Operação de combate a fraude no DPVAT apreende mais de 30 pessoas



A Polícia Federal, fez uma operação para combater um esquema de frande no DPVAT (Seguro Obrigatório de Danos Pessoais) nesta segunda-feira, e o prejuízo de cerca de R$28 milhões.

A operação é realizado em Minas Gerais, Goiás, Espírito Santo, Bahia e Brasília. Já foram presos agentes, delegado da Polícia Civil, policial militar, advogados, médicos, fisioterapeutas e empresários pela PF. Serão cumpridos 229 mandados judiciais, sendo 41 de prisão, sete conduções coercitivas, 61 de busca e apreensão, 12 afastamentos de cargo público, 51 de sequestro de bens e 57 afastamentos de sigilo bancário.

A operação acontece nas cidades de Almenara, Bocaiuva, Brasília de Minas, Capelinha, Capitão Eneas, Coração de Jesus, Corinto, Cristália, Curvelo, Diamantina, Espinosa, Francisco Sá, Janaúba, Januária, Japonvar, João Pinheiro, Juiz de Fora, Lontra, Manga, Minas Novas, Mirabela, Monte Azul, Paracatu, Pirapora, Porteirinha, Ribeirão das Neves, Salinas, São Francisco, São João da Ponte, Sete Lagoas, Taiobeiras, Turmalina, Várzea da Palma, Rio de Janeiro, Guanambi e Urandi, envolvendo os estados de Minas Gerais, Bahia e Rio de Janeiro.

Total
0
Shares

Relacionados
Total
0
Share