fbpx
Redes Sociais

Moda & Estilo

Por que e quando usar a mochila de rodinhas?

Acessório tem conquistado cada vez mais adeptos no universo corporativo, auxiliando até nos cuidados com a saúde

Por Dentro de Minas - Google News (pordentrodeminas - googlenews)

Ela é bastante popular entre as crianças e tornou-se uma opção bastante prática para ajudar a turminha a carregar menos peso. Trata-se da mochila de rodinhas. Mas, já reparou que cada vez mais adultos têm recorrido ao acessório no ambiente corporativo?

Para muitos executivos, o dia a dia de trabalho exige que eles circulem por aí com notebook, carregador, documentos, celular ou tablet e acessórios pertinentes à execução de sua profissão. Só que toda essa bagagem tem um peso considerável que pode prejudicar a coluna se a mochila for carregada o tempo todo.

A Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) alerta que carregar mochilas pesadas faz o pescoço ser projetado para a frente, pressionando os ligamentos da região; as articulações e músculos dos ombros serem sobrecarregados. A má postura faz com que a pessoa se incline para compensar o peso, gerando dores na lombar e no quadril, e as mudanças na passada sobrecarregam os joelhos e, tudo isso em conjunto, causa muitas dores e perda da qualidade de vida.

A mochila de rodinhas, estilizada para ficar mais social e adequada ao business, surgiu então como opção para levar os apetrechos por aí sem necessariamente ter que levar tudo nas costas, ajudando a preservar a saúde.

É importante

Carregar o acessório por longos períodos sobrecarrega a estrutura do corpo e prejudica a saúde. Só isso já é motivo de sobra para pesquisar um modelo bacana de mochila de rodinhas para usar. Mas não adianta nada também ter o acessório e enchê-lo de itens.

A orientação da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia é a de que o peso da mochila nunca ultrapasse 10% do peso de quem a está carregando, medida que vale para adultos e para crianças.

É importante ter consciência de que alguns itens são desnecessários e podem ficar guardados em casa, num armário ou na gaveta do escritório.

O que evitar

Usar uma mochila com rodinhas previne, mas não evita contratempos e lesões. Por isso, é importante adotar alguns cuidados na rotina para não ter problemas.

Nunca, por exemplo, corra com o acessório, pois é mais fácil perder o equilíbrio e cair. Atenção redobrada às calçadas, escadas e desníveis, pois qualquer buraco pode virar um obstáculo e até causar tombos, torções e quebras.

Segundo a SBOT, é preciso atenção à altura da alça do carrinho da mochila, que deve ser apropriada para a estatura do usuário. Outro ponto de atenção é com relação à postura: as costas devem estar retas ao puxar o acessório por aí.

Estilos e funções

Os materiais sintéticos, leves e impermeáveis são curinga para quem precisa circular por aí com uma mochila de rodinhas.

A cor e o estilo devem levar em conta o ambiente em que a pessoa está. Quem trabalha em empresas conservadoras, por exemplo, deve dar preferência a modelos mais sóbrios e discretos e na dimensão exata do que será carregado, para isso, é preciso checar quantas polegadas tem a tela do notebook, por exemplo.

Já empresas mais informais permitem o uso de peças mais descoladas e coloridas, que ajudam a descontrair o look e se deslocar por aí com segurança e estilo.

Chaveiros e pins ajudam a personalizar o acessório também, reforçando a identidade do usuário e, até mesmo, a da empresa na qual ele trabalha. A mochila, se bem usada, pode ser um “outdoor” que conta onde aquela pessoa atua em seu dia a dia. Isso é bastante comum, por exemplo, com representantes de vendas.

Seja qual for o estilo e o gosto, a mochila de rodinhas é uma grande aliada na manutenção da saúde, na prevenção de lesões e na execução do trabalho. 

Moda & Estilo

Moda a distancia

Diante do novo coronavírus, Minas Fashion Week será 100% online

Pela primeira vez, o Minas Fashion Week será realizado inteiramente online, como reflexo da pandemia do novo coronavírus. A informação foi divulgada pela própria organização com Aline Medlley e Leonardo Fonseca . Uma nova versão do MODA MGFW será realizada em agosto seguindo os exemplos dos grandes estilistas e eventos de moda como Giorgio Armani, Alexandra Moura, Portugal Fashion, Londres  Fashion Week que terá sua edição agora e junho, Shanghai Fashion Week que aconteceu em março  tudo de uma nova maneira, em uma plataforma digital e destinada a todos. É essencial olhar para o futuro e para a oportunidade de mudar.

