fbpx
Redes Sociais

Últimas Notícias

Secretaria de Educação divulga listagem definitiva de classificação de inscrições da Designação 2019

O resultado está disponível pela internet e na segunda quinzena de dezembro estará também nas Superintendências Regionais de Ensino e nas escolas estaduais

A Secretaria de Estado de Educação (SEE) divulgou, nesta terça-feira (4/12), as listagens finais de classificação dos candidatos inscritos no processo de designação 2019. Os documentos estão disponíveis no site www.designacaoeducacao.mg.gov.br.

Na segunda quinzena de dezembro deste ano, a listagem estará disponível também nas Superintendências Regionais de Ensino e nas escolas estaduais. As listas de classificação serão utilizadas para as designações nas modalidades on-line e presencial ao longo de todo ano letivo de 2019.

Essa listagem definitiva de classificação é resultado das correções realizadas pelos candidatos, após a publicação da listagem preliminar de inscrições, quando todos os inscritos tiveram o prazo de sete dias, a partir do dia 21 de novembro, para fazer alterações de dados informados na primeira etapa de inscrições, com exceção de CPF, cargo/modalidade e localidade indicados. Foi a primeira vez que a SEE adotou, como parte do aprimoramento do processo de inscrição para designação, a publicação de uma listagem preliminar para correção de informações.

Os candidatos estão ordenados por ordem de classificação, para cada cargo e localidade distintos, a partir das informações prestadas na inscrição e dos critérios de prioridade definidos pela Resolução SEE nº 3.995/2018.

Para a Designação 2019, o sistema da SEE recebeu um total de 437.704 cadastros e 963.301 inscrições, com média de 2,2 inscrições por candidato, uma vez que cada candidato pôde realizar até três inscrições.

Os critérios para classificação foram aprovação em concurso público vigente, habilitação, escolaridade, tempo de serviço e idade, de acordo a Resolução SEE nº 3.995/2018. A próxima etapa será a publicação de cronogramas de designação e prazo para escolha de vagas em janeiro de 2019.

Designações 2019

As datas para a designação propriamente dita não estão definidas na Resolução SEE nº 3.995/2018. Tanto o cronograma quanto eventuais orientações complementares sobre a designação serão divulgados oportunamente nos canais oficiais de comunicação da SEE e no Diário Oficial Minas Gerais.

A designação é uma forma de preencher interinamente os cargos vagos ou em substituição aos servidores efetivos, para garantir o funcionamento regular das escolas estaduais, conforme o artigo 10 da Lei nº 10254/1990. O processo é essencial na preparação da rede pública para o início do ano letivo de 2019.

Últimas Notícias

Polícia Civil prende suspeito de estupro contra criança de nove anos em Manhuaçu

Criança ainda relatou que sofria ameaças, motivo pelo qual não revelava os abusos sofridos

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Na manhã desse sábado (1°), a Polícia Civil de Minas Gerais cumpriu mandado de prisão temporária em desfavor de J.V.D., 18 anos, suspeito de abusar sexualmente de uma criança de nove anos.

Os fatos foram revelados por meio de uma conversa da criança com a diretora do colégio em que ela estuda. A vítima relatou ter sofrido diversos abusos sexuais praticados pelo suspeito. A criança ainda relatou que sofria ameaças, motivo pelo qual não revelava os abusos sofridos.

As investigações, iniciadas pelo Delegado Felipe Ornelas Caldas, seguem a cargo da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, com a coordenação da Delegada Adline Ribeiro de Mello Rodrigues, que terá o prazo de 10 dias para concluir as investigações, podendo representar pela prisão preventiva.

A Polícia Civil segue com seu compromisso de buscar a proteção integral da criança e do adolescente e dar uma resposta célere à sociedade diante de crimes tão bárbaros e que chocam a sociedade.

Continua lendo

Últimas Notícias

BH recebe evento sobre mobilidade urbana

Objetivo era reunir grandes empresas e o setor público para pensar e debater os desafios e as soluções para mobilidade nas nossas cidades.

Na última terça (27), Belo Horizonte recebeu diversos especialistas para uma discussão sobre o futuro da mobilidade. O evento aconteceu na sede da FIEMG e teve participação de executivos de empresas como Uber, Localiza, Waze, BH Airport e Group PSA. O principal objetivo era reunir grandes empresas e o setor público para pensar e debater os desafios e as soluções para mobilidade nas nossas cidades.

“Carros autônomos, entregas por meio de drones e outras maneiras de utilizarmos a tecnologia para facilitar a mobilidade urbana. O futuro já começou”, afirmou Xavier Leclerc, na abertura. A tecnologia é o grande fator de transformação da mobilidade nos últimos anos.

