Redes Sociais

Últimas Notícias

Circuito Gastronômico Arraial de Belo Horizonte apresenta pratos da culinária junina em 23 bares e restaurantes da capital

Circuito acontece durante todo o período do festejo junino, até 15 de julho

Circuito Gastronômico Arraial de Belo Horizonte – Foto: Divulgação/Belotur

A gastronomia é um dos grandes pilares da edição de 2018 do Arraial de Belo Horizonte. Dentre as diversas ações na área que estão sendo propostas durante o festejo está o “Circuito Gastronômico Arraial de Belo Horizonte”, que apresenta pratos típicos da culinária junina reinventados por 23 bares e restaurantes da cidade. A iniciativa é realizada pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Belotur, em parceria com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel).

O objetivo do Circuito Gastronômico é fortalecer a culinária mineira, oferecendo aos moradores e turistas receitas com ingredientes típicos, como o milho, a carne seca, o amendoim, entre outros. Dessa forma, a gastronomia local, já reconhecida internacionalmente, mostra mais uma de suas facetas: a tradição de pratos da época junina.

Participam do circuito os seguintes estabelecimentos: Academia, Assacabrasa Lourdes, Baiana do Acarajé, Bar Ideal, Boi Vitório, Cafeteria da Fazenda – Comidinhas Mineiras, Casa Cheia Restaurante – Mercado Central e Savassi, Chalé da Mata, Dona Lucinha, Laicos, Maria das Tranças – São Francisco e Savassi, Marina’s Bar e Restaurante, Pampulha Stand Bar, Paracone, Pizzaria Estação Parada do Cardoso, Reciclo, Restaurante Escola Promove, Sport Bar Pizzaria, Verdinho, Xico da Carne – Cidade Nova e Santa Inês.

Estabelecimentos do Circuito Gastronômico Arraial de Belo Horizonte
Academia
Endereço: Rua Francisco Bicalho, 2200, Caiçara
Funcionamento: Segunda a sexta a partir das 17h30. Sábados e domingos a partir das 11h30.
Telefone: (31) 2526-5141
Prato: Costelinha melada com arroz caipira – Arroz com torresmo destruído, milho cozido, costelinha com caldo de rapadura, creme de milho, manteiga, cachaça, gengibre e cebola ralada.
Valor: R$ 45,90 para 2 pessoas

Assa Lourdes (Assacabrasa – Bahia)
Endereço: Rua da Bahia, 1760, Lourdes
Funcionamento: Terça a sábado das 17h à 0h. Domingo das 12h às 20h.
Telefone: (31) 3226-2187
Prato: Pula a fogueira – Mix de carne suína defumada no vinho tinto servido com polenta cremosa e crispy de couve.
Valor: R$ 16,90 para 1 pessoa

Baiana do Acarajé
Endereço: Rua Antônio de Albuquerque, 440, Savassi
Funcionamento: Terça a quinta das 12h à 0h. Sexta e sábado das 12h à 0h30. Domingo das 12h às 22h.
Telefone: (31) 3264-5804
Prato: Vatapá de badejo com camarão – Badejo com camarão cozido no leite de coco e dendê servido com vatapá. Acompanha arroz branco e farofa.
Valor: R$ 99 para 2 pessoas

Bar Ideal
Endereço: Rua Sergipe, 1187, Savassi
Funcionamento: Segunda e terça das 11h30 à 0h30. Quarta das 11h30 às 01h30. Quinta das 11h30 às 02h
Telefone: (31) 3889-1187
Prato: Kiev de Frango – Delicioso filé de peito de frango recheado com mix de manteiga, queijo parmesão, gengibre, empanado na farinha de trigo e servido em cama de creme de milho.
Valor: R$ 39,60 para 2 pessoas

Boivitório
Endereço: Av. Afonso Pena, 4374, Cruzeiro
Funcionamento: Segunda a sexta das 11h às 14h30 /18h à 0h.Sábados, domingos e feriados das 12h à 0h.
Telefone: (31) 3223-2222
Prato: Lagarto no sabugo – Delicioso lagarto de angus com bechamel de milho, servido com 5 bolinhos de milho com molho picante e 2 brigadeiros de milho na palha.
Valor:R$ 35,90 para 2 pessoas