Essa  experiência digital vai trazer uma vitrine global ainda maior pro mundo da moda tudo aberto para todos, profissionais, consumidores e fãs.  E claro  pensar agora na saúde e o bem-estar de todos.

O TOPO DO MUNDO será cenário para essas lives onde designers e estilistas vão contar suas histórias através de coleções. A ação solidária dos desfiles online vai contar a arrecadação de alimentos para a Ong Amigos de Minas.

Para as marcas participantes dessa ação solidária Renata Coelho, Acquagym Moda Praia , Loja Exclusiva, Loja Insânia, Katia Dias Moda Festa, Nanda Alves, Q Bonita, Thais Modas e Guaxinim, doar significa ajudar a salvar vidas não só no combate à doença, mas, também, na luta contra a fome e angústia que muitas pessoas estão enfrentando.

Imagem: Reprodução Youtube

Continuar lendo

Moda & Estilo

Tendências de moda praia 2020 – Coleção Mykonos Bravaa Store

• atualizado em 25/04/2020 às 09:27

O verão está aí e quem não ama passar uma temporada praia ou curtindo uma piscininha? Já está se aproximando mais um feriado prolongado, e aproveitando que ainda está bem quente e que ainda conseguimos aproveitar a praia, vou compartilhar com vocês as mais recentes tendências de moda praia. E pra isso vou apresentar para vocês a coleção Mykonos da Bravaa Store, uma marca bem forte no setor de moda praia, fitness e casual. Antes de entrar em detalhes, já posso dizer que esse ano a coleções está arrasadora. As tendências de moda praia 2020 tem muitos estilos diferentes para oferecer, e tenho certeza que todos vocês encontrarão algo que irão de apaixonar. Escolhi a dedo cada uma das pecinhas que vou compartilhar com vocês.

Biquínis Cruzados

Você já os viu no ano passado, mas este ano eles se destacaram. Esta tendência de biquíni oferece muitas opções diferentes, desde maiôs com decote cruzado até biquínis cruzados sob o busto. Eu gosto da travessia por baixo do busto pois dá até um destaque maior para a cintura, e realmente acrescenta um detalhe bem diferente ao biquíni. Pode ser um pouco confuso colocá-lo, mas depois de descobrir como colocá-lo, você ficará incrível.

Biquini e Maiô retrô: cintura alta e perna alta

Eu gosto muito das tendências retrô quando se trata de roupas de banho, pois acho que são as tendências mais favoráveis a todos os tipos de corpos. Essas peças de cintura alta não são novidade, nós os usamos há anos, pois são muito confortáveis e bastante versáteis, podendo cobrir a barriga ou mais baixa, bastando ajustar ao seu gosto. O novo nesta temporada é a asa delta que às vezes também vem em combinação com uma cintura alta. Com o biquíni ou maiô de asa delta, você pode alongar sua perna, dando a impressão de ser mais alta.

Biquínis e maiôs assimétricos de um ombro só

O que você verá com mais frequência neste verão é assimétrico, assim como biquínis e maiôs. Esse modelo traz um estilo super moderno e elegante, impossível não amar. Pode ser usado o modelo com babado para aumentar o tamanho dos seios, reforçados para quem tem seios maiores. Como essa moda veio com tudo em 2020, você encontrará mais opções com estampas modernas, como estampas de animais, ou com detalhes de tendências, como babados e tecidos canelados. Dá para usar e abusar! As peças de maiô estão tão lindas que podem ser usadas facilmente como body.

Peças em neon e cores brilhantes

O neon e cores brilhantes vieram com tudo na moda este ano e, é claro, você também pode encontrar essa tendência na seção de moda praia. Pode não ser uma tendência de moda praia para todos, mas se você não se importa em receber muita atenção, vai adorar um belo biquíni ou maiô néon. Temos também a opção de biquínis que possuem brilho no próprio tecido, sendo mais discretos do que o neon, combinando com facilidade com todos os estilos e tons de pele.

