Redes Sociais

Últimas Notícias

Prevenção à febre maculosa deve ser intensificada nos períodos mais secos do ano

Doença é mais comum nesta época do ano e pode ocorrer tanto em áreas rurais, quanto urbanas

A febre maculosa brasileira é uma doença infecciosa presente no país já há muitos anos. O primeiro relato ocorreu em 1929, em São Paulo, e atualmente a doença é registrada nas regiões Sudeste e Sul do Brasil. Em Minas Gerais, a ocorrência da febre maculosa brasileira é relatada desde a década de 1930, mas ainda hoje a doença causa dúvidas na população em geral.

Causada pela bactéria Rickettsia rickettsii, a febre maculosa é transmitida ao homem pela picada de carrapatos infectados, principalmente os popularmente conhecidos como carrapato-estrela. Embora casos da doença possam ocorrer durante todo o ano, é no período seco, especialmente entre os meses de junho e novembro, que eles ocorrem com maior frequência.

A coordenadora de Zoonoses e Vigilância de Fatores de Risco Biológicos da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), Mariana Gontijo de Brito, explica que a doença tem sido registrada não somente em áreas rurais, como também em regiões urbanas.

“Em Minas Gerais, a principal espécie de carrapato envolvida na transmissão da febre maculosa brasileira é o Amblyomma scultum. Eles podem ser encontrados em equídeos, roedores, capivaras, marsupiais, cães e outros animais”, diz.

A coordenadora alerta ainda que a população de carrapatos aumenta em determinada área, em razão da disponibilidade desses animais e de condições ambientais favoráveis, como presença de pastos “sujos” e vegetação favorável ao crescimento e reprodução do carrapato, por isso a presença da doença tanto em áreas rurais, quanto urbanas.

Diante de contato com áreas favoráveis à presença de carrapatos, a recomendação é que inspeções no corpo sejam realizadas em intervalos curtos de tempo, pois quanto antes os carrapatos forem identificados e retirados do corpo, menor a chance de transmissão da doença.

Caso a identificação e retirada do carrapato não seja oportuna, é preciso estar atento aos primeiros sintomas da febre maculosa, pelo fato de a doença ter uma alta letalidade. Ela se manifesta de forma aguda por meio de sintomas como febre, dor de cabeça, dores musculares, mal estar, náuseas e vômitos. Pode ocorrer uma erupção cutânea, frequentemente com pele escurecida ou incrustada no local da picada do carrapato.

“O diagnóstico tardio é um dos fatores que elevam a gravidade da doença. Assim, é fundamental que, diante de sintomas da doença após a estadia em locais com grandes chances de infestação de carrapatos, o paciente procure imediatamente o serviço de saúde e relate ao profissional médico que esteve em áreas propícias para a presença desses animais”, enfatiza Mariana Gontijo.

A doença em Minas Gerais

Entre os anos de 2008 e 2018, as regiões prioritárias no estado com notificação de casos são regiões Centro (27,7%), Sudeste (23,8%), Leste (14,8%), Oeste (11,9%) e Jequitinhonha (7,9%).

Neste ano de 2018, foram confirmados sete casos em Minas Gerais. Além desses, há dois casos suspeitos, em investigação, no município de Betim. Tratam-se de estudantes que estiveram na Serra do Cipó durante uma excursão escolar. Após sintomas de febre, os alunos procuraram uma unidade de saúde na cidade e já foram coletadas amostras para diagnóstico laboratorial. As famílias dos demais jovens já foram alertadas sobre os sinais e sintomas da febre maculosa e orientadas a procurar uma Unidade de Saúde.

O local provável de infecção ainda está em investigação. A SES-MG está acompanhando e apoiando a investigação dos casos, por meio da Regional de Saúde de Belo Horizonte, além de colaborar na adoção de medidas pertinentes, como ações de educação em saúde e de vigilância de ambientes para identificação da presença de carrapatos nos locais suspeitos. Essas medidas são necessárias para realização de ações direcionadas de prevenção e controle, com o objetivo de evitar novos casos.

