Redes Sociais

Atlético-MG

Líder! Com susto de Hyuri no final, Galo bate a Caldense no Horto e assume a ponta do Mineiro

Ensaio! No provável último teste antes da estreia na Copa Libertadores 2016, o Atlético derrotou a Caldense na noite desta quarta-feira (10) em reencontro de finalistas do Campeonato Mineiro de 2015. Na segunda rodada do estadual em 2016, o time alvinegro venceu a equipe de Poços de Caldas por 2 a 0 no Independência e assumiu a liderança do Mineiro. Os gols da vitória foram marcados por Leonardo Silva e Lucas Pratto.

O jogo também foi marcado por um susto no último lance, quando Hyuri acabou atingido pelo goleiro Gilson e chegou até a desmaiar. Ele deixou o campo de maca e com colete cervical, mas já consciente e com muitas dores no pescoço. É a nova preocupação atleticana para a sequência. O Galo já havia ganhado uma dúvida para a estreia da Libertadores antes do jogo. O meia argentino Dátolo teve detectado uma lesão na região posterior da coxa direita, foi vetado e nem chegou a enfrentar a Caldense.

Vitória sobre a Caldense também foi marcada por desmaio de Hyuri no final do jogo - Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

Vitória sobre a Caldense também foi marcada por desmaio de Hyuri no final do jogo – Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

Antes de começar a sua caminhada na Libertadores, o Galo volta a campo no próximo sábado (13) novamente pelo Mineiro. O time alvinegro vai a Divinópolis visitar o Guarani, às 17h, no Farião. Apesar disso, o Atlético deve jogar contra o Bugre com time reserva. Vale lembrar que o elenco atleticano embarca na manhã de domingo para Lima, no Peru, e na segunda seguirá para Arequipa, cidade onde vai ser realizado o duelo contra o Melgar-PER. A estreia na Libertadores será na próxima quarta-feira, dia 17, às 21h45.

Já a Caldense, que deixou o G-4 do Mineiro após a derrota para o Atlético, tentará se reabilitar e voltar ao grupo dos quatro primeiros no próximo domingo (14). A Veterana volta para casa e receberá o Uberlândia, às 16h, em Poços de Caldas.

O jogo

Zagueiro-artilheiro, Léo Silva abriu o placar para o Galo no primeiro tempo - Foto: Doug Patrício

Zagueiro-artilheiro, Léo Silva abriu o placar para o Galo no primeiro tempo – Foto: Doug Patrício

O primeiro tempo de Atlético e Caldense começou bem pegado e com muitas faltas nos primeiros 15 minutos. O Galo explorou bastante os lados do campo com Marcos Rocha e Luan na direita e Douglas Santos e Patric na esquerda. As principais jogadas alvinegras eram em chutes de longe e bolas alçadas na área. Já a Veterana tinha como proposta de jogo, marcar bem os donos da casa e tentar sair rápido nos contragolpes.

O Galo teve algumas boas oportunidades para abrir o marcados. A primeira foi aos 11 minutos, quando Patric recebeu belo cruzamento na área e, de frente pro gol, acabou cabeceando para fora. Já aos 29, linda tabela atleticana e Donizete apareceu bem pela direita, ele cruzou e a bola ficou para Patric na área, o lateral alvinegro não viu Pratto no meio e preferiu tentar o chute, mas mandou para fora.

Se dentro da área estava difícil, por que não tentar de fora? Pois é, foi o que Leandro Donizete pensou e quase marcou. O volante atleticano chutou duas vezes de longe, aos 34 e aos 38, e mandou para fora com perigo. A segunda finalização passou ainda mais perto do gol da Caldense.

O ataque não conseguia resolver, então foi preciso que o zagueiro-artilheiro entrasse em ação para que o Atlético conseguisse abrir vantagem no primeiro tempo. Aos 42 minutos, Dodô cobrou escanteio na área e Leonardo Silva subiu mais que a defesa da Veterana cabeceando para o fundo do gol. 1 a 0.

A Caldense teve algumas chances na primeira etapa. O baixinho veterano Ewerton Maradona tentou de cabeça aos 18 minutos, mas mandou para fora. Rafael Estevam também teve uma oportunidade aos 33, mas acabou isolando ao receber bola na área. Não teve jeito, vantagem atleticana na primeira etapa. 1 a 0.

Pratto volta a marcar

Pratto, em posição irregular, acabou com seu jejum de gols e definiu a vitória atleticana no Horto - Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

Pratto, em posição irregular, acabou com seu jejum de gols e definiu a vitória atleticana no Horto – Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

O Atlético continuou dominando o jogo na etapa final. A Caldense até tentou lutar e chegar mais ao ataque, porém não conseguiu muita coisa e ainda sentiu o gol após levar o segundo gol. Já o Galo melhorou com as mudanças de Aguirre e conseguiu uma atuação melhor que a do primeiro tempo.

