Policial civil mata mulher e duas filhas e se mata em Santa Luzia

Uma irmã das vítimas e o padrasto conseguiram fugissem da casa e não se feriram

• atualizado em 15/05/2018 às 12:44  

Um policial civil é suspeito de ter matado a mulher, duas filhas e ainda se suicidou logo depois em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, durante a madrugada desta terça-feira (15).

De acordo com a Polícia Militar (PM), Paulo José de Oliveira, 40 anos, invadiu a casa das vítimas e matou duas garotas de 18 e 15 anos e a mãe delas de 40 anos. Uma irmã das vítimas e o padrasto conseguiram fugissem do local.

Ao chegar no local, os militares encontraram três mulheres caídas na sacada do segundo andar da casa já sem vida e um homem caído próximo aos estilhaços, com uma arma em punho. As vítimas são Luciana Carolina Petronilho, 40 anos, Nathalia Diovana Petronilho, 18, e Victoria Regina Graciane Petronilho, 15.

O policial chegou a ser socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) São Benedito e em seguida transferido ao Hospital João XXIII, onde faleceu por volta das 4h10.

Conforme a corporação, o policial estava preso na Casa do Policial Civil, em Belo Horizonte, desde que foi denunciado pela mãe das adolescentes por ter abusado delas.

comentários