Redes Sociais

Últimas Notícias

Mulheres mineiras em destaque

• atualizado em 10/01/2019 às 09:46

Uma geração de mulheres mineiras vêm se destacando em diversas áreas de atuação pelo Brasil e pelo mundo. Seja no campo, em cargos de poder, no mundo das artes ou no meio dos negócios, essas mulheres inspiram pela liderança e apontam para um futuro mais igualitário e justo para todos.

É o caso de Maria Lúcia Cristo. Primeira mulher a ocupar a presidência do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Simonésia, no Território Caparaó, Maria Lúcia foi selecionada pelo Governo de Minas para ter a sua história publicada numa ação com a Fundação João Pinheiro.

Ela assumiu a liderança do sindicato em 2007 e sua primeira medida foi realizar um mutirão em 11 municípios para emitir documentos de identificação para as mulheres da região. O primeiro de muitos passos para reconhecer a importância das trabalhadoras rurais. Hoje, as mulheres já representam mais da metade dos associados do sindicato, um avanço impressionante diante dos 10% de trinta anos atrás.

Outro grande exemplo para as mulheres mineiras é Luciana Nogueira. Auditora geral do Estado de Minas Gerais desde 2017, Luciana começou a trabalhar no Estado em 1993. Atualmente, ela lidera a auditoria, um dos principais braços da Controladoria-Geral do Estado, e conduz um trabalho para capacitar auditores, aperfeiçoar as estruturas do órgão e sensibilizar os gestores. O objetivo é que a CGE atinja um nível de excelência, trabalho no qual Luciana vem se destacando.

Já no mundo dos negócios, a empresária Flávia Rios vive um grande momento em sua carreira. Diretora da Rede Comunicação de Resultado, uma agência de comunicação corporativa, Flávia foi uma das selecionadas pelo EY Entrepeneurial Winning Women Brasil.

O programa organizado pela EY, uma das grandes consultorias do planeta, visa unir empreendedoras de sucesso numa troca de ideias e experiências para que empresas atinjam uma alta performance. As empreendedoras escolhidas participarão, durante um ano, de diversas reuniões e eventos com os maiores nomes do empresariado nacional.

Photo by Marcus Desimoni

Ainda no campo empresarial, não podemos deixar de citar Rosana Marques. Diretora-executiva da Ouseuse, gigante da moda íntima, Rosana foi uma das cinco finalistas numa premiação concedida pela ONU.

O Prêmio Empretec Women in Business Awards 2018 aconteceu na Suíça, em Genebra, e consagrou a mineira com o Prêmio Potencial de Exportação. Rosana, cujas criações já circularam em passarelas europeias e norte-americanas, foi a única representante do Brasil na premiação e é uma referência nacional em planejamento e gestão. A honraria consagra mais de 25 anos de trabalho da marca a favor do crescimento empresarial na cidade de Juruaia, hoje o grande pólo de moda íntima de Minas Gerais.

Também brilhando ao redor do mundo está a artista Marina Amaral. Ela acaba de idealizar um belíssimo e tocante projeto: o Faces of Auschwitz. O seu trabalho consiste, segundo suas palavras, em “dar cor a uma parte cinzenta da história”. O projeto nasceu em 2016, quando Marina apresentou a proposta ao Memorial de Auschwitz, na Polônia. A mineira conseguiu a liberação de 40 mil fotos em preto e branco dos arquivos do Memorial para colorizá-los.

Os mineiros também têm o privilégio de contar com a maior jogadora de poker do Brasil. Gabriela Belisário, ou apenas Gabi, foi uma das pioneiras neste esporte dominado por homens.

Superando toda desconfiança e preconceito do meio, Gabi traçou uma trajetória vitoriosa até se tornar a primeira mulher a ganhar o título de uma etapa do Brazilian Series of Poker (BSOP), a principal competição do país. O feito foi realizado em 2008, quando ela superou 109 adversários e faturou a premiação de 25 mil reais.

A relação de Gabi com o esporte é tão intensa que ela acabou se casando com Marcelo Lanza Maia, também jogador e dono do podcast mais famoso do poker nacional.

Em 2017, seu ótimo desempenho no Campeonato Mineiro lhe rendeu uma convocação para a Seleção Mineira no Campeonato Nacional por Equipes, de onde nunca mais saiu. Ainda em 2017, Gabi participou de um dos eventos mais especiais do BSOP: a etapa de número 100, realizada em Foz do Iguaçu. Batizado de “Torneio dos Campeões”, a disputa comemorativa reuniu todos os 99 campeão de etapas da história do BSOP, além dos grandes campeões de cada temporada.

Photo by Daniel Raposo

Já no mundo fashion, a mineira da vez é Patrícia Bonaldi. Seus vestidos espetaculares são os preferidos entre atrizes globais, influenciadoras da moda. Com um trabalho minucioso de bordados em tecidos nobres, as criações de Patrícia são celebradas em desfiles de moda e eventos glamourosos em qualquer lugar do mundo.

Ela entrou nesse universo após largar um curso de Direito para empreender com uma multimarcas. Anos depois, ao perceber a crescente demanda por roupas sob encomenda, ela resolveu lançar sua própria marca. Natural de Uberlândia, Patrícia criou uma escola de bordadeiras na cidade, capacitando mais de cem mulheres. Hoje em dia, suas peças são vendidas nos EUA, Europa e Ásia e podem ser encontradas em lojas luxuosas como a Harrods. Em 2012, ela criou a PatBO, uma marca mais casual inspirada pelas tendências mundiais.

