Bloco Então, Brilha! traz o tema “Sol da Justiça” para cortejo no Carnaval de BH

Bloco sai ao raiar do dia neste sábado
Bloco Então, Brilha! traz o tema
Bloco Então, Brilha! traz o tema “Sol da Justiça” para cortejo no Carnaval de BH – Foto: Rodrigo Tinoco


Depois de um longo hiato, o bloco Então, Brilha! se prepara para ocupar as ruas do centro de Belo Horizonte e arrastar o público no que promete ser a maior edição do Carnaval da capital mineira. Com o tema “Sol da Justiça”, a nação brilhante sai dos entornos da rua Guaicurus no dia 18 de fevereiro, aos primeiros raios de sol, para celebrar a vida com seus foliões, com toda a energia da luta por um mundo mais justo e igualitário.

O cortejo deste ano também traz novidades. Entre elas está a presença de Dona Eliza, um dos maiores nomes da velha guarda do samba de Minas Gerais, que é intérprete e compositora de mais de 700 canções. Além dessa parceria, que resgata e homenageia nossa memória cultural, o Então, Brilha! renova seu repertório revitalizando os ritmos da bateria brilhante, que conta com mais de 300 pessoas.

O “Sol da Justiça” representa a força motriz que impulsiona o protesto e a luta por todas as bandeiras que o bloco levanta, como a justiça, a igualdade e a diversidade. Leandro César da Silva, diretor de projetos do bloco, explica que o tema traz muitos simbolismos. O Sol é aquele que ilumina, representa vitalidade, poder, força, amor, paixão, juventude, fogo, algo que ninguém duvida que existe. Para além disso, todos os povos têm uma simbologia relacionada a um campo mais espiritualizado em suas divindades relacionadas ao astro-rei, inclusive para os indígenas, onde há Guaraci, filho de Tupã, o deus Sol que auxiliou o pai na criação de todos os seres vivos, e nas religiões afro-brasileiras, como Xangô, o senhor de toda fonte de calor, que representa a Justiça, que é implacável.

“Vivemos momentos muito difíceis nos últimos anos, não só pelas perdas da pandemia, mas por um governo que dificultou ainda mais as coisas. Foram muitas perdas humanas, materiais e afetivas e mudanças radicais de perspectivas. Dentro do Então, Brilha! sempre nos propomos a canalizar esse extravasar que o carnaval dá liberdade com um viés politizado. A alegria deve ser política. Ao mesmo tempo que nos divertimos, tocamos em pontos que nos são sensíveis, tanto individualmente quanto coletivamente. Buscamos o sol da esperança e também sua força de justiça”, ressalta Leandro.

Com imensa expectativa para o Carnaval 2023, Rubens Aredes, produtor cultural e cantor do Então, Brilha!, também reforça o papel político do bloco, que sempre soube combinar muito bem assuntos muito sérios com Carnaval e seu espírito lúdico, buscando, a cada ano, encontrar nesse universo um ponto que vai dar a tônica do cortejo.

“Nesta edição, o retorno do Carnaval vem em um cenário político muito conturbado e polarizado. Por isso, por mais que tenhamos esperança e desejamos nada menos que uma catarse, o melhor e maior Carnaval dos últimos anos, estamos muito atentos aos perigos do caminho, como vivemos recentemente em 8 de janeiro. Não é apenas a festa da alegria, é um chamado geral para esses perigos e a necessidade de clamar por justiça. Justiça pelos milhares de mortos, pelos Ianomâmis, justiça no sentido mais amplo da palavra. Gal Costa já nos dizia para estarmos atentos e fortes, assim como Clara Nunes já anunciava que o Sol brilharia mais uma vez”, explica Rubens.

Dona Eliza, com mais de 70 anos, também está animada para a edição. Ela contribuiu na composição de uma das novas músicas para o cortejo, vai cantar no dia e promete que a canção vai levantar o público com o refrão. “Imagino o povão cantando junto com a gente! O povo anda com vontade de justiça hoje em dia e a música traz isso”, ressalta, com empolgação, a sambista.

O Então, Brilha está em um caminho de renovação e o grande marco disso é a criação da Associação Cultural Então, Brilha!. “O bloco segue um caminho jurídico mais condizente com as nossas origens, de forma coletiva, democrática e popular em um formato de associação e propõe renovações. Todo o público vai perceber isso”, finaliza Rubens.

Bloco Então, Brilha! traz o tema
Bloco Então, Brilha! traz o tema “Sol da Justiça” para cortejo no Carnaval de BH – Foto: Rodrigo Tinoco

Sobre o Então, Brilha!

O ENTÃO, BRILHA! é um bloco de carnaval puxado por um coletivo de pessoas que trabalha pela valorização da vida. Para o grupo, o carnaval é uma festa que celebra a alegria, a liberdade e o encontro, tão vitais para a existência humana.

Ao longo da história, que teve início com o movimento de renascimento do carnaval de rua de Belo Horizonte, arrastou multidões de foliões que dividem com o bloco os princípios de valorização da vida, respeito à diversidade e celebração da alegria como força transformadora.

De 2010 a 2020, foram 11 cortejos que marcaram a história do grupo e também do Carnaval da capital mineira. O cortejo de 2020 simbolizou o fechamento de um ciclo que comemorou uma década de existência. Nestes dois últimos anos não foi possível estar na avenida com todo o brilho e toda nossa potência. Ainda assim, o Então, Brilha! marcou sua presença nas ruas em ações simbólicas que manifestavam os ideais fundantes do bloco e dialogavam com o momento que o país atravessa.

Em 2023, volta com tudo para as ruas para que as pessoas possam expressar a alegria de viver e ser quem são.

Serviço

Então, Brilha!
Cortejo 2023 – “O Sol da Justiça”
18 de fevereiro, nos primeiros raios do sol
Ponto de partida: centro de Belo Horizonte, no entorno da Guaicurus

Bloco Então, Brilha! traz o tema
Bloco Então, Brilha! traz o tema “Sol da Justiça” para cortejo no Carnaval de BH – Foto: Flávia Mafla
Total
0
Shares

Relacionados
Total
0
Compartilhar