Mas no final, o que mais importa é que você use sempre o que você se sentir mais confortável

Todas essas tendências de moda praia estão lindas, mas sempre dê prioridade as peças que te deixem mais confortável. Especialmente ao usar biquíni ou maiô, você deve se sentir à vontade, pois se trata unicamente de você e do seu corpo. Portanto, não use nada que você não goste ou que você ache que não combina com seu estilo. Existem peças clássicas que vestem super bem e você pode arrasar com elas, na coleção Mykonos da Bravaa Store você também pode encontrar esses modelos de maiô e biquíni.

Gostaram das dicas? Uma peça mais linda que a outra, né? Para ficar por dentro das novidades da Bravaa acesse o site https://bravaastore.com.br/, siga a Bravaa no Instagram @bravaa_store e fique de olho na hashtag #Fuidebravaa.

Continuar lendo

Moda & Estilo

Por que é tão difícil achar biquínis plus size?

O sol nasce para todas, mas os biquínis, nem sempre

O verão chegou com tudo! Na verdade, desde o ano passado ele está aqui. Essa estação querida dos brasileiros começou no dia 22 de dezembro de 2019 e vai até o finalzinho de março. São exatos três meses de calor intenso tanto para quem viaja quanto para quem decide ou tem que ficar na sua cidade. Há um sol para cada um de nós! 

As temperaturas mais elevadas combinadas com as férias escolares lotam as praias, clubes e cachoeiras de todo o país. É a hora de pôr aquela roupa de banho maravilhosa e se refrescar. Porém, infelizmente, não é tão fácil achar peças ideais para todos os corpos. É comum que se tenha dificuldade em encontrar moda praia plus size.

Números reais

Grande parte do mercado de moda ainda foca exclusivamente em números pequenos ou mesmo muito pequenos. Com a moda praia isso é ainda mais gritante. Uma das causas disso é a disseminação de padrões inalcançáveis e irreais, que não condizem com as demandas da maior parte da população.

Prova disso é que a pesquisa Vigitel — realizada pela Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) do Ministério da Saúde aponta que mais da metade da população do Brasil está na faixa do que é considerado sobrepeso. E quase 20% são considerados obesos. Ou seja, a produção de moda atual não supre as necessidades reais dessa grande parcela da população.

Mas por que será que mesmo com tanta demanda é tão difícil encontrar peças de moda praia para todos os corpos? A resposta é fácil, mas não tão simples! Existe uma forma de gordofobia institucionalizada no mercado que alimenta esse ciclo. Isso existe em todos os setores da moda, mas tem destaque na moda praia.

Corpo ideal

Apesar de se ter números de pesquisas que mostram a quantidades de pessoas em sobrepeso, há um imaginário coletivo de que existe um corpo ideal de verão. E esse corpo imaginado é o corpo magro, não correspondendo à maioria da população.

Ou seja, ainda se acredita que, para curtir um mergulho num dia quente, a pessoa deve ser magra. Essa expectativa tem impacto direto aos setores de desenho e concepção do mercado de biquínis, por exemplo. Assim, grande parte da produção é voltada para esse corpo projetado, deixando os corpos reais de lado.

Esse abismo entre demanda e oferta prejudica todo mundo. Perde quem não se encaixa em padrões de lógicas mercadológicas irreais, encontrando dificuldade em comprar roupas confortáveis para seu corpo, e perde também o próprio mercado, que deixa de vender para uma grande parcela da população.

Mudanças no mercado e na sociedade

Felizmente, essa realidade vem mudando ao longo dos últimos anos. Cada vez mais, empresas têm se atentado a esse fato e produzido peças para os corpos desses consumidores desatendidos. Existem, inclusive, lojas especializadas em produção de moda praia exclusivamente plus size

Nas redes sociais, esse ano, a hashtag #NãoPasseCalor, que incentiva todos a curtirem o verão sem vergonha do seu corpo, viralizou e gerou boas discussões. Com diálogo se constrói muito!

Ainda há muito a ser feito! Aceitar e dar suporte para todos os corpos são uma responsabilidade social de todas e todos, inclusive das empresas. Preconceitos como a gordofobia causam danos graves à saúde mental de quem tem que lidar com isso. Aceitação da diversidade vai além da moda! 

Esse é o primeiro verão dessa década! E nós só podemos desejar e continuar lutando para que cada vez mais esses preconceitos diminuam e todos possam ter seu lugar ao sol, usando a roupa que quiserem. Seja na praia, na piscina, na laje ou no clube. O sol nasce para todas e os biquínis devem ser para todas também!

Continuar lendo