Aprenda como hackear celular de forma efetiva e de bem segura

O que você precisa entender para saber como hackear um celular de maneira definitiva, eficiente e sem correr riscos desnecessários
Por Dentro de Minas - Google News (pordentrodeminas - googlenews)

Como hackear celular de forma segura e eficiente?

Hackear celular e, assim, ter acesso a informações de outras pessoas é um desejo de muitas pessoas, por vários motivos diferentes. Não à toa, a indústria de ferramentas e de métodos para fazer com que isso seja possível não para de crescer.

No entanto, junto com essas soluções, muitas fraudes também surgem, o que pode – e, geralmente, faz – acabar em problemas para o próprio usuário, como perda de dados sigilosos, como senhas de cartão e de contas.

Entretanto, como tudo na vida, não devemos encarar a situação de maneira extremista. Ou seja, não é que não existam formas seguras e eficientes para que você consiga raquear celular, mas nem todas são, de fato, operacionais.

É exatamente sobre isso que este artigo se desenrolará. De maneira didática, segura e muita completa, desenvolvemos um guia prático para que você, finalmente, aprenda como usar o aplicativo para rastrear celular de outra pessoa. De início, vamos comentar um pouco mais sobre a viabilidade de nossa tarefa em tela.

É possível hackear celular em 2021?

Sim. No entanto, gostaríamos de elencar alguns aspectos que você precisa tomar em consideração antes de escolher uma ferramenta ou um método para executar esta tarefa. Isso é importante para que você não seja mais uma, das inúmeras, vítimas de golpes online.

  • Não há almoço grátis → isso quer dizer que não existem maneiras, métodos, técnicas ou ferramentas sem nenhum custo para realiza a tarefa. A menos, claro, que você já seja um hacker.
  • Não há mágicas → é comum, quando pesquisamos sobre como raquear celular, encontrarmos resultados que prometem invadir celular com quase nenhuma informação, geralmente, em um clique. Isto é impossível. Não há, por exemplo, uma forma de hackear celular pelo número. Aliás, este ponto é tão chave que o nosso próximo tópico será sobre ele.
  • Nada na internet é totalmente seguro → em possa da informação que já trouxemos, utilize-as pensando nos seus próprios dados. Nada na internet é cem por cento seguro, isto inclui os seus próprios dados e senhas.

Agora, vamos falar do maior erro que as pessoas cometem quando procuram uma forma de invadir celular de alguém.

 

É possível invadir celular pelo número ou com informações básicas?

Não. Mas, existem, como mencionamos, uma infinidade de “serviços” que prometem fazer isso. São os famosos golpes, ou fraudes. Mas o que eles ganham com isso? Há muito por trás, mas, em suma, duas são as hipóteses mais comuns:

  • Tráfego para sites e aplicativos → um dos pontos que motivam esses golpes é gerar tráfego para determinados programas ou páginas. Deste modo, quando o usuário clica em um determinado botão que promete hackear celular, ele é redirecionado a uma página de interesse daquele site ou, ainda, baixa um software indesejado no seu computador.
  • Roubo de dados e senhas → este, embora um pouco menos comum, é o mais perigoso dos motivos. Quando o usuário clica no suposto botão que o permitira raquear celular, ele termina por baixar, sem perceber, um vírus. A partir daí, todas as suas senhas e outros dados sensíveis serão capturados e remetidos a outra pessoa, sem que você perceba. Prejuízo na certa.

Mas, então, como invadir celular Android ou iOS com segurança, você deve estar se perguntando. É agora que a informação mais importante acontece.

Como invadir celular Android ou iPhone de maneira simples, segura e efetiva?

A boa notícia é que existem dois métodos que servem para você invadir celular desta maneira. No entanto, como veremos, um é muito mais completo e poderoso do que o outro. Começaremos do menos potente: o uso de um keylogger.

Método #1: o que é e como funciona um keylogger?

Keylogger é o nome que se dá a um software capaz de registrar em arquivos, normalmente, escondidos em um computador, todas as teclas que nele são tocadas, evidentemente, na ordem que isso ocorre.

Posteriormente, esses arquivos são enviados a outra máquina – da pessoa por trás do uso do keylogger – de forma a revelar tudo aquilo que o outro usuário digitou, a incluir senhas, nomes de usuários e outros dados. Deste modo, a invasor consegue acessar basicamente qualquer conta do celular daquela pessoa.

No entanto, há algumas falhas neste processo. Os keylogger, por si só, podem ser pesados, travar o celular da pessoa, minar a bateria e sobrecarregar o processamento, coisas que podem levantar suspeitas para a vítima.

Além disso, também seria necessário que você convencesse a pessoa a instalar um destes programas em seu próprio celular, o que não nos parece uma tarefa fácil, em especial, nos dias de hoje, visto que todos temos uma boa noção do perigo, em especial, online.

Então, vamos ao próximo método: os aplicativos espiões.

Método #2: o que é e como funcionam os aplicativos espiões?

Os aplicativos espiões são apps que contam com tecnologia de última geração, uma grande infraestrutura, profissionais de TI de alto nível técnico. Deste modo, eles se infiltram no celular da pessoa alvo e, de maneira sigilosa e totalmente remota, capturam os dados daquele dispositivo e os replicam em um painel de controle exclusivo da ferramenta, ao qual o acesso é exclusivo do assinante.

