Servidores de BH e Contagem fez manifestações nesta quarta


Servidores municipais voltam a protestar nas ruas da capital mineira, nesta quarta-feira (27). Segundo o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Belo Horizonte (Sindibel), o ponto de partida da manifestação desta quarta-feira (25) foi o Hospital Odilon Behrens, unidade que integra a rede municipal de saúde.

A grave começou na segunda-feira (25), e segundo o sindicado da catégoria, cerca de 60% dos profissionais da área estão de grave, e durante a passeata, o grupo fez um minuto de silêncio em homenagem as vítimas da queda do Viaduto Guararapes, em junho de 2014.

Contagem

Em Contagem, na Grande Belo Horizonte, das áreas de educação, saúde e administração, cruzaram os braços na manhã desta quarta-feira (27), de acordo com os sindicatos das categorias. A paralisação tem previsão de durar 72 horas.

Cerca de 70% da categoria aderiram ao movimento, 62 escolas aderiram à paralisação. Mas algumas mantiveram as atividades.

Um caixão marcava o ato e simbolizava a situação de precariedade do serviço público da cidade. Eles reivindicam melhorias nas condições de trabalho e reajuste salarial.

A administração ressaltou que foi concedido aumento de 10% no valor do vale-refeição dos servidores da saúde.

Por Redação, com G1 MG

Total
0
Shares

Relacionados