Redes Sociais

Últimas Notícias

Visitante ilustre aparece para o jantar e encanta os turistas no Santuário do Caraça

O jantar do lobo-guará é uma experiência à parte para os frequentadores do Caraça e simboliza a interação harmoniosa entre o homem e a natureza

O Santuário do Caraça é uma ótima opção de roteiro turístico para quem deseja belas paisagens e imersão à história, sem precisar se distanciar muito da capital. Na divisa dos municípios de Catas Altas e Santa Bárbara, em Minas Gerais, há pouco mais de 120km de Belo Horizonte, o Santuário, que é composto por quase 12 mil hectares de Mata Atlântica, Campos Rupestres e Cerrado, desperta o interesse e encantamento de quem o visita e não é à toa que recebeu o título de uma das 7 maravilhas da Estrada Real.

Atividades é o que não faltam para fazer no Caraça. O local, que já foi um colégio para meninos até o ano de 1968, hoje abriga uma confortável pousada e um restaurante com a deliciosa gastronomia da região; um museu que conta toda a sua história, desde a fundação na época do Brasil Colônia; uma biblioteca com livros raros e antigos; além de celebrações diárias de missas, na linda igreja neogótica Nossa Senhora Mãe dos Homens. Tudo isso para proporcionar aos visitantes e hóspedes contato com a natureza e a história, em uma experiência mágica.

Para os mais aventureiros, há diversas opções de trilhas dentro da reserva natural, desde as mais curtas, até as que duram horas de caminhadas, que levam a rios, cachoeiras, piscinas naturais e quedas d’água. Durante os passeios, os turistas se encantam ainda mais pela biodiversidade do Santuário, que abriga centenas de espécies da flora e fauna, alguns presentes somente no local. As caminhadas ficam ainda mais divertidas ao som das 390 espécies de aves existentes no local, e não se assuste se você cruzar com algum réptil e anfíbio ou com algumas das 76 espécies de mamíferos que habitam no local, como: a Anta, o Guigó ou Sauá, o Tamanduá-mirim, o Tamanduá-bandeira, o Tatu-do-rabo-mole, a Lontra, a Jaguatirica, a Onça-parda, e Cateto. Vários destes animais estão na lista dos vulneráveis, beirando o risco de extinção.

Mas um animal em especial desperta todas as atenções e é colocado como o símbolo da bela harmonia entre o Santuário do Caraça e a natureza. É o lobo-guará, que desperta, diariamente, uma quantidade enorme de olhares curiosos após o jantar. É que todos os dias, sem exceção, no adro em frente à igreja, o Padre Lauro Palú, Diretor do Santuário, ou algum funcionário, coloca no chão uma travessa com pedaços de carnes, e arrasta a vasilha com os pés provocando o barulho que o animal de dentro da mata do entorno já identifica e, do alto da escada, chama com voz grave: “Guará! Guarazinho!”.

Enquanto os hóspedes assistem ao jantar do lobo no adro da igreja, ouvem do sacerdote uma aula sobre a espécie, resultado de muitos anos de pesquisa e observação. “Tenho sempre muito gosto em comentar sobre a biologia e o comportamento do lobo. Especialmente com as crianças! É emocionante ver a atenção que elas prestam ao que digo e o encantamento com que veem o lobo e a frustração quando o bicho não aparece”, conta padre Lauro, que reconhece: “Se o lobo hoje é mais conhecido e respeitado, deve-se muito aos 32 anos de cuidados em nosso Santuário ecológico e à difusão das informações sobre ele”, conclui.
Além do lobo, com sorte é possível presenciar cachorros-do-mato e até uma anta vindo fazer uma boquinha. Esse momento mágico e especial, é conhecido pelos turistas e funcionários como “A hora do Lobo”, e só é possível participar quem se hospeda no Santuário, pois é realizado após o horário de fechamento da reserva para visitas. O Santuário do Caraça funciona todos os dias da semana, das 08h às 17h para visitação e 24 horas para hospedagens previamente agendadas. A taxa de entrada para visitação custa, a partir de R$ 12,00. A hospedagem, com pensão completa, varia entre R$ 143,00 e R$ 220,00, por pessoa, a diária, dependendo da acomodação. Para mais informações e reservas acesse o site http://www.santuariodocaraca.com.br/.

