O Por Dentro de Minas é um portal de notícias de Belo Horizonte e todo o estado de MG. Últimas notícias, informações em tempo real do trânsito, previsão do tempo, agenda cultural, emprego, colunas, blogs e coberturas especiais.
Seguir

Onde encontrar as melhores clínicas de recuperação em SP e Minas Gerais

Onde encontrar as melhores clínicas de recuperação em SP e Minas Gerais, Clinicas de Reabilitação em SP e MG, tratamento para alcoólatras e dependentes químicos
Imagem de Sharon McCutcheon por Pixabay
Imagem de Sharon McCutcheon por Pixabay

Como muitos já devem saber, o vício em drogas pode ser terrível tanto para o usuário quanto para seus entes queridos, porém muitas pessoas não percebem que o álcool também é uma droga que apesar de liberada para consumo e venda, gera vícios como qualquer outra droga. Há muitas clínicas de reabilitação para estas pessoas também. Por este motivo resolvemos esclarecer todas as questões sobre alcoolismo e seu tratamento neste post.

Confira as melhores clinicas de recuperação em São Paulo e Minas Gerais e:

As 8 melhores clinicas de recuperação em SP

Clínicas de Reabilitação em Minas Gerais MG

Varios indivíduos gostariam de saber se o alcoolismo tem cura e o que respoderemos, como todo tratamento para pessoas viciadas, é que a patologia em si não pode ser curada em definitivo, existem chances de recaídas, porém o tratamento é essencial para dar força ao paciente e fazer com que depois de um período sem beber ele continue resistindo às tentações que a bebida alcoólica trás para ele.

Existem clínicas de recuperação para viciados em álcool que realizam tratamentos com resultados muito promissores, cerca de metade dos internos tratados nessas clínicas conseguem se reabilitar após um ano na unidade, recaídas são muito comuns, e em alguns casos é preciso que haja mais esforços e mais tempo de tratamento. É aconselhável cortar o uso do álcool por completo de uma só vez ao se tratar de alcoólatras, mas existem casos de pessoas que evoluem bem no tratamento e conseguem beber moderadamente após um tempo na clínica.

O viciado em bebidas alcoólicas muitas das vezes se nega a aceitar ajuda em clínicas, pode não ser fácil convencê-lo, força-lo também não é a melhor opção, o ideal é que ele mesmo se conscientize e perceba que está se destruindo e fazendo mal às pessoas que convivem com ele. O consumo sem limites de álcool pode levar a doenças no fígado, pode causar acidentes, estas são questões que o alcoólatra deve saber para evitar. Em graves momentos de crise, ou problemas de saúde o dependente pode ser internado sem que ele queira, através do consenso de familiares e da legislação, por apresentar riscos aos seus parentes, a sociedade e a si próprio. As crises podem também fazê-lo enxergar o problema, faze-lo sentir que a situação se tornou grave e aceitar apoio.

A OMS (Organização Mundial de Saúde) classifica alcoolismo como uma patologia que apresenta sintomas como vontade excessiva de consumir bebidas alcoólicas, o individuo bebe cronicamente e isso afeta sua vida de muitas formas, como perda de colegas, depressão, perda de empregos e saúde afetada. Alcoolismo pode ser genético, mas muitos casos acontecem por haver um problema emocional mal resolvido em sua família ou em seus relacionamentos.

90% da população adulta bebe ou já bebeu álcool na vida, aproximadamente 1 a cada 10 pessoas adultas que bebem são alcoólatras, é um número muito alarmante. Homens aparecem na frente das mulheres no quesito de vício em bebidas alcoólicas. Se a pessoa for dependente química, tabagista, fizer uso de fármacos, tiver algum transtorno psiquiátricos ou ter algum familiar alcoólatra, as chances dela se tornar dependente são muito maiores.

A genética é um gatilho muito forte para que os filhos sigam os mesmo passos dos pais, estudos em biologia genética procuram compreender os genes que levam os filhos a apresentarem maior predisposição ao vício. Famílias sem estrutura, estresse, falta de ajuda, falta de perspectiva e dialogo influenciam o consumo indiscriminado da bebida em quem é grupo de risco para o desenvolvimento do alcoolismo. O lado positivo das pesquisas é que mesmo com chances aumentadas, poucos filhos de dependentes apresentam ou apresentaram o mesmo problema dos pais. Mas os casos são inumeros e ainda faltam estudos o suficiente para entender o que os leva a se tornarem viciados. A duração da internação varia muito de caso para caso, alguns podem sair em um ou dois meses, outros podem ficar um tempo consideravelmente maior nas clínicas de reabilitação. Por esses motivos todos é fundamental carinho, compreensão, atitude, foco, determinação e monitoramento dos familiares e profissionais para que ele se reabilite o mais rápido possível.

Nas clínicas os cuidados da equipe são priorizados, os profissionais são diversificados, e tratam o conjunto de sintomas e doenças associadas ao vicio em bebidas alcoólicas, entre os sintomas e doenças correlacionadas podemos citar depressão, medos, síndrome do pânico, crises de ansiedade. Patologias como cirrose, hepatite e problemas fisiológicos mais severos devem ser tratados no hospital por encaminhamento da unidade de reabilitação.

Esta mais do que evidente a gravidade desta doença, nunca devemos negligenciar ela, pois é algo muito sério, quem está vulnerável precisa de ajuda continua por toda sua vida, alcoolismo pode levar a morte, não brinque com isso.

Procure a clínica de reabilitação para alcoólatras mais próxima da sua casa, trabalhamos com inúmeras unidades em todo o Brasil, navegue pelo nosso site e pesquise navegue pelo nosso site e pesquisa as particularidades de cada clínica, escolha aquela na qual você mais se identifica.

Você pode entrar em contato também com pessoas que já passaram por essa situação, essa troca de ideias pode te ajudar a esclarecer melhor o funcionamento das clínicas de reabilitação e a eficácia dos tratamentos. Clínicas de reabilitação para alcoólatras possuem profissionais como médicos, nutricionista, enfermeiros, terapeutas e psicólogos. Todos os capacitados a levar uma vida digna ao interno.

O alcoolismo pode desencadear doenças hepáticas, como a cirrose por exemplo, essa é uma das doenças que mais matam pessoas viciadas em bebidas alcoólicas no mundo, portanto além de viciar a pessoa, as bebidas alcoólicas também podem aumentar as chances essa pessoa desenvolver uma doença grave e que pode ser fatal.

Os médicos que atuam nas clínicas de reabilitação são aptos a prescreverem medicamentos que podem controlar os sintomas de abstinência ou os sintomas de uma doença pré-existente que está relacionada com a dependência. Portanto, a internação é muito importante não somente para controlar o vício, mas para aliviar as dores e os incômodos físicos do paciente.

As clínicas possuem ampla estrutura, com tecnologias das mais modernas visando a reabilitação física, mental e psicológica do paciente. Será um prazer podemos ajudá-lo nesse momento tão difícil da sua vida, uma rede de amor e carinho faz a diferença na vida de qualquer pessoa.

Total
1
Shares

Relacionados