fbpx
Redes Sociais

Últimas Notícias

BHTrans faz mudanças no transporte coletivo dos Suzana, Universitário e Cruzeiro

Reestruturação foi feita para oferecer mais conforto e agilidade aos usuários, segundo BHTrans

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da BHTrans e da Coordenadoria de Atendimento Regional Pampulha alterou  o transporte coletivo nos bairros Suzana, Universitário e Cruzeiro neste sábado, 8. Conforme a empresa, a reestruturação foi feita para oferecer mais conforto e agilidade aos usuários.

As linhas 5101 (Suzana/Cruzeiro) e 5031 (Suzana/Savassi via Universitário) serão substituídas pela nova linha 5104 (Suzana/Cruzeiro via Universitário), que vai ampliar as opções de deslocamento, aumentar o número de viagens e diminuir o tempo de espera nos pontos. A mudança foi aprovada em reunião com a comunidade no dia 5 de julho/2018.

Para seguir viagem pelo Anel Rodoviário, o usuário deverá utilizar a linha MOVE 8551 (Estação São Gabriel/Estação UFMG via Anel Rodoviário), que faz ligação entre os corredores Cristiano Machado e Antônio Carlos, possibilitando mais integrações com o sistema MOVE.

Mudanças de linhas de ônibus

LINHA 5104 (Suzana/Cruzeiro via Universitário)

Para atender melhor os usuários, a linha 5104 terá atendimentos específicos

Confira os atendimentos:

PARTIDAS SUZANA (PRINCIPAL): Sai do bairro Suzana e vai até o bairro Cruzeiro;

PARTIDAS SUZANA (RETORNO NA SAVASSI): Sai do bairro Suzana e retorna na Savassi;

PARTIDAS UNIVERSITÁRIO (RETORNO NA SAVASSI): Sai do bairro Universitário e retorna na Savassi;

PARTIDAS CRUZEIRO (PRINCIPAL): Sai do bairro Cruzeiro e vai até o bairro Suzana;

O nome do atendimento será indicado no painel da frente do ônibus.

Confira os itinerários e quadros de horários dos atendimentos

PARTIDAS SUZANA (PRINCIPAL): rua Expedito Ribeiro Silva (ponto final esquina rua Cagerana), avenida Suzana, rua Eny, rua José do Carmo, rua Expedito Ribeiro Silva, rua dos Otis, rua Piracema, rua Doutor João Miranda, rua Adauto Feitosa, rua Deputado José Raimundo, rua Aristóteles Ribeiro Vasconcelos, avenida Bueno Siqueira, rua Gonçalves Ferreira, rua Costa Machado, rua Bandeira de Melo, rua Flor de Ameixeira, rua Izabel Bueno, rua Boaventura, rua Estoril, rua Viseu, rua Major Delfino de Paula, avenida Antônio Carlos (pista lateral), avenida Nossa Senhora de Fátima, Viaduto Sarah Kubitschek, rua dos Caetés, avenida Afonso Pena, rua dos Guajajaras, avenida João Pinheiro, rua Gonçalves Dias, Praça da Liberdade, avenida Cristóvão Colombo, avenida do Contorno, rua Grão Mogol, rua Outono, rua Maceió, rua Vitório Marçola, rua Jornalista Jair Silva, rua Cabo Verde, rua Oliveira, rua Opala (ponto final esquina rua Ouro Fino).

