ELEIÇÕES 2020Veja os 15 nomes dos candidatos a Prefeito em Belo Horizonte saiba mais
Últimas de Variedade

1º FeNAPI – Festival Nacional de Arte para as Infâncias de Belo Horizonte

Por Dentro de Minas - Google News (pordentrodeminas - googlenews)

Belo Horizonte recebe entre os dias 14 e 21 de abril a primeira edição do FeNAPI – Festival Nacional de Arte para as Infâncias de Belo Horizonte, que vai ocupar 10 locais da capital mineira – teatros, praças e espaços alternativos. As apresentações compreendem 13 trabalhos nas áreas de teatro, dança e performance, originários de Pernambuco, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Pindamonhangaba, interior de Minas Gerais, Belo Horizonte e região metropolitana. Os ingressos para os espetáculos serão vendidos a preços populares de R$ 5 (inteira) e R$ 2,50 (meia-entrada), na bilheteria dos teatros ou pelo Sympla. Mais informações para o público: facebook/fenapibh e @fenapi.bh. O FeNAPI – BH tem idealização e realização da Insensata Cia de Teatro – que completa 10 anos este ano -, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Belo Horizonte com patrocínio da UNIMED BH.

“O principal objetivo do Festival é afirmar a arte para as infâncias enquanto terreno de fruição, experiência estética e pesquisa, questionando hierarquias e o mercado de consumo”, explica uma das idealizadoras do festival, a pesquisadora de arte para as infâncias, Brenda Campos. Segundo a estudiosa, o conceito de Infâncias, no plural, valoriza a imaginação como sendo algo não pertencente somente à criança, mas à cada indivíduo, em qualquer fase da vida. “A fruição do espetáculo é para todas as idades, antes da lição de moral e do desenvolvimento pedagógico, porque acreditamos que a criança comunga de um mesmo universo que o adulto, de forma horizontal. Muitas produções ainda subestimam a capacidade de percepção dos pequenos”, questiona Brenda, idealizadora e coordenadora do festival que também integra a Insensata Cia de Teatro – o grupo desenvolve desde 2009 pesquisa dedicada às infâncias.

Para a curadora do FeNapi, Carol Fescina, o desejo é que o Festival funcione como um grande quintal, onde o encontro e as infâncias sejam protagonistas. “Acreditamos que construções coletivas e que prezam pela porosidade contribuem para criarmos lugares sociais mais amplos e horizontais”.

Nesta primeira edição será apresentado um panorama de 13 trabalhos de artistas e grupos brasileiros comprometidos com as crianças em todo o Brasil, alguns deles inéditos em Belo Horizonte, como“Pequenices: Minipeça Viajante de Dança (RS) e Juvenal, Pita e o Velocípede (Rio de Janeiro / RJ). A curadoria do festival considerou, como critério de seleção, espetáculos com foco na experimentação artística e que compreendam temas e estéticas destinados ao público de todas as idades. As propostas foram selecionadas por meio de chamamento público, divulgado nas redes sociais da Insensata Cia de Teatro e do festival.

Além dos espetáculos e performances, o festival prevê ainda uma programação gratuita como a palestra com o jornalista e dramaturgo Dib Carneiro, oficinas, bate-papos, seminário e o painel crítico, que irá reunir textos de jornalistas convidados sobre a programação. “O objetivo das atividades formativas é quebrar com as barreiras que ainda existem entre as produções, os projetos de pesquisas e a atividade acadêmica dedicada às infâncias, estimulando a atividade reflexiva”, completa Keu Freire, idealizador e coordenador do festival.

Para o jornalista, crítico e dramaturgo Dib Carneiro Neto (SP), que dará a palestra “Valorizando a imaginação”, iniciativas com foco na pesquisa cênica e reflexão sobre as infâncias ainda precisam de muito apoio para a quebra de preconceitos e de tabus. “A essência do teatro é o encontro. Quando surge um novo festival, é isso o que primeiro deve ser compreendido e aplaudido: a possibilidade de encontro. Encontro dos artistas com o público, encontro do público com as infinitas possibilidades de manifestações cênicas, encontro dos pensadores de teatro com os artistas e com o público, encontro das autoridades locais com a magia dos palcos. Celebrações que levam a descobertas e aprendizados“, afirma dramaturgo premiado que já passou por veículos como Veja São Paulo e O Estado de S. Paulo e atualmente é responsável, em São Paulo, pelo site Pecinha É a Vovozinha, portal de notícias sobre teatro infantil, do qual é fundador e editor-chefe.

