PolíticaÚltimas de Variedade

Vereadores foram preso, na Grande BH, suspeito de corrupção e crimes contra o patrimônio

O Ministério Público de Minas Gerais, apreendeu seis vereados de São Joaquim de Bicas, na Grande BH, nesta manhã de terça-feira (24), após serem suspeitos de corrupção e crimes contra o patrimônio.

Foram preso o presidente da Câmara Municipal, Carlinhos da Funerária (PSB), onde é suspeito de comandar o esquema de pagamento de propina para a aprovação de projetos na Câmara, além de outros dois parlamentares já possuíam mandado de prisão.

Além de Carlinhos, também foram detidos, segundo a Polícia Militar, os vereadores Marcos Aender dos Reis (PT), o “Marcão”; e Tarcisio Alves de Resende (PMDB), o “Nenem da Horta”. Os vereadores Fábio Cândido Correa (PSDB), o “Fabinho do Bar”, Enilton César da Silva (PPS), o “Niltinho”, e Cristiano Carvalho (PMDB), conhecido como “Balança”, foram levados ao Ministério Público em Igarapé por mandado de condução coercitiva.

Relacionados
Últimas de Variedade

Pesquisa revela que frequência sexual diminui com a idade, mas o interesse por sexo não

A preocupação em relação à frequência sexual é tema ainda bastante comum entre casais. Em relações monogâmicas duradouras o número de transas…
Últimas de Variedade

Presentes DIY: 10 dicas para criar presentes que caibam no seu orçamento

Dar presentes para as pessoas que amamos é algo muito gratificante. Sempre pensamos em dar presentes criativos em aniversários, datas comemorativas e…
Últimas de Variedade

Aprenda vender crochê

Que tal transformar o hobbie de fazer crochê em uma fonte de renda extra?  Pois é! Vender crochê pode ser uma ótima…

Deixe uma resposta