O Por Dentro de Minas é um portal de notícias de Belo Horizonte e todo o estado de MG. Últimas notícias, informações em tempo real do trânsito, previsão do tempo, agenda cultural, emprego, colunas, blogs e coberturas especiais.
Seguir

Assembleia de Minas aceita pedido de impeachment conta Pimentel

Impeachment tem como motivo os atrasos em repasses de recursos à Assembleia e ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).
Brasília – O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, participou de uma audiência proposta pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF) com governadores de estados endividados para discutir a dívida dos estados (José Cruz/Agência Brasil)
Índice Hide
  1. Nota do governo
Foto: José Cruz/Agência Brasil

A mesa da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) aceitou durante a tarde desta quinta-feira (26) a denúncia do advogado Mariel Márley Marra que pede o impeachment do governador Fernando Pimentel (PT) por crime de responsabilidade.

De acordo com a ALMG, o impeachment tem como razão, os atrasos em repasses de recursos à Assembleia e ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). O pedido foi protocolado na Casa no início do mês.

Conforme a assessoria de imprensa da Assembleia, a aceitação da denúncia será publicada em até 48 horas no Diário Oficial de Minas Gerais. Após este prazo, será criado uma comissão especial para avaliar o pedido de impeachment.

Tal comissão será formada por sete deputados, que serão indicados pelos lideres dos blocos parlamentares.

Nota do governo

O governo de Minas viu com estranheza a aceitação do pedido de impeachment, inconsistente e sem sustentação jurídica, mas reconhece esta como uma prerrogativa dos parlamentares mineiros, que saberão analisar o caso com a prudência necessária, respeitando rito e regras próprios estabelecidos pelo regimento interno da Assembleia Legislativa.

Dadas as graves crises financeira e político-institucional por que passa o país e a proximidade das eleições, não é momento para aventuras políticas que coloquem em risco a estabilidade conquistada em Minas Gerais. A concertação e o diálogo construídos até aqui entre as instituições estaduais continuam sendo o caminho mais seguro para a superação de qualquer divergência.

Total
0
Shares

Relacionados