PF combate crimes contra o meio ambiente em Santana do Garambéu

Empresa realizava a mineração ilegal de ouro havia disposto três balsas ao longo de aproximadamente dois quilômetros do leito do Rio Grande
Mineração ilegal de ouro no leito do Rio Grande, em Santana do Garambéu – Foto: Divulgação/Polícia Federal
Por Dentro de Minas - Google News (pordentrodeminas - googlenews)

A Polícia Federal, em conjunto com a Polícia Militar Ambiental de Barbacena e a Agência Nacional de Mineração, atuou para combater crimes contra o meio ambiente e de usurpação de patrimônio da União, na manhã desta quinta-feira (11).

A empresa que realizava a mineração ilegal de ouro havia disposto três balsas ao longo de aproximadamente dois quilômetros do leito do Rio Grande, em área pertencente ao município de Santana do Garambéu, na Zona da Mata. O proprietário da empresa não foi encontrado no local. Os operadores das máquinas e os mergulhadores foram ouvidos e liberados.

As investigações terão seguimento, para identificar o montante de mineral extraído, a extensão da degradação, a responsabilidade do proprietário e o envolvimento de outras pessoas.

Os envolvidos estão sujeitos a seis anos de detenção, caso sejam condenados.

Total
3
Comp.
Reportagem Anterior

Réveillon Iate 2020 confirma os shows de Felipe Araújo e Sorriso Maroto

Próxima Reportagem

MPMG abre inscrições para concurso público com 50 vagas e salário de R$ 30,4 mil

Postagens Relacionadas