Cafeteria da Fazenda – Comidinhas Mineiras
Endereço: Rua Montes Claros, 752, Anchieta
Funcionamento: Terça a sexta das 10h às 22h. Sábados das 8h às 22h. Domingos e feriados das 8h às 16h
Telefone: (31) 3324-7774
Prato: Carne na lata à mineira – Delicioso pernil suíno (700 gramas) preparado à moda mineira. Acompanha arroz branco, taioba refogada,ovos fritos e molho de queijo.
Valor: R$ 45 para 2 pessoas

Casa Cheia Restaurante – Mercado Central
Endereço: Mercado Central – Av. Augusto de Lima, 744 – loja 167, Centro
Funcionamento: Segunda a sábado das 10h30 às 18h. Domingos e feriados das 10h30 à 13h.
Telefone: (31) 3274-9585
Prato: Porconóbis de Sabugosa – Costela suína, linguiça calabresa, milho verde cozido e ora-pro-nóbis servido com especiarias.
Valor: R$ 46 para 2 pessoas

Casa Cheia Restaurante – Savassi
Endereço: Rua Cláudio Manoel, 784, Savassi
Funcionamento: Segunda a sábado das 11h à 0h. Domingos e feriados das 11h às 19h.
Telefone: (31) 3234-6921
Prato: Porconóbis de Sabugosa – Costela suína, linguiça calabresa, milho verde cozido e ora-pro-nóbis servido com especiarias.
Valor: R$ 46 para 2 pessoas

Chalé da Mata
Endereço: Av. Engenheiro Carlos Goulart, 1123, Buritis
Funcionamento: Segunda a sexta das 11h às 15h. Terça a sábado das 18h à 0h. Sábados e domingos das 11h às 17h.
Telefone: (31) 3378-7272
Prato: Costelão à moda Junina – Costelão de boi temperado com alho, cebola, gengibre e sal e assado à moda Chalé da Mata. Acompanha anéis de cebola.
Valor: R$ 25,90 para 2 pessoas

Dona Lucinha
Endereço: Rua Padre Odorico, 38, Savassi
Funcionamento: Segunda a sexta das 7h às 22h. Sábado das 8h às 22h. Domingo das 12h às 17h.
Telefone: (31) 3227-0562
Prato: Ioiô-com-Iaiá – Engrossado de fubá (Ioiô) com costelinhas (Iaiá) e mostarda ou couve rasgada (molambo).
Valor: R$ 26 para 1 pessoa

Laicos
Endereço: Rua Ceará, 1580, Savassi
Funcionamento: Segunda a sexta das 11h30 às 14h30/17h30 às 2h. Sábado das 17h30 às 2h.
Telefone: (31) 3658-8828
Prato: Estrelas de São João – Canjica ao queijo canastra curado, tiras de filé e lascas de amendoim torrado.
Valor: R$ 20 para 1 pessoa

Maria das Tranças – São Francisco
Endereço: Rua Estoril, 938, São Francisco
Funcionamento: Segunda a sábado das 11h às 22h. Domingo das 11h às 18h.
Telefone: (31) 3441-3708
Prato: Frangonóbis – Delicioso frango preparado com o ora-pro-nóbis, hortaliça originária do continente americano e marcante na culinária mineira, servido com tradicional angu, arroz branco, milho verde e farofa de amendoim.
Valor: R$ 65 para 2 pessoas

Maria das Tranças – Savassi
Endereço: Rua Professor Morais, 158, Savassi
Funcionamento: Segunda das 11h às 17h.Terça a quinta das 11h à 0h. Sexta e sábado das 11h à 01h. Domingos e feriados das 11h às 22h.
Telefone: (31) 3261-4802
Prato: Frangonóbis – Delicioso frango preparado com o ora-pro-nóbis, hortaliça originária do continente americano e marcante na culinária mineira, servido com tradicional angu, arroz branco, milho verde e farofa de amendoim.
Valor: R$ 65 para 2 pessoas

Marina’s Bar e Restaurante
Endereço: Rua José Barone, 13, Paraíso
Funcionamento: Segunda a domingo das 8h à 01h
Telefone: (31) 3283-1325
Prato: Atolada no milho – Maçã de peito cozida com mandioca e milho verde, acompanhada da saborosa farofa de milho e alho assado.
Valor: R$ 29 para 2 pessoas