Serviço

Santuário do Caraça
Local: Estrada do Caraça, KM9 – Entre os municípios de Barão de Cocais, Catas Altas e Santa Bárbara – CEP 35969-000
Fácil acesso pelas rodovias BR 381 e MG 436, além do charmoso acesso por trem (Estação Dois Irmãos – Barão de Cocais/MG)
Horário de Funcionamento para visitação: Todos os dias, das 08h às 17h
Valores: a partir de R$ 12,00

Hospedagem: (Diárias)
Fazenda do Engenho:
R$ 243,00 para 1 adulto
R$ 162,00 por pessoa para 2 ou mais adultos
R$ 81,00 por criança de 6 a 12 anos (no mesmo apto dos pais)

Santuário do Caraça
Suítes Imperiais (São 2 suítes para casais – Lado direito do Santuário, andar superior)
R$330,00 para 1 adulto
R$220,00 para 2 ou mais adultos (por pessoa)
R$110,00 por criança de 6 a 12 anos (no mesmo apto dos pais)

Sobradinho Afonso Pena (São 4 apartamentos, a ala comporta 14 pessoas – Parte externa do Santuário, sobre a recepção – escada)
R$303,00 para 1 adulto
R$202,00 para 2 ou mais adultos (por pessoa)
R$101,00 por criança de 6 a 12 anos (no mesmo apto dos pais)

Ala do Irmão Lourenço (São 9 apartamentos, a ala comporta 24 pessoas – Lado direito, abaixo da Ala do Santuário – escada)
R$303,00 para 1 adulto
R$202,00 para 2 ou mais adultos (por pessoa)
R$101,00 por criança de 6 a 12 anos (no mesmo apto dos pais)

Ala do Santuário (São 8 apartamentos, a ala comporta 24 pessoas
(Lado direito do Santuário, andar superior)
R$303,00 para 1 adulto
R$202,00 para 2 ou mais adultos (por pessoa)
R$101,00 por criança de 6 a 12 anos (no mesmo apto dos pais)

Ala do Claustro (São 5 apartamentos, a ala comporta 15 pessoas – Próximo ao relógio do sol – parte interna, ao lado do Santuário)
R$303,00 para 1 adulto
R$202,00 para 2 ou mais adultos (por pessoa)
R$101,00 por criança de 6 a 12 anos (no mesmo apto dos pais)

Ala da Carapuça (São 10 apartamentos, a ala comporta 20 pessoas – Parte externa do Santuário, em frente ao Museu e Biblioteca)
R$303,00 para 1 adulto
R$202,00 para 2 ou mais adultos (por pessoa)
R$101,00 por criança de 6 a 12 anos (no mesmo apto dos pais)

Chalé (Comporta 4 pessoas, sendo um quarto com uma cama de casal e duas de solteiro. Ocupação mínima – 2 adultos):
R$235,50 para 1 adulto
R$157,00 para 2 ou mais adultos (por pessoa)
R$78,50 por criança de 6 a 12 anos (no mesmo apto dos pais)

Casa da Ponte (Comporta até 15 pessoas, sendo dividida em duas partes: Parte principal – 12 pessoas. Ocupação mínima – 6 adultos e Suíte – 3 pessoas. Ocupação mínima – 2 adultos. As duas partes podem ser reservadas separadamente)
R$235,50 para 1 adulto
R$157,00 para 2 ou mais adultos (por pessoa)
R$78,50 por criança de 6 a 12 anos (no mesmo apto dos pais)

Ala dos Irmãos (São 8 quartos, a ala comporta 20 pessoas – Lado esquerdo do Santuário, abaixo da Ala do Claustro – escada)
R$235,50 para 1 adulto
R$157,00 para 2 ou mais adultos (por pessoa)
R$78,50 por criança de 6 a 12 anos (no mesmo apto dos pais)

* Crianças de até 5 anos (no mesmo apto dos pais) não pagam
* Idosos (acima de 60 anos) têm direito à meia-entrada
* Os valores podem variar de acordo com a temporada, consulte diretamente no Santuário

Reservas: [email protected]

Continua lendo
Publicidade
Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

Polícia prende 11 pessoas durante operação em Uberaba

Um suspeito encontra-se foragido e está sendo procurado

Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) participou, nesta quinta-feira (17), da Operação “Retorno” em conjunto com as forças de segurança que compõem o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), em Uberaba. Ao todo, foram cumpridos oito mandados de prisão, sendo cinco contra investigados que estavam em liberdade e três em desfavor de pessoas que já estavam detidas no Sistema Prisional por outros delitos. Um suspeito encontra-se foragido e está sendo procurado.

Outras três prisões em flagrante foram efetuadas no curso da operação, duas por tráfico de drogas e uma por posse ilegal de munição calibre 9mm. A ação policial é um desdobramento da Operação “Dilúvio”, resultante de provas que foram compartilhadas com a Polícia Civil, a qual realizou diligências adicionais e conseguiu os mandados de prisão preventiva junto à Justiça em Uberaba.

