Redes Sociais

Últimas Notícias

Operação combate sonegação fiscal na comercialização de café no interior do estado

São cumpridos mandados de busca e apreensão e de prisão de suspeitos em MG, DF e PR

A Receita Estadual de Minas Gerais, o Ministério Público (MPMG) e a Polícia Civil, órgãos que integram o Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos (CIRA), em parceria com a Receita Federal do Brasil, realizam, na manhã desta terça-feira (19/6), a operação “Grão Brocado”, com o objetivo de combater fraudes na comercialização do café no interior de Minas Gerais, no Distrito Federal e no Paraná.

Estão sendo cumpridos 18 mandados de busca e apreensão, dez mandados de prisão temporária e um de prisão preventiva. Também foram autorizadas as quebras de sigilo fiscal e bancário de mais de 30 contribuintes sediados nas três unidades de federação. Em Minas Gerais, as ações estão concentradas nos municípios de Patrocínio, Santana da Vargem, Machado, Varginha e Três Pontas.

Investigações conduzidas pela Receita Federal revelaram a existência de uma organização criminosa arquitetada para sonegar tributos incidentes no comércio de grãos de café, especialmente destinados à exportação.

Conforme apurado, entre os anos de 2016 e 2018, empresas de fachada, conhecidas como “noteiras”, emitiram mais de R$ 3 bilhões em notas fiscais simulando operações e negócios para evitar o recolhimento dos impostos devidos. As investigações indicam que as empresas envolvidas mantêm uma espécie de unidade operacional de controle, cujo propósito é beneficiar terceiros criando falsos intermediários na cadeia de comercialização de grãos.

Foi apurado que o esquema criminoso visava ocultar os verdadeiros responsáveis pelo recolhimento do Funrural e pelo aproveitamento indevido de créditos do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), permitindo reduzir o valor do Imposto de Renda devido pelas reais beneficiárias e pelos produtores rurais.

Participam da operação 21 servidores da Receita Federal, 42 servidores da Receita Estadual, 72 Policiais Civis e cinco promotores de Justiça.

Grão brocado

Na linguagem do setor, grão brocado é aquele danificado pela broca, um parasita dos cafezais. O nome da operação refere-se aos vários agentes intermediários entre o produtor e a indústria, que estão sob investigação e atuam como verdadeiros parasitas, operando um esquema criminoso de sonegação de tributos estaduais e federais, o que também reduz a participação dos municípios nos recursos repassados pelo Estado – baseada no Valor Adicionado Fiscal (VAF) -, prejudicando o custeio da saúde, educação e demais serviços prestados pelas prefeituras, além de causar desequilíbrio no mercado.

Últimas Notícias

Parque Praça JK recebe evento gratuito com mastologistas e serviços voltado ao combate do câncer de mama

BH recebe o evento gratuito, entre 19 e 21 de outubro, no Parque Praça JK, com programação que inclui atividades lúdicas com experiência em realidade virtual

Na próxima sexta-feira, Belo Horizonte recebe as atividades do Instituto Avon para o Outubro Rosa. Há 15 anos atuando no Brasil, o Instituto acredita que nenhuma mulher deve ser deixada no escuro quando o assunto é o câncer de mama. Por isso, este ano, o esperado evento Giro Pela Vida ganhou as estradas do país em uma carreta temática que estacionou nas capitais: São Paulo, Salvador e, por fim, Belo Horizonte. Entre as novidades estão atividades informativas e educacionais, que contarão com a modernidade da experiência em realidade virtual, pontos de apoio para tirar dúvidas sobre o câncer de mama, além de exame clínico das mamas, com médicos mastologistas e encaminhamento para exames complementares.

6º Giro Pela Vida no Parque Praça JK

Nos dias 19, 20 e 21, a capital mineira, recebe a programação especial de Outubro Rosa, do Instituto Avon. As atividades reúnem experiência, informação e prevenção com a carreta educativa que contará com óculos especiais de realidade virtual conduzindo o participante pela história do movimento do Outubro Rosa.

O evento conta ainda com profissionais na Tenda Mitos e Verdades para rodadas de conversa sobre a doença, onde o público terá a oportunidade de tirar dúvidas sobre hábitos saudáveis, tipos de tratamento, sinais e como agir diante do diagnóstico positivo.

Além disso, em outra tenda, mastologistas estarão disponíveis para realizar o exame clínico das mama, em mulheres acima dos 40 anos. Durante a consulta, além do exame, os médicos também vão esclarecer dúvidas e encaminhar à mamografia nos hospitais parceiros do SUS.

Para serem atendidas as mulheres precisam atender ao seguintes critérios:

Ser mulher e ter 40 anos ou mais;

Apresentar cartão do SUS, documento com foto e comprovante de residência atual (menos de 60 dias);

Importante: outros exames não serão avaliados, os especialistas realizarão exclusivamente o exame clínico das mamas;

Os atendimentos acontecerão por ordem de chegada e por meio de distribuição de senhas, das 8h da manhã às 19h. Será respeitada a ordem de chegada. As vagas são limitadas;

Pedidos de exames complementares serão direcionados para a rede de saúde.

Serviço

Giro Pela Vida:
Belo Horizonte – Parque Praça JK
Dias 19, 20 e 21 de outubro
Horários:
19/10 – Das 13h às 19h
20 e 21/10 – Das 8h às 19h

Continua lendo

Últimas Notícias

Seis pessoas morrem em grave acidente na BR-381, em São Gonçalo do Rio Abaixo

Uma carreta e uma van bateram de frente; nove pessoas ficaram feridas

Um grave acidente matou seis pessoas e deixou nove ficaram feridas nesta segunda-feira, 15, na BR-381, em São Gonçalo do Rio Abaixo, na Região Central de Minas Gerais, informou a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Segunda a PRF, uma carreta e uma van bateram de frente no km 388, perto da ponte do Rio Una. A carreta foi parar em um barranco.

aguarde para mais informações

Continua lendo

Últimas Notícias

Prefeitura de Belo Horizonte vai distribuir apitos para mulheres denunciar assédio no transporte público

Dez mil unidades vão ser distribuídos para que mulheres denunciem quando sofrerem assédio

Foto: Divulgação/PBH

A Guarda Municipal de Belo Horizonte anunciou uma campanha educativa para sensibilizar a população sobre o crime de importunação sexual no transporte público. A Prefeitura de Belo Horizonte comprou dez mil apitos que vão ser distribuídos para que mulheres denunciem quando sofrerem assédio.

O aumento dos casos de assédio verificado a partir de relatos feitos por mulheres usuárias do transporte público, nos últimos meses, motivou a iniciativa por parte da Secretaria Municipal de Segurança e Prevenção (SMSP).

O secretário Genilson Zeferino assinala que as ocorrências se concentram em determinadas linhas de ônibus e horários do metrô. A campanha educativa será iniciada nestes locais e períodos, para depois serem ampliadas ao transporte público em geral

A preocupante constatação de que a maioria das vítimas alegava não ter denunciado os abusadores e, portanto, não levaram o caso ao conhecimento da polícia, levou o grupo a ter a ideia de adotar a distribuição de apitos como um ato simbólico contra o silêncio, neste lançamento dos trabalhos.

Para isso foram adquiridos dez mil apitos, para que as mulheres façam uso dele no momento em que sofrerem o assédio. Será uma espécie de alerta para que as demais pessoas presentes observem o que está ocorrendo e também para que o próprio motorista, no caso dos ônibus, pare o veículo e busque se informar sobre o fato.

Continua lendo