PARTIDAS SUZANA (RETORNO NA SAVASSI): rua Expedito Ribeiro Silva (ponto final esquina rua Cagerana), avenida Suzana, rua Eny, rua José do Carmo, rua Expedito Ribeiro Silva, rua dos Otis, rua Piracema, rua Doutor João Miranda, rua Adauto Feitosa, rua Deputado José Raimundo, rua Aristóteles Ribeiro Vasconcelos, avenida Bueno Siqueira, rua Goncalves Ferreira, rua Costa Machado, rua Bandeira de Melo, rua Flor de Ameixeira, rua Izabel Bueno, rua Boaventura, rua Estoril, rua Viseu, rua Major Delfino de Paula, avenida Antônio Carlos (pista lateral), avenida Nossa Senhora de Fátima, Viaduto Sarah Kubitschek, rua dos Caetés, avenida Afonso Pena, rua dos Guajajaras, avenida João Pinheiro, rua Gonçalves Dias, Pça. da Liberdade, avenida Brasil, rua Cláudio Manoel, rua Rio Grande do Norte, rua Santa Rita Durão, Praça da Liberdade, rua Gonçalves Dias, avenida João Pinheiro, avenida Álvares Cabral, avenida Afonso Pena, rua Curitiba, rua Vinte e Um de Abril, Viaduto Nansen Araújo (alça 21 de Abril), avenida Presidente Antônio Carlos (pista lateral), rua Estoril, rua Boaventura, rua Izabel Bueno, rua Flor de Ameixeira, rua Bandeira de Melo, avenida Bueno Siqueira, rua Aristóteles Ribeiro Vasconcelos, avenida Sebastião de Brito, rua Doutor João Miranda, rua Piracema, rua dos Otis, rua Expedito Ribeiro Silva, rua José do Carmo, Anel Rodoviário (marginal), rua Américo Alves Patrício, avenida Suzana, rua Expedito Ribeiro Silva (ponto final esquina rua Cagerana).

PARTIDAS UNIVERSITÁRIO (RETORNO NA SAVASSI): avenida Bueno Siqueira (ponto final nº 180), rua Gonçalves Ferreira, rua Costa Machado, rua Bandeira de Melo, rua Flor de Ameixeira, rua Izabel Bueno, rua Boaventura, rua Estoril, rua Viseu, rua Major Delfino de Paula, avenida Antônio Carlos (pista lateral), avenida Nossa Senhora de Fátima, Viaduto Sarah Kubitschek, rua dos Caetés, avenida Afonso Pena, rua dos Guajajaras, avenida João Pinheiro, rua Gonçalves Dias, Praça da Liberdade, avenida Brasil, rua Cláudio Manoel, rua Rio Grande do Norte, rua Santa Rita Durão, Praça da Liberdade, rua Gonçalves Dias, avenida João Pinheiro, avenida Álvares Cabral, avenida Afonso Pena, rua Curitiba, rua Vinte e Um de Abril, Viaduto Nansen Araújo (alça 21 de Abril), avenida Presidente Antônio Carlos (pista lateral), rua Estoril, rua Boaventura, rua Izabel Bueno, rua Flor de Ameixeira, rua Bandeira de Melo, avenida Bueno Siqueira (ponto final nº 180).

PARTIDAS CRUZEIRO (PRINCIPAL): rua Opala (ponto final esquina rua Ouro Fino), rua Albita, rua Vitório Marçola, rua Francisco Deslandes, rua Pium-I, rua Antero da Silveira, avenida do Contorno, avenida Cristóvão Colombo, Praça da Liberdade, rua Gonçalves Dias, avenida João Pinheiro, avenida Álvares Cabral, avenida Afonso Pena, rua Curitiba, rua Vinte e Um de Abril, Viaduto Nansen Araújo (alça 21 de Abril), avenida Antônio Carlos (pista lateral), rua Estoril, rua Boaventura, rua Izabel Bueno, rua Flor de Ameixeira, rua Bandeira de Melo, avenida Bueno Siqueira, rua Aristóteles Ribeiro Vasconcelos, avenida Sebastião de Brito, rua Doutor João Miranda, rua Piracema, rua dos Otis, rua Expedito Ribeiro Silva, rua José do Carmo, Anel Rodoviário (marginal), rua Américo Alves Patrício, avenida Suzana, rua Expedito Ribeiro Silva (ponto final esquina rua Cagerana).