Evidentemente, existem muitos desses aplicativos disponíveis, com funções, preços, planos, credibilidades e garantias diferentes. Mas, para que você otimize o seu tempo, nós efetuamos uma bateria de testes nos mais famosos do mercado para apresentar o melhor deles, direto e reto: o mSpy.

O mSpy é o líder de mercado deste segmento há muitos anos e se saiu impecável em todos os testes a que o submetemos. Alguns dos destaques da ferramenta são:

  • Discrição profissional → nem bateria, nem processamento do celular no qual o mSpy se instalou foi prejudicado, de forma a tornar impossível notar alguma diferença. Além disso, o software também não deixa nenhum rastro, como ícones ou mensagens;
  • Intuitividade → o Painel de Controle mSpy é, de longe, o mais fácil de operar, capaz de ser utilizado por pessoas que não tenham nenhuma familiaridade com este tipo de aplicativo. Além disso, a sua instalação é muito rápida e prática, levando pouquíssimos minutos;
  • Suporte ao Cliente → sempre que entramos em um novo território, é imprescindível que tenhamos à nossa disposição um bom atendimento ao cliente. O mSpy oferece conteúdo explicativo em português, além de diversos canais de atendimento, como chat, tíquetes por e-mail e telefone;

Mas, o grande ponto positivo do app é mesmo a gama de funções oferecidas pelo melhor preço do mercado. Com ele, será possível:

  • Rastreamento de chamadas (duração, frequência, dados do contato);
  • Rastreamento de mensagens SMS (enviadas, recebidas e, inclusive, deletadas);
  • Rastreamento de mensagens das principais redes sociais (Facebook, Insta, Snapchat, WhatsApp e outras várias);
  • Rastreamento de fotos, vídeos e arquivos de textos (enviados e recebidos);
  • Rastreamento de localização via GPS em tempo real;
  • Rastreamento do histórico de navegação de todos os navegadores do celular alvo;

E muito mais.

E, agora que você já sabe como fazer para raquear celular, pode estar preocupado com o seu próprio aparelho. Pois bem, nós mostraremos a seguir alguns aspectos que você deve prestar a atenção para descobrir se alguém está tentando hackear celular de outra pessoa.

Além disso, também traremos algumas dicas para aumentar a segurança do seu aparelho e das suas contas.

Como descobrir se o meu celular foi hackeado?

Não há, de fato, uma receita mágica, como tudo acerca de raquear celular e de tarefas similares. Entretanto, normalmente, é comum que técnicas mais antigas e programas menos eficientes deixem vestígios. Alguns dos mais comuns são:

  • Ícones desconhecidos;
  • Mensagens de aplicativos que você não conhece no seu celular;
  • Queda no rendimento da bateria do celular;
  • Queda na performance do processador do celular;
  • Consumo de memória inexplicável;
  • Travamentos constantes, mesmo sem executar aplicativos ou realizar tarefas pesadas;

Note que isso são algumas das possibilidades, mas, mesmo caso elas estejam ocorrendo em seu celular, não significa necessariamente que alguém esteja tentando hackear celular seu. Pode ser por vários motivos. Mas, de qualquer maneira, é recomendável que fique alerta.

Para evitar maiores dores de cabeça, nada melhor do que se prevenir. Eis algumas dicas de segurança:

  • Evite emprestar o seu celular ou deixá-lo sem código na mão de outras pessoas;
  • Utilize recursos extras de segurança, como aplicativos que permitem adicionar senhas;
  • Utilize, além das senhas padrão, a identificação por digital e/ou por reconhecimento facial;
  • Habilite a verificação de dois passos de todas as suas redes sociais;
  • Não utilize conexões abertas ou estranhas;

O que podemos afirmar sobre tudo isso após esta demonstração de como raquear celular? Vamos ao nosso final.

O nosso veredito

A primeira medida, sem dúvidas, para você que deseja hackear celular é se atentar aos casos abundantes de fraudes e de golpes que listamos em nosso conteúdo. Deste modo, seguramente, metade dos seus problemas estarão resolvidos.

Depois, embora os keyloggers possam funcionar, como vimos, trata-se de um método com limitações e que já foi superado pelos aplicativos espiões há muito tempo. Aqui, mais um passo extremamente sensível: a escolha de um deles.

Muitos funcionam, mas com recursos, profissionalismo, suporte ao cliente e planos diferentes. E – palavra de quem testa essas ferramentas regularmente em laboratórios especializados – não há uma saída mais poderosa, segura, discreta e eficiente do que o mSpy.

Esperamos que todas as suas dúvidas tenham encontrado resposta em nosso artigo. No entanto, caso surja alguma, fique à vontade para utilizar os nossos campos de comentários logo abaixo e perguntar tudo que deseja. Faremos, como sempre, o maior esforço para tirar todas as suas dúvidas.

 

Total
1
Comp.
Reportagem Anterior

Vale pagará R$ 37 bilhões para reparar tragédia de Brumadinho

Próxima Reportagem
Polícia Civil prende suspeito de maltratar cadela em Passos - Foto: Divulgação/PCMG

Polícia Civil prende suspeito de maltratar cadela em Passos

Postagens Relacionadas