A quadrilha investigada é especializada em roubos de veículos, inclusive é acusada de orquestrar e executar um roubo de um carro sedan de luxo ocupado por mulheres indefesas. O veículo teria sido utilizado em pelo menos mais uma ocorrência, o roubo de uma caminhonete de luxo.

“Retorno” refere-se ao retorno da prova produzida durante a Operação “Dilúvio”, ao retorno das operações conjuntas das forças de segurança e o retorno de pessoas perigosas à prisão.

Continua lendo

Últimas Notícias

Empresa lança operação de bikes e patinetes em Belo Horizonte

Bicicletas e patinetes elétricos estão disponíveis no Centro, Savassi, Santa Efigênia, entre outros

Área atendida – Foto: Divulgação

A Yellow, empresa brasileira de soluções de mobilidade urbana individual, passa a oferecer o serviço de compartilhamento de bicicletas no sistema dockless (sem estação para retirada e devolução) e patinetes elétricos em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais.

A empresa inicia a operação piloto na região dos bairros Centro, Savassi, Santa Efigênia, Santo Agostinho, Lourdes, Funcionários, Carmo, Cruzeiro, Anchieta e Sion com mais de 500 bikes e 250 patinetes, ambos com preço acessível – R$ 1 a cada 10 minutos para as bikes e R$3,00 o desbloqueio + R$0,50 a cada minuto de uso do patinete.

As bikes, que estarão disponíveis inicialmente em pontos privados parceiros, podem ser usadas de segunda a segunda, 24 horas por dia, e estacionadas depois em qualquer lugar dentro da área de atuação da Yellow na cidade, em locais onde o estacionamento de bicicletas é permitido (paraciclos e vagas comum de veículos, perpendicularmente ao sentido da via).

Já os patinetes estarão disponíveis todos os dias da semana das 8 às 20 horas. “Começamos com mais de 30 pontos parceiros para bikes e patinetes e outros estão em cadastramento. A Yellow disponibiliza todas as manhãs os patinetes nesses locais; já o usuário pode encerrar a corrida em um desses pontos ou em qualquer local da área de atendimento, contanto que tome cuidado para não atrapalhar o fluxo de pedestres”, explica um dos fundadores da Yellow, Ariel Lambrecht. No final do dia a Yellow recolhe os patinetes para recarga, manutenção e limpeza. E na manhã seguinte, os disponibiliza novamente para uso nos pontos privados.

Assim como em São Paulo, as corridas podem ser pagas com cartão de crédito e dinheiro. Os créditos para uso das bicicletas poderão ser comprados em dinheiro em bancas de jornal e lojas, entre outros estabelecimentos parceiros espalhados pela cidade, como lanchonetes, que vão receber o valor em espécie e transferir, na hora, o montante para o app do usuário, como já acontece com as recargas de celular.

“Temos acompanhado com atenção e contribuído com as ações da BHTrans no chamamento público para operação de bicicletas compartilhadas e, tão logo o modelo sem estação seja contemplado, procederemos com as adequações legalmente exigíveis”, completa Lambrecht.

A Yellow, primeira empresa de compartilhamento de bicicletas sem estações do Brasil, iniciou suas operações em São Paulo em 2 de agosto e que acaba de somar um milhão de corridas. Enquanto amplia e consolida sua operação no Brasil, a Yellow também inicia sua atuação em outros países da América Latina.

Impacto positivo na cidade

Para garantir a melhor experiência do cidadão, preservar o ambiente urbano, apoiar boas práticas do usuário e respeitar toda a sociedade, a Yellow inicia a operação em Belo Horizonte com iniciativas de manutenção, organização do espaço físico e incentivo ao uso responsável. Os ‘Guardiões Yellow’ circularão todos os dias da semana para mapear bicicletas e patinetes, organizá-los, redistribuí-los estrategicamente e retirá-los para manutenção quando necessário, contribuindo, assim, para a melhor distribuição e posicionamento das bicicletas pela cidade, além de apoiar os usuários e garantir as boas práticas.

Continua lendo

Últimas Notícias

Carro desce ladeira e cai sobre casa na Região da Pampulha, em BH

Motorista do carro ficou ferido

Carro parou sob a casa — Foto: Marcelo Costa/Defesa Civil

Um carro descontrolado desceu uma ladeira e caiu sobre uma casa no bairro Cachoeirinha, na Região da Pampulha, em Belo Horizonte, durante a tarde desta sexta-feira, 18.

De acordo com o Corpo de Bombeiro, o carro desceu uma ladeira, atingiu uma parede e o telhado da casa. Ninguém do imóvel ficou ferido.

A Defesa Civil foi esteve no local onde vistoriou e disse que não há risco de desabamento.

Segundo o corporação, o acidente aconteceu na Rua Flor da Cachoeira e deixou o motorista ferido. Ele foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Continua lendo