Formas de prevenção

– Uso de repelentes à base da substância icaridina, que têm se mostrado eficazes na prevenção de picadas por carrapatos em indivíduos que frequentam ambientes favoráveis à presença desses animais;
– Uso de roupas de cor clara, vestimentas longas e calçados fechados, preferencialmente com meias brancas e de cano longo, que permitirão a fácil visualização dos carrapatos. Se possível, vedar as botas com fita adesiva de dupla face;
– Evitar se sentar e deitar em gramados nas atividades de lazer, como caminhadas, piqueniques, pescarias, entre outras;
– Vetores devem ser retirados com o auxílio de pinça, evitando-se o contato com unhas e o esmagamento do animal;
– Examinar o corpo periodicamente, tendo em vista que quanto mais rápido eles forem retirados do corpo, menor a chance de infecção;
– Uso de equipamentos de proteção individual nas atividades ocupacionais (capina e limpeza de pastos);
– Utilização periódica de carrapaticidas em cães e cavalos, conforme recomendações do profissional médico veterinário;
– Limpeza e capina de lotes não construídos e limpeza de áreas públicas, com cobertura vegetal, devem ser realizadas periodicamente;
– Manter vidros e portas fechados em veículos de transporte em áreas com risco de infestação de carrapatos.

Continua lendo
Publicidade
Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

Emprego em Minas Gerais: estado deve gerar mais oportunidades em 2019

Mesmo com a difícil situação fiscal do estado, emprego em Minas Gerais deve crescer em 2019. Veja como se aproveitar da situação para se recolocar no mercado de trabalho

Devido à crise econômica que atinge o Brasil, todas as unidades da federação tiveram que apertar os cintos e reduzir seus orçamentos. Porém, algumas delas, afogadas em despesas obrigatórias, não puderam fazer isso. O resultado é uma péssima situação fiscal, o que, por sua vez, prejudica a economia local.
Um dos estados em situação mais crítica é Minas Gerais. O recém-eleito governador mineiro, Romeu Zema, sancionou o orçamento de 2019 prevendo um déficit superior aos R$ 11 bilhões. Como o Estado é uma das forças motrizes da economia, isso leva muitas pessoas a pensar que a população enfrentará uma onda de demissões, tanto nos setores público quanto no privado.
Esse, porém, não é o caso desse estado do sudeste do país: ao que tudo indica, a taxa de empregos em Minas Gerais deve, enfim, melhorar ao longo de 2019.
Mercado de trabalho deve melhorar em 2019
Uma pesquisa feita pela consultoria Deloitte revelou que os empresários, de modo geral, pretendem contratar mais esse ano do que no ano passado. O levantamento, realizado apenas entre esse público, revelou que apenas 7% devem reduzir o seu quadro de colaboradores, e que isso deve acontecer por conta da automação de tarefas. Da mesma maneira, 97% planejam novos investimentos em 2019 e 80% preveem um aumento em suas vendas.
Assim, por mais que o Ministério do Trabalho tenha sido extinto e as medidas de geração de empregos pulverizadas entre os órgãos da administração federal, 2019 deve trazer mais oportunidades a profissionais de todo o país. Deste modo, a tendência é que os índices de 12,3% de desemprego e mais de quatro milhões de desalentados (pessoas que desistiram da busca) se invertam.
Apesar da situação financeira do estado, emprego em Minas Gerais deve crescer
Por mais que o otimismo seja generalizado, especialistas afirmam que a geração de novas posições de trabalho deve ser concentrada em certas regiões do país. O emprego em Minas Gerais, por exemplo, tende a crescer: um levantamento, realizado pelo portal Trabalho Hoje, a pedido do poder Executivo mineiro, aponta que o estado foi o segundo maior gerador de oportunidades em todo o país, perdendo apenas para São Paulo.
Isso só é possível, pois, em que pese a complicada situação fiscal dessa unidade federativa, Minas Gerais tem se consolidado como polo empreendedor, abrigando 12% das startups de
todo o país, conforme dados da Associação Brasileira de Startups (ABStartups). É a segunda maior concentração de empreendimentos dessa categoria em todo o país.
Por mais que o fenômeno se faça notar em todo o seu território, especialistas apontam que há uma região específica onde a quantidade de startups se destaca: as localidades de Alfenas, Itajubá, Lavras, Santa Rita do Sapucaí e Varginha, no sul do estado, concentram quase 60 negócios que se enquadram nessa categoria, respondendo por quase 10% do total de Minas Gerais. Analistas apontam que o fomento proporcionado pelo poder público, junto com a presença de universidades que investem em inovação e na indústria, que atua como agente transformador, são fatores decisivos para esses números. Tudo isso deve colaborar com a melhora dos índices de emprego em Minas Gerais ao longo desse ano.
Melhora no mercado pode ser oportunidade para se recolocar
O otimismo dos empresários muitas vezes é compartilhado pelos profissionais. Afinal, tanto quem tenta se recolocar quanto quem almeja uma posição mais vantajosa e que proporcione a realização de um grande passo na carreira costumam se animar com a perspectiva de um ano com geração de mais empregos.
Porém, é preciso ter em mente que o aumento de oportunidades por si só não garante que uma pessoa conquiste o emprego dos sonhos: ela também deve se preparar para a busca. Geralmente, coaches e analistas de recursos humanos sugerem que os pretendentes a uma nova posição tomem medidas como:
  • Acionamento de sua rede de contatos;
  • Atualização do currículo;
  • Investimento em qualificação;
  • Atitude criteriosa nas candidaturas, enviando o currículo apenas às posições condizentes com seu perfil e pretensão salarial.
Deste modo, as chances de que a recolocação deixe de ser sonho para se converter em realidade são grandes.
Crescimento na quantidade de vagas também exige preparação de empresas
Por outro lado, estabelecimentos que pretendem abrir novas vagas de emprego em Minas Gerais, bem como em outras unidades federativas, também devem se preparar para tal. A ideia é tornar a empresa atraente para talentos de alto nível, que servirão de suporte para um crescimento sustentável.
De acordo com especialistas, uma das medidas mais interessantes nesse sentido é o oferecimento de um plano de carreira consistente. Dessa forma, a tendência é que os candidatos não considerem apenas o salário inicial, como, também, as possibilidades de crescimento.
Da mesma maneira, é fundamental que o negócio mostre-se preocupado com a qualidade de vida dos funcionários, proporcionando benefícios como plano de saúde de qualidade, horários flexíveis e a possibilidade de home office. Assim, as chances de que candidatos mais qualificados se interessem pela posição ficam maiores.