Esse timaço de grandes mulheres inspira as futuras gerações de mineiras em busca da excelência em qualquer campo. Exemplos de resiliência, talento, astúcia e perseverança de mulheres que sabem e mostram que o papel feminino terá cada vez mais importância na atualidade e no futuro.

 

Continua lendo
Publicidade
Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

176 vítimas do rompimento da barragem da Vale são identificadas

Governo de Minas Gerais diz que 134 pessoas estão desaparecidas

Corpo de Bombeiros de Minas Gerais localizou 176 corpos de vítimas do rompimento da narragem da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, região metropolitana de Minas Gerais. Todos os corpos foram indentificados pelo Instituto Médico Legal (IML).

Segundo informações do governo de Minas Gerais, 134 pessoas estão desaparecidas, sendo 31 funcionários da mineradora Vale e 103 trabalhadores terceirizados e moradores da região.

Desde ontem (20), uma equipe do Corpo de Bombeiros está fazendo buscas na área onde funcionava o almoxarifado da Vale. No local foi encontrado um corpo, removido para o IML para identificação.

A tragédia causada pelo rompimento da barragem da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, a 57 quilômetros de Belo Horizonte, completa hoje (4) 11 dias de buscas.

O almoxarifado foi identificado pelo cruzamento de dados, de localizações georreferenciadas e de indicações do terreno. As buscas na área do almoxarifado se desenvolveram durante esta quinta-feira e continuarão amanhã (22), segundo o Corpo de Bombeiros.

O Corpo de Bombeiros trabalha em sete frentes de buscas na área da barragem que se rompeu no último dia 25 de janeiro. Nesta fase de escavações, o trabalho é mais difícil porque a lama está muito profunda. A corporação mineira atua com apoio de militares de outros estados.

Continua lendo

Últimas Notícias

Polícia prende suspeito de matar ex-namorada em Betim

Ex-namorado é suspeito de matar vítima com vários golpes de martelo na cabeça

A Polícia Civil de Minas Gerais realizou o cumprimento do mandado de prisão preventiva em desfavor de Matheus Vítor Vilela, 22 anos, na última sexta-feira, 15 de fevereiro.

Matheus é suspeito de, no dia 1º de fevereiro, ter assassinado a ex-namorada Akiria Carla Ferreira da Silva, 20 anos, com vários golpes de martelo na cabeça. Na data do crime, o suspeito que insistia em reatar o relacionamento com a vítima, a procurou e a agrediu com diversos golpes fatais.

A vítima foi encontrada na casa dela, no bairro Granja São João, em Betim, gravemente ferida. Ela não resistiu aos ferimentos e morreu em seguida.

Iniciadas as investigações pela Polícia Civil, o suspeito pelo feminicídio foi identificado, mas, após cometer o bárbaro delito, fugiu para Belo Horizonte, onde ficou escondido até a data da prisão.

Logo após o assassinato, Matheus também subtraiu o aparelho celular da vítima, ocasião em que passou a utilizar rede social dela (Facebook), para ameaçar parentes e amigos de Akíria.

O envolvido, já era investigado pela PCMG pela prática de dez crimes de roubo, contra motoristas do aplicativo ¿’ber”, na cidade de Betim.

Continua lendo

Últimas Notícias

Polícia Civil atua em sequestro de gerente de banco e prende suspeito

A vítima foi feita refém do grupo quando chegava em casa, em Belo Horizonte

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), em mais uma ação de pronta resposta, prendeu, nesta quarta-feira (20), Rafael Silveira de Almeida, de 38 anos. Ele é um dos suspeitos de sequestrar um gerente de banco ontem à noite no bairro Guarani, em Belo Horizonte.

Segundo o Delegado Ramon Sandoli, o crime, iniciado ontem (19), é de extorsão mediante sequestro na modalidade “sapatinho” pela sequestração do gerente do banco. A vítima, que tem 29 anos, foi feita refém do grupo quando chegava em casa, em Belo Horizonte. Depois os suspeitos foram até a casa dos pais do gerente, em Betim e da namorada dele, de 21 anos, onde fizeram os reféns juntamente com um amigo, de 20. Mantiveram os quatro no cativeiro, em Ribeirão das Neves, retornando com o gerente para a agência bancária, onde a vítima, com o artefato de simulacro amarrado em seu corpo, tinha a missão de abrir o cofre e retirar o dinheiro para repassá-lo os criminosos.

“A PCMG foi acionada e, por volta das 13h de hoje (20), conseguiu localizar o cativeiro, em Ribeirão das Neves, onde foi feito a liberação dos quatro reféns sem nenhum ferimento e a prisão de um dos suspeitos que estava no cativeiro com uma arma de fogo calibre 22, utilizada, provavelmente para intimidar os reféns”, garantiu o Delegado. O preso, que já tem passagens por roubo, furto e lesão corporal, saiu da prisão em dezembro de 2018.

Para o Delegado Sandoli, a forma de deslocamento dos integrantes da quadrilha é indicativo de que eles conheciam a região, levantando a suspeita de que os autores sejam da região metropolitana de Belo Horizonte, sendo que as investigações prosseguem para identificar e prender os outros envolvidos.

Continua lendo