Manifestação termina com confusão e detidos em BH



Um manifestação no Centro de Belo Horizonte, contra o aumento nas passagens do transporte coletivo na capital, durante a noite desta quarta-feira, terminou com confusão e detidos pela Polícia Militar.

A Polícia Militar (PM) apreendeu cerca de 60 pessoas e foram levado para o porta da Central de Flagrantes (Ceflan) e foram levado nesta quinta-feira (13), pela manhã.

A manifestação foi organizada pelo Tarifa Zero e Passe Livre. A concentração teve início por volta das 17h, na Praça Sete. De lá, a passeata seguiu pela Avenida Afonso Pena e subiu a Rua da Bahia.

Cerca de 250 pessoas participavam do protesto, segundo a Polícia Militar e para os organizadores estimaram 1,5 mil. Durante a confusão a PM, usou bombas e balas de borracha para dispersar o ato.

Um repórter fotográfico, do jornal O Tempo, foi atingido por um tiro de borracha, segundo a Sempre Editora, proprietária do jornal e em nota, pediu que as agressões e ameaças sofridas por seus jornalistas fossem investigadas e afirmou que “condena excessos cometidos pela Polícia Militar na contenção a manifestações populares”. Além do fotográfico outras 20 pessoas ficaram feridas.

Total
0
Shares

Relacionados
Total
0
Compartilhar