Continua lendo

Últimas Notícias

Caminhão com soja tomba e pista fica parcialmente fechada a BR-040, em Sete Lagoas

Trânsito era feito em apenas uma das pista

Foto: Via 040/Divulgação

Um caminhão que transportava soja tombou e fechou parcialmente a BR-040, perto de Sete Lagoas, na Região Central de Minas Gerais, na manhã desta terça-feira, 26.

De acordo com a Via 040, empresa que administra a rodovia, o acidente aconteceu na pista sentido Brasília, e que ficou parcialmente fechada.

Por volta das 9h, funcionários da empresa faziam a limpeza da pista e havia 1 km de lentidão no sentido Distrito Federal.

Devido ao acidente, o transito ficou em apenas uma faixa. Não houve vítimas.

Continua lendo

Últimas Notícias

BrazilFoundation faz evento em solidariedade a Brumadinho

Recursos irão financiar de quatro a seis projetos selecionados por meio do edital

A BrazilFoundation realizou na noite do último dia 20 de fevereiro um evento em solidariedade a Brumadinho, no Top of the Standard, o badalado hotel no Meatpacking District, em Nova York. Mesmo com a intensa neve e a chuva, cerca de 200 pessoas prestigiaram a festa, brasileiros e não brasileiros compareceram no evento que teve um clima “baladinha” animada pela DJ Marina Diniz.

Foram mobilizados cerca de R$50 mil.

Numa noite de solidariedade e boa energia, Francisco Costa foi o anfitrião da noite. “Tenho a honra de me envolver com a BrazilFoundation e destacar seu importante trabalho que melhora a vida dos brasileiros por meio de suas atividades programáticas e do altruísmo pelo bem-estar de nosso país”, afirmou o estilista.

Entre os itens arrematados no leilão estão a fotografia “Karolina in Chanel”, de Eduardo Rezende, doação de Eduardo Rezende e Claudia d’Orey, por R$9.500, e a gravura “A Negociação” de Bruno Dunley, doação da Galeria Nara Roesler, por R$3.100.

A noite beneficente foi uma ação da campanha Abrace Minas Gerais, lançada pela BrazilFoundation logo após a queda da barragem em Brumadinho e teve como objetivo mobilizar recursos para o apoio de projetos na região. Uma festa em Miami, no dia 6 de março, no Grove at Grand Bay, também faz parte da programação da BrazilFoundation para Brumadinho.

Até agora a Abrace Minas já arrecadou R$100 mil, que serão dobrados pela BrazilFoundation com mais R$100 mil. Os recursos irão financiar de quatro a seis projetos selecionados por meio do edital disponível no site www.brazilfoundation.or/editalbrumadinho, aberto até o dia 15 de março.

Um agradecimento especial à DJ Marina Diniz, Top of Standard, Cachaça Leblon, Qui Tequila, a embaixadora da BrazilFoundation Flávia Alessandra, Jeane Lopes Muniz, Fernando Tormena, Guilherme Benites, Verbo Agência de Comunicação, a Colunista do Brazilian Times Arilda Costa McClive, todos doadores de leilão, a diretoria e muitos outros que apoiaram o evento!

Você ainda pode ajudar fazendo uma doação em www.abraceobrasil.org

Continua lendo