A Veterana conseguiu fazer o goleiro Victor trabalhar no início, mas depois caiu de produção. No primeiro minuto, Ewerton Maradona pegou sobra de bola e arriscou o chute, mas o goleiro atleticano foi bem no lance e fez a defesa. Depois disso, a Caldense teve dificuldades para criar outras oportunidades.

O técnico Diego Aguirre realizou algumas mudanças no jogo. Ele colocou Hyuri no lugar de Dodô, Pablo entrou na vaga de Patric e Lucas Cândido substituiu Luan. Já Gian Rodrigues, técnico da Caldense, mandou a campo Marciel, Marcinho e Rafamar nas vagas de Ewerton Maradona, Edu e Marcelo Régis. Mas as alterações da Veterana não surtiram nenhum tipo de efeito.

O Galo continuou melhor e quase marcou outro gol em jogada aérea. Aos 12 minutos, Tiago apareceu livre na área após cruzamento de Marcos Rocha e cabeceou para fora com perigo. No minuto seguinte, o segundo gol alvinegro saiu. Após chutão de Victor para frente, Léo Silva apareceu livre e rolou para Pratto na área, o argentino bateu forte no canto e acabou com o seu jejum de gols. A impressão é que os dois jogadores estavam em posição irregular. 2 a 0.

Susto

Hyuri foi atingido pelo goleiro Gilson no final do jogo. Árbitro nada marcou no lance - Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

Hyuri foi atingido pelo goleiro Gilson no final do jogo. Árbitro nada marcou no lance – Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

No último lance do jogo diante da Caldense, o Atlético ganhou uma grande preocupação. Hyuri recebeu lançamento na área e acabou atingido pelo goleiro Gilson, que chegou atrasado no lance. O atacante atleticano chegou a desmaiar. Já consciente, ele queixou muito de dores no pescoço e teve que deixar o campo de maca e colete cervical.

Aliás, no lance em que Hyuri se machucou deveria ter sido marcado pênalti a favor do Galo. O goleiro Gilson chegou atrasado, não pegou na bola e só atingiu o atacante atleticano. O árbitro Ronei Cândido Alves não viu penalidade e apitou o final do jogo logo depois.

ATLÉTICO 2 X 0 CALDENSE

Motivo: 2ª rodada do Mineiro 2016
Data/horário: 10/02/2016, quarta, 21h45
Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Ronei Cândido Alves (CBF)
Auxiliares: Pablo Almeida Costa (ASP-FIFA) e Marcus Vinícius Gomes (CBF)

Público e renda: 8.293 torcedores. Renda de R$ 108.745,00.

Gols: Leonardo Silva (ATL), 42min 1ºT, Lucas Pratto (ATL), 13min 2ºT

Cartões amarelos: Gilson, Marcel, Marcinho e Rafael Estevam (Caldense)

Atlético: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Tiago e Douglas Santos; Rafael Carioca, Leandro Donizete, Patric (Pablo), Dodô (Hyuri) e Luan (Lucas Cândido); Lucas Pratto. Técnico: Diego Aguirre.

Caldense: Gilson; Jefferson Feijão, Marcelinho, Paulão e Rafael Estevam; Michel Benhami, Michel Elói, Tiago Azulão e Ewerton Maradona (Marcel); Marcelo Régis (Rafamar) e Edu (Marcinho). Técnico: Gian Rodrigues.

Por

Continua lendo
Publicidade
Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Atlético-MG

Atlético-MG x Villa Nova-MG: acompanhe ao vivo pelo Mineiro 2019

Mineiro 2019 no Por Dentro de Minas – acompanhe Boa Esporte x América-MG: escalação, informações sobre o jogo, fotos e muito mais

Continua lendo

Atlético-MG

Atlético-MG x Tupi: acompanhe ao vivo pelo Mineiro 2019

Mineiro 2019 no Por Dentro de Minas – acompanhe Atlético-MG x Tupi: escalação, informações sobre o jogo, fotos e muito mais

• atualizado em 16/02/2019 às 18:49

Continua lendo

Atlético-MG

Caldense x Atlético-MG: acompanhe ao vivo pelo Mineiro 2019

Mineiro 2019 no Por Dentro de Minas – acompanhe Caldense x Atlético-MG: escalação, informações sobre o jogo, fotos e muito mais

• atualizado em 09/02/2019 às 16:44

Continua lendo