Pampulha Stand Bar
Endereço: Av. Guarapari, 185 A, Santa Amélia
Funcionamento: Terça, quarta e quinta das 17h à 01h. Sexta e sábado das 17h às 02h. Domingo das 17h à 0h.
Telefone: (31) 3879-7999
Prato: Bambá de São João – Bambá de couve com carne suína flambada na cachaça e acompanhado de torradas.
Valor: R$ 14,90 para 1 pessoa

Paracone
Endereço: Av. Brasil, 920, Funcionários
Funcionamento: Todos os dias das 7h à 01h
Telefone: (31) 3247-2300
Prato: Costelinha “PANC” – Costelinha marinada com cachaça, cozida com a técnica do “pinga” e finalizada com ora-pro-nóbis servida com angu de moinho d’água cozido por horas e arroz com alho.
Valor: R$ 32,00 para 2 pessoas

Pizzaria Estação Parada do Cardoso
Endereço: Rua Dores do Indaiá, 399/409, Santa Tereza
Funcionamento: Domingo a quarta das 18h à 0h. Quinta a sábado das 18h às 02h.
Telefone: (31) 3468-0525
Prato: Pizza Anarriê – Pizza de mussarela preparada com espetinho de contrafilé desconstruído, envolvido em farinha de mandioca e legumes salteados com calda de rapadura.
Valor: R$ 44,90 para 1 pessoa

Reciclo
Endereço: Rua Ouro Fino, 452 -Área especial XIII – Mercado do Cruzeiro, Cruzeiro
Funcionamento: Segunda a sexta das 9h30 às 15h. Sábado e domingo das 9h30 às 17h. Sexta e sábado das 20h às 02h
Telefone: (31) 3284-0709
Prato: Arraiá de Belô – Risoto de milho verde, com linguicinha artesanal mineira, flambada na cachaça com rapadura.
Valor: R$ 25 para 1 pessoa

Restaurante Escola Promove
Endereço: Rua dos Timbiras, 1560A – Lourdes
Funcionamento: Segunda a sexta das 11h30 às 15h. Sábado e domingo das 12h às 16h. Sexta e sábado das 19h às 23h30
Telefone: (31) 3222-8164
Prato: Franguinho do Arraiá – Sobrecoxa cozida à moda da casa da vovó, pirão de frango, batatinhas douradas com alecrim, ora-pro-nóbis e arroz branco.
Valor: R$ 29 para 1 pessoa

Sport Bar Pizzaria
Endereço: Av. Andradas, 3700, Santa Efigênia
Funcionamento: Terça a domingo das 18h à 0h
Telefone: (31) 3024-3870
Prato: Peccato Junino – Pizza de paçoca de carne de sol com cebola roxa, puxada na manteiga de garrafa e cubos de queijo coalho flambado.
Valor: R$ 39,90 para 4 pessoas

Verdinho
Endereço: Av. Cônsul Antônio Cadar, 122 – loja 02/37, São Bento
Funcionamento: Segunda a domingo das 11h até o último cliente.
Telefone: (31) 3293-4047
Prato: Maminha Junina – Maminha marinada no vinho branco e ervas especiais. Acompanha mandioca cozida servida com manteiga de garrafa.
Valor: R$ 29,90 para 2 pessoas

Xico da Carne – Cidade Nova
Endereço: Rua Doutor Júlio Otaviano Ferreira, 772, Cidade Nova
Funcionamento: Segunda a sexta das 17h à 0h. Sábado das 12h às 02h. Domingo das 12h à 0h
Telefone: (31) 3484-0038
Prato: Picanha Junina – Picanha premium assada na brasa, regada ao molho chimichurri, servida com mandioca e manteiga de garrafa e farofa de amendoim.
Valor: R$ 59,98 para 3 pessoas

Xico da Carne – Santa Inês
Endereço: Av. Contagem, 1966, Santa Inês
Funcionamento: Segunda a quinta das 17h à 0h. Sexta das 17h à 1h. Sábado das 12h à 1h. Domingo das 12h às 23h.
Telefone: (31) 3485-3478
Prato: Picanha Junina – Picanha premium assada na brasa, regada ao molho chimichurri, servida com mandioca e manteiga de garrafa e farofa de amendoim.
Valor: R$ 59,98 para 3 pessoas

Continua lendo
Publicidade
Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

Polícia prende quadrilha especializada em furtos e roubos a residências em BH e interior do Estado

Além dos três homens presos, um dos membros do grupo encontra-se foragido

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu, na madrugada de quinta-feira (14/02), Tiago Lopes Silva, de 27 anos, Elias Faria de Souza e Anderson de Jesus Silva, ambos de 19 anos, pelos crimes de furto e roubo a residências em Belo Horizonte e no interior do Estado. Além dos três homens presos, Fernando Luiz Silva Barbosa também foi identificado durante as investigações como um dos membros do grupo e encontra-se foragido.