Quadro de horários da linha de ônibus 5104

LINHA 8551 – (Estação São Gabriel/Estação UFMG via Anel Rodoviário)

Os moradores dos bairros Suzana e Universitário e os usuários da linha 5101 (Suzana/Cruzeiro) já podem aproveitar os benefícios do sistema MOVE com a linha 8551 (Estação São Gabriel/Estação UFMG via Anel Rodoviário), que liga a avenida Cristiano Machado à avenida Presidente Antônio Carlos. Com ela é possível a integração com diversas linhas e o deslocamento para várias regiões da cidade: Pampulha, Venda Nova, Hospitais, avenida Prudente de Morais, BH Shopping, Buritis, Savassi.

Confira aqui o quadro de horários da linha 8551.

Confira o itinerário: Estação São Gabriel (ponto final), Anel Rodoviário (marginal), rua Bandeira de Melo, rua Flor de Ameixeira, avenida Isabel Bueno, rua Boaventura, rua General Aranha, rua Noraldino de Lima, avenida Professor Magalhães Penido, Viaduto José de Alencar, avenida Antônio Carlos (pista mista), avenida Presidente Antônio Carlos (pista exclusiva – atendimento às estações UFMG, Liberdade, Colégio Militar), avenida Presidente Antônio Carlos (pista mista – saída na avenida Major Delfino de Paula), Viaduto São Francisco, Anel Rodoviário (pista central), Estação São Gabriel (ponto final).

QUADRO DE HORÁRIOS – Os horários das linhas podem ser conferidos dentro dos ônibus, na página da BHTrans e pelo aplicativo SIU MOBILE.

Continua lendo
Publicidade
Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

Explosão atinge fábrica de fogos de artifício deixa feridos na Grande BH

Acidente aconteceu na cidade de Rio Acima.

Explosão em fábrica de fogos de artifício na cidade de Rio Acima — Foto: Redes Sociais/Reprodução

Uma explosão durante a tarde desta sexta-feira, 04, em uma fábrica de fogos de artifício deixou ao menos um pessoa ferida na cidade de Rio Acima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Conforme o Corpo de Bombeiros, uma pessoa sofreu queimaduras e foi resgatada por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Segundo a Prefeitura de Rio Acima, o homem de 19 anos teve queimaduras graves no tórax. Ele foi levado para um hospital da cidade, mas transferido para o Pronto Socorro João XXIII, em Belo Horizonte, referência no tratamento de queimados.

Cinco viaturas e um helicóptero dos bombeiros estão no local. A fábrica fica na MG 030.

Continua lendo

Tecnologia

Processo de bloqueio de celulares irregulares em Minas começa nesta segunda

Bloqueio começa a partir em março após o início do envio das mensagens

• atualizado em 04/01/2019 às 15:44

Celular - Foto: Por Dentro de Minas

Celulares irregulares nos estados da Região Nordeste, além de São Paulo, Minas Gerais, do Amapá, Amazonas, Pará e de Roraima começam a receber a partir da próxima segunda-feira (7) mensagens de alerta de que serão bloqueados a partir de março.

De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o bloqueio começa a partir de 24 de março, 75 dias após o início do envio das mensagens. Nesses estados, os usuários de aparelhos irregulares começarão a receber mensagens de SMS, informando que o aparelho é irregular e que será bloqueado. “Operadora avisa: Pela Lei 9.472 este celular está irregular e não funcionará nas redes celulares em 75 dias”.

Segundo a agência reguladora, a medida vale apenas para celulares irregulares habilitados nas redes das prestadoras a partir da próxima segunda-feira, não incidindo sobre os aparelhos adquiridos antes.

De acordo com a Anatel, a medida visa combater o uso de celulares falsificados, sem certificação ou com IMEI (do inglês International Mobile Equipment Identity) adulterado, clonado ou outras formas de fraude. A medida também busca inibir a comercialização de aparelhos não homologados no país.

“Um celular sem certificação pode aquecer, dar choques elétricos, emitir radiação, explodir e causar incêndio, pois não passou pelos testes necessários”, informou a agência.

O IMEI é o número de identificação do celular. É composto por um código composto por 15 números utilizado internacionalmente que permite identificar a marca e modelo do aparelho. Todas as mensagens são enviadas pelo número 2828.