“Quando entrei na Localiza, há quase oito anos, a empresa era muito voltada para o mercado corporativo. Apenas 15% do nosso mercado era voltado para pessoa física. Fizemos pesquisas e descobrimos que o cliente achava que alugar carro era difícil”, afirma Herbert Viana, CMO da Lozaliza Hetz. “Trabalhamos muito tempo para tornar isso muito simples, e a tecnologia foi o grande fator de mudança. Hoje o cliente pode fazer as reservas por canais tradicionais, como o telefone, mas também pelo aplicativo, pelo Messenger do Facebook e pelo WhatsApp”, complementa o executivo.

Para a Uber, o mau uso do carro particular é um dos grandes problemas da mobilidade urbana hoje. Isso porque a frota mundial de carro passa 95% do tempo parada e em grandes cidades, como São Paulo, ¼ do espaço fica reservado para garagens. Por isso, o compartilhamento e aluguel de veículos são soluções que podem realmente trazer grande impacto para as cidades. “Não é preciso ter um carro se você pode ter acesso a um na hora em que quiser”, afirma Daniel Mangabeira, Diretor de Políticas Públicas da Uber. “A ideia é de um futuro em que possamos não apenas reinventar a maneira como nos deslocamos, mas que possamos nos utilizar dos ativos que hoje congestionam as nossas cidades para compartilhar e se locomover de uma forma mais ampla”, diz o executivo.

O Head do Waze CarPool observa que “Todo mundo que se desloca para faculdade, de casa para o trabalho está sozinho no carro. A nossa solução foi aproveitar as rotas que já estão sendo feitas de qualquer forma, colocar mais gente dentro dos carros e retirá-los das ruas. Esse é o produto Waze CarPool”. O Waze CarPool é um serviço diferente do transporte privado, porque não existe um motorista profissional e as caronas são limitadas a duas por dia. Além disso, o serviço não é sob demanda – a carona é combinada com mais antecedência e precisa ser aceita pelos dois lados.

Empresas tradicionais também sentem a necessidade de se adaptar aos novos desafios da mobilidade urbana. “É importante lembrar que o Grupo PSA passou muito perto da morte. Um grupo de mais de 200 anos, industrial, com um desempenho muito forte em seu setor quase desapareceu”, conta Emmanuel Hédouin do Grupo PSA. “Para reverter esse quadro, lançamos uma marca de serviços de mobilidade, o Free2Move, que é um grande sucesso e que oferece a possibilidade de compartilhar carros – não só carros do Grupo PSA, mas também qualquer oferta de mobilidade que está acessível pela plataforma Free2Move, complementa”.

O evento mobilidade.Futuro foi realizado pela FIEMG e pela MOX Digital e foi patrocinado pela Uber.

Continua lendo

Últimas Notícias

Polícia Civil prende dupla suspeita de matar adolescentes a pauladas em Betim

Vítimas foram mortas sob o pretexto de vingar um furto

A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu, entre os dias 19 de outubro e 7 de novembro, Jefferson Nogueira Arruda, conhecido como “Anjinho”, e Marcelo Rodrigues de Lima, ambos de 23 anos. A dupla é suspeita de participar, junto a outros três investigados, dentre eles um adolescente de 16 anos, da morte dos irmãos Mateus da Silva Chagas, 14, e Felipe Carvalho Chagas, 16, em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O crime foi cometido no dia 22 de setembro, no bairro Cachoeira, sob o pretexto de vingar um furto. Entre os outros investigados, procurados pela Polícia, estão Fellipe Augusto Diniz da Costa, 18 anos, Cleusa Diniz Pinto, de 46, e o menor infrator de 16 anos.

Conforme explica o Delegado que preside o inquérito, Otávio Luiz de Carvalho, o grupo teria, na ocasião do crime, iniciado as agressões em via pública contra Mateus, que foi atingido violentamente por chutes, socos, pedradas e pauladas. Felipe andava pela mesma rua e tentou interceder pelo irmão, mas também sofreu os mesmos ataques.

Os suspeitos ainda conduziram as vítimas para a casa destas, onde as agressões continuaram na frente dos familiares dos jovens. “A família também foi ameaçada de morte caso interviessem, e os agressores só pararam quando a mãe dos adolescentes pediu socorro ao Samu”, informou Carvalho, adiantando que Felipe faleceu em casa no dia 26 de setembro, e Felipe no hospital, no dia 27.

Ainda segundo o Delegado, o crime foi cometido como forma de vingança a um suposto furto que uma das vítimas teria cometido contra Cleusa Diniz. Os adolescentes não tinham ligações com a criminalidade, enquanto que Marcelo já possuía passagens pela Polícia por roubo e corrupção de menores e Jefferson, por roubo e receptação.

Continua lendo