Os suspeitos foram identificados no envolvimento de, pelo menos, quatro crimes nos bairros Santa Efigênia e Paraíso, na capital e, ainda, na cidade de Betim. O Chefe do 1º Departamento de Polícia Civil, Delegado Wagner Sales, explicou como os envolvidos agiam nas ações. “Durante nossas investigações, foi possível perceber que os suspeitos arrombavam as residências com o uso de ferramentas, como chave de fenda e ‘pé de cabra’, sendo que três deles adentravam para subtração de bens e comunicavam via rádio com outro indivíduo, que aguardava em um veículo “clonado” para fuga. Estes indivíduos estão sendo investigados também como participantes de uma gangue que se auto denomina “bonde dos ladrões da Serra”, esclareceu.

Além dos furtos, os investigados foram identificados como autores de roubo a uma residência no bairro Santa Efigênia na capital. O delegado Regional Sul, Frederico Abelha, contou como os suspeitos procederam neste roubo a residência. “Na ocasião os homens restringiram a liberdade de duas vítimas utilizando uma arma de fogo. Durante toda a ação as vítimas foram mantidas na sala da residência enquanto os suspeitos subtraiam os bens do imóvel”, explanou.

Durante as investigações, foi possível conseguir imagens de circuito interno de câmeras de vídeo, mostrando as ações dos envolvidos. Elias Faria, um dos homens presos, confessou sua participação em um dos furtos. De acordo com o Delegado responsável pelo caso, Leandro Alves, há a possibilidade de haver outros envolvidos na quadrilha especializada. “Durante as investigações foi possível conseguir imagens de circuito interno de câmeras de vídeo, mostrando a dinâmica delitiva dos envolvidos. Elias Faria e Anderson de Jesus confessaram suas participações nos crimes e descreveram o envolvimento de Tiago Lopes e Fernando Luiz nas ações”, finalizou.

Continua lendo

Últimas Notícias

Governador Romeu Zema consegue recurso extra da União para a Saúde no Estado

Serão, ao todo, R$ 196 milhões de incremento do Ministério da Saúde; Brumadinho e outros 17 municípios da região serão contemplados

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, e o ministro da Saúde, Henrique Mandetta, assinam nesta segunda-feira (18/2), na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, um conjunto de portarias que vão garantir ao Estado um total de R$ 196 milhões para investimentos em atenção hospitalar, vigilância e atendimento em saúde mental. Desse montante, R$ 4 milhões serão repassados a Brumadinho e outros 17 municípios da região.

O Ministério da Saúde fará, neste ano, repasses em blocos, garantindo um fluxo maior de recursos nos primeiros meses de transferência. A maior parcela do dinheiro, R$ 192 milhões, foi incorporado ao chamado Teto MAC (média e alta complexidade) estadual, ou seja, aos valores que são repassados de forma regular para assistência ambulatorial e hospitalar. Isso quer dizer que, anualmente, o Governo de Minas poderá utilizar os recursos na assistência de urgência e emergência e realizar cirurgias, consultas, exames, diagnósticos.

O valor para o Teto MAC do Estado representa um envio mensal de R$ 16 milhões para a saúde de Minas (R$ 192 milhões em 12 meses). Um acordo do governo estadual e o Ministério da Saúde, no entanto, permitirá que os valores sejam passados em quatro parcelas neste ano. Isso permitirá que, no primeiro mês de vigência da portaria que libera os recursos, o Fundo Estadual de Saúde receba um total de R$ 48 milhões. A medida auxilia o Governo de Minas na reorganização das contas estaduais e na busca de garantir a assistência à saúde da população mineira.

Brumadinho e região

Será anunciado ainda um pacote de medidas para auxílio à saúde da população da região afetada pelo rompimento da barragem da mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho, além do acompanhamento da saúde dos profissionais envolvidos no resgate às vítimas da tragédia. Ao todo, serão liberados R$ 4 milhões, sendo que R$ 1,65 milhão serão incorporados ao valor transferido anualmente para a região. As medidas auxiliarão 18 cidades afetadas que, juntas, abrigam cerca de 1 milhão de pessoas.