Para saber se o número de IMEI é legal, basta discar *#06#. Se a numeração coincidir com o que aparece na caixa, o aparelho é regular. Caso contrário, há uma grande chance de o aparelho ser irregular.

A Anatel informou ainda que o usuário de serviço móvel que estiver com sua situação irregular deve procurar a empresa ou pessoa que vendeu o aparelho e buscar seus direitos como consumidor.

A Anatel criou em seu Portal na Internet um espaço com informações do projeto de bloqueio de celulares, o projeto Celular Legal. No Portal da Anatel também é possível verificar se o celular apresenta alguma irregularidade .

Cronograma

O bloqueio de celulares irregulares começou pelos Distrito Federal e por Goiás. Os aparelhos irregulares começaram a ser bloqueados no dia 8 de maio. Segundo a Anatel, já foram excluídos das redes das prestadoras móveis 103 mil celulares irregulares nas duas unidades da federação.

No dia 8 de dezembro teve início o bloqueio de celulares irregulares, também chamados de piratas, nos estados do Acre, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, de Rondônia, Santa Catarina e do Tocantins.

Celulares estrangeiros

Celulares comprados no exterior vão continuar funcionando no Brasil, desde que sejam certificados por organismos estrangeiros equivalentes à agência reguladora. Um celular só é considerado irregular quando não possui um número IMEI registrado no banco de dados da GSMA, associação global de operadoras.

Não serão considerados irregulares os equipamentos adquiridos por particulares no exterior que, apesar de ainda não certificados no Brasil, tenham por origem fabricantes legítimos.

Continua lendo

Últimas Notícias

Prefeitura de Belo Horizonte negocia a captação de recursos para a Saúde e Mobilidade Urbana

Recursos captados são para permitirão executar obras em várias regiões da cidade

• atualizado em 04/01/2019 às 15:44

A Prefeitura de Belo Horizonte negociou empréstimos junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e à Corporação Andina de Fomento (CAF) no valor de U$ 138,5 milhões (cerca de R$ 530 milhões). Conforme determina a legislação vigente, as operações já foram autorizadas pelo Poder Legislativo e admitidas pelos órgãos financeiros e, agora, aguardam apenas a aprovação do Governo Federal. A expectativa do Município é que as duas operações de crédito, realizadas nos últimos dois meses, estejam contratadas e liberadas em 2019.

O BID financiará mais de R$215 milhões para o Programa de Modernização e Melhoria da Qualidade das Redes de Atenção em Saúde, que prevê reconstrução e a aquisição de equipamentos de Unidades Básicas de Saúde; construção e reforma de Unidades de Pronto Atendimento (UPA) 24h; ampliação e adequação de unidades especializadas e hospitalares; e a implantação de Sistema de Gestão para melhorar a eficiência e a qualidade no atendimento da rede de saúde.

Já os recursos captados pelo CAF, no valor de R$315 milhões, permitirão executar obras nas interseções ao longo da Cristiano Machado/Linha Verde; criar corredores de transporte coletivo em Venda Nova; revitalizar as praças Rio Branco (Rodoviária) e Governador Israel Pinheiro (Papa); concluir duas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs Norte I e Nordeste II); reformar a Unidade de Referência Secundária Padre Eustáquio, a Maternidade do Hospital Odilon Behrens e o Centro Obstétrico; e implantar sistemas para modernizar a gestão da área da saúde e de obras públicas.

Segundo o subsecretário de Planejamento e Orçamento, Bruno Passeli, a obtenção desses empréstimos é fundamental para o desenvolvimento da cidade. “A maior fatia dos recursos do Tesouro Municipal, obtida por meio da arrecadação de impostos, como IPTU e ITBI, é utilizada para pagamento de pessoal e para custeio (manutenção) da cidade e, por isso, a negociação de empréstimos é tão importante e necessária para o fomento de investimentos locais. A entrada desses recursos, além de melhorar a qualidade de vida das pessoas, vai proporcionar melhorias na saúde e na mobilidade urbana e também potencializar o desenvolvimento econômico, ao gerar mais empregos e renda na cidade”.

Continua lendo