e Bryan; Leandro Guerreiro, Pablo, Rafael Bastos, Tony e Osman (Maranhão); Bruno Sávio (Victor Rangel). Técnico: Givanildo Oliveira.

Por 

230 Publicações

Sobre
Acompanhe as principais notícias do futebol mineiro.
Artigos
Relacionados
Atlético-MGBrasileirão

Atlético-MG x Bragantino: acompanhe ao vivo pelo Brasileirão 2020

Brasileirão 2020 no Por Dentro de Minas – acompanhe Atlético-MG x Bragantino: escalação, informações sobre o jogo, fotos e muito mais
Atlético-MGBrasileirão

Santos x Atlético-MG: acompanhe ao vivo pelo Brasileirão 2020

Brasileirão 2020 no Por Dentro de Minas – acompanhe Santos x Atlético-MG: escalação, informações sobre o jogo, fotos e muito mais
Atlético-MGBrasileirão

Coritiba x Atlético-MG: acompanhe ao vivo pelo Brasileirão 2020

Brasileirão 2020 no Por Dentro de Minas – acompanhe Coritiba x Atlético-MG: escalação, informações sobre o jogo, fotos e muito mais

Deixe uma resposta