Em Brumadinho, foram habilitados dois Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e três equipes multiprofissionais de Atenção Especializada em Saúde Mental. Trata-se de uma preocupação com os reflexos da tragédia na vida da população atingida. O objetivo é oferecer assistência psicológica, como aqueles que vivenciaram o desastre ou tiveram amigos e familiares desaparecidos. Em situações semelhantes ao desastre, foram identificados, por exemplo, aumento dos casos de ansiedade e depressão.

O auxílio na cidade será reforçado com o credenciamento de dois Núcleos Ampliados da Saúde da Família e Atenção Básica (NASF-AB). As estruturas reforçam o atendimento da atenção básica, responsável por ações de prevenção de doenças e promoção da saúde. Todos os anúncios para a cidades são de incorporação de recursos anuais para a cidade, no total de R$ 1,65 milhão anual. O incremento pode ser usado, ainda, na atenção comunitária, com ênfase na reabilitação e reinserção social.

Outros R$ 2,3 milhões serão liberados em repasse único para as 18 cidades atingidas pelo desastre. Os valores estão destinados para as ações de vigilância, como prevenção e controle de epidemias, para as cidades de Betim, Brumadinho, Curvelo, Esmeraldas, Felixlândia, Florestal, Fortuna de Minas, Igarapé, Juatuba, Maravilhas, Mário Campos, Papagaios, Pará de Minas, Paraopeba, Pequi, Pompéu, São Joaquim de Bicas e São José da Varginha.

O objetivo é acompanhar e prevenir doenças consequentes do desastre, como aumento de casos de dengue, zika, chikungunya e febre amarela. As ações complementam as atividades do Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública, que envolvem mais de 50 técnicos do Ministério da Saúde.

O Ministério da Saúde, ainda, vai acompanhar pelos próximos 20 anos cerca de mil profissionais envolvidos no resgate e buscas (Bombeiros, Força Nacional de 2 Segurança, Defesa Civil, Ibama e outros) às vítimas do rompimento da barragem em Brumadinho. O estudo de coorte (conjunto de pessoas que tem em comum um evento que se deu no mesmo período) vai avaliar doenças que estejam relacionadas diretamente ao desastre, como a contaminação por metais pesados e leptospirose.

O primeiro passo do monitoramento será a coleta de amostras de sangue e urina, que seguirão para análise no Instituto Evandro Chagas (IEC), primeiro laboratório de referência para essa ação. Caso seja necessário, outras instituições referenciadas também poderão ser envolvidas. A ação terá a colaboração de pesquisadores de instituições, como a Fiocruz, as universidades federais de Minas Gerais (UFMG) e do Rio de Janeiro (UFRJ) e Médicos Sem Fronteiras.

Continua lendo

Últimas Notícias

Defesa Civil cadastra 110 pessoas desalojadas em Nova Lima

Evacuação ocorreu após risco de rompimento de barragem aumentar

Pelo menos 110 pessoas que vivem nos arredores da Mina Mar Azul, em Nova Lima (MG), já se cadastraram como desalojadas, após o aumento do risco de rompimento das barragens B3 e B4 da mineradora Vale. De acordo com a Defesa Civil do estado, esse é o número apenas de quem se cadastrou. A classificação do nível de emergência passou de 1 para 2.

Por determinação do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, 170 moradores que vivem nos arredores da mina, localizada a 45 quilômetros de Belo Horizonte, foram retirados da região. A evacuação ocorre 21 dias após o desastre da barragem na mina Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG), que matou 166 pessoas e deixou 144 desparecidos.

Durante coletiva de imprensa hoje (17), o capitão da Defesa Civil de Minas Gerais, Hebert Aquino, disse que há ainda um bairro, localizado próximo à Mina Mar Azul e que, em caso de rompimento de barragem, seria atingido pelos rejeitos no prazo de uma hora. Segundo ele, autoridades locais e estaduais estão reunidas para definir os próximos passos – incluindo uma possível evacuação desse local.

“As ações estão sendo tomadas pelos agentes tanto do estado quanto do município para preparar as comunidades mais distantes. Se houver alguma necessidade de evacuação, isso será feito”, disse. Pela manhã, homens da Agência Nacional de Mineração (ANM) estiveram na mina, junto a equipes do Núcleo de Emergência Ambiental da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, fazendo uma vistoria na barragem.

saiba mais

Continua lendo