BH tem mais de 90% dos servidores do INSS em greve



Em Minas Gerais, servidores público federais estão de greve por tempo indeterminado, segundo o balanço do Sindicato dos Trabalhadores em Seguridade Social, Saúde, Previdência, Trabalho e Assistência Social (Sintsprev/MG) 90% dos funcionário estão parados em Belo Horizonte.

Estão afetadas serviços do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) como agendamento de perícia médica, liberação de aposentadoria e contagem de tempo de serviço, os reagendamento será realizado pela própria APS e o segurado poderá confirmar a nova data ligando para a Central 135 no dia seguinte à data originalmente marcada para o atendimento.

O servidores reivindica 27,5 %  de reajuste salarial, além de melhoras nas condições de trabalho. No interior de Minas, 72 agências estão com serviço suspenso. Ao todo 182 agências e 2.825 funcionários estão prejudicadas. Na capital mineira são nove postos de atendimento, além das agências de Decisões Judiciais e Acordos Internacionais, que funcionam no mesmo local. Segundo o ministério, do total de 1.605 unidades 196 estão paralisadas, 273 funcionam parcialmente e no total, 1.294 servidores aderiram à greve, o que equivale a 3,98%.

Comentários
Total
0
Shares

Relacionados
Total
0
Share