PROGRAMAÇÃO  RESUMIDA

A abertura do FeNAPI, no dia 14 de abril (domingo), na Praça da Liberdade, conta com a intervenção “Intermitentes ou vai e vem” (grupo Teatro & Cidade), às 17h, e o espetáculo “Memórias de um Quintal” (BH), da Insensata Cia de Teatro, às 18h, além de um Quintal – espaço aberto para brincadeiras, jogos, lanche, trocas de ideias e compartilhamento de vivências entre os participantes – espaço que será montado ao longo do festival em diferentes dias na Praça da Liberdade e no Parque Municipal.

A programação do festival, que se estende ao longo de uma semana em teatros e espaços públicos, promoverá 13 apresentações cênicas (6 de BH, 3 de cidades do interior de Minas e 4 de outros estados do país), com Painel Crítico de análise dos espetáculos por convidados ao final. Serão oferecidas duas oficinas nacionias – “Jogos teatrais com objetos”, com Henrique Sichtin (Cia Truks), e “CBTIJ,  ASSITEJ  e  ITYARN:  instituições  de  fomento  ao  teatro  para  crianças e  jovens”, com Paulo Merisio (Trupe de Truões); uma palestra com o jornalista e dramaturgo Dib Carneiro Neto (SP), com o tema “Valorizando a imaginação”, e o Seminário “Arte Infância”, com comunicações de pesquisadores que investigam a arte para as infâncias.

SOBRE INSENSATA CIA DE TEATRO

O 1º FeNAPI é idealizado e realizado pela Insensata Cia de Teatro, no ano em que comemora 10 anos de existência. Fundada em 2009 a companhia vem, desde 2014, de maneira ininterrupta, desenvolvendo pesquisa dedicada ao teatro para as infâncias. “A gente defende a fruição do espetáculo pra todas as idades antes de qualquer coisa, antes da lição de moral, do desenvolvimento pedagógico, porque acreditamos que a criança compartilha de um mesmo universo que o adulto, sem hierarquia ou um distanciamento de ficar supondo o que a criança precisa”, diz Brenda Campos.

Em nossa cultura ainda prevalece uma concepção de infância que coloca a criança como incapaz, o que leva a construção de muitos tabus, do que se pode ou não fazer e discutir nas produções destinadas a tal público. “Na tentativa de quebrar com as barreiras que ainda existem entre a prática e a produção crítica e acadêmica, além das apresentações que já se caracterizam como atividade de formação de público, nas palestras, nas oficinas, bate-papos e críticas que serão desenvolvidas em parceria com críticos e pesquisadores da área, pretendemos impulsionar o pensamento crítico sobre o Teatro para as Infâncias”, diz Keu Freire.

SERVIÇO

FeNAPI – Festival Nacional de Arte para as Infâncias de Belo Horizonte

Quando: 14 a 21 de abril (domingo a domingo)

Espetáculos – Oficinas – Palestras – Painel Crítico – Seminário – Quintal de vivências

Onde:

Cine Theatro Brasil (Teatro de Câmara) – Av. Amazonas, 315 – Centro

Palácio das Artes (Sala João Ceschiatti) – Av. Afonso Pena, 1537 – Centro.

Parque Municipal – Av. Afonso Pena, 1377 – Centro.

Praça da Liberdade: Praça da Liberdade, s/n – Funcionários.

Praça Duque de Caxias: Praça Duque de Caxias, 220 – Santa Tereza.

Sesc Palladium (Grande Teatro) – Av. Augusto de Lima, 420 – Centro.

Teatro Espanca! – R. Aarão Réis, 542 – Centro.

Teatro Nossa Senhora das Dores- Av. Francisco Sales, 77 – Floresta.

UFMG (Escola de Belas Artes e Teatro Universitário): Av. Pres. Antônio Carlos, 6627 – Pampulha.

Quanto: R$ 5 (inteira) e R$ 2,50 (meia-entrada)

Vendas: bilheterias e sites dos teatros

Mais informações: [email protected]

Inscrições para oficinas, seminários e palestras pelo formulário online disponível nas redes sociais do festival ou solicitado pelo email [email protected]

Mais informações para o público: facebook/fenapibr e @fenapi.bh

7892 Publicações

Sobre
A Por Dentro de Minas é um portal que traz as principais notícias do Estado de Minas Gerais.
Artigos
Relacionados
Últimas de Variedade

Tudo sobre o CBD no Brasil

Tudo sobre canabidiol Quando falamos de canabidiol, rapidamente pensamos em canábis, que, ao mesmo tempo, nos lembra dos efeitos colaterais conhecidos e…
Últimas de Variedade

Relembre as principais dicas para decorar a sua casa neste Natal de 2020

O final do ano está chegando e com ele, todas as famílias começam a se planejar na hora de decorar a casa…
Últimas de Variedade

A procura pelo sexo sem compromisso tem endereço web

Vivemos em um mundo em constante evolução, onde os costumes se adaptam de acordo com o progresso tecnológico. Se adapta, incrementa e…

Deixe uma resposta