MF Press Global

Selfies no espelho: pose comum nas redes sociais não têm boa avaliação, segundo especialista comportamento

Utilizar fotos na frente do espelho nas redes sociais é uma prática comum entre os jovens. Você já deve ter visto em algum perfil de amigos, e até de algumas celebridades, aquela pose com celular na mão, no elevador ou no banheiro, que mostra parcialmente o corpo e, em alguns casos, até escondendo o próprio rosto com a mão.

Apesar de comuns, as famosas “selfies no espelho” não são bem avaliadas pelos usuários das redes sociais, quando comparadas com aquelas fotos tiradas em ambientes naturais, com poses produzidas e ângulos propositalmente escolhidos. É o que afirma uma pesquisa feita pelo especialista em comportamento virtual e relacionamentos, Rafael Lopes, conhecido na internet como Nerd Sedutor.

*“Fizemos uma pesquisa em um site de votação que simula diferentes ambientes virtuais, como redes sociais, sites de business e plataformas de paquera. Nesse site, os voluntários postaram duas fotos diferentes: uma na frente do espelho e  outra em diferentes espaços”, explicou. “Pessoas aleatórias, analisaram as fotos e puderam votar em diferentes atributos de cada uma. Nas redes sociais estavam sendo avaliados os atributos de Diversão, Confiabilidade e Autenticidade. Nos sites de business foram avaliados a Competência, Simpatia e Influência que cada fotos transmitia e, por fim, nas plataformas de paquera, os atributos avaliados foram  Inteligência, Confiabilidade e Atração. Em todos os casos, os resultados foram surpreendentes”, afirmou.*

“As fotos que não foram tiradas na frente do espelho tiveram melhores avaliações e, em todos os casos. E tem um detalhe: nas duas opções de fotos, os participantes estavam usando a mesma roupa e os mesmos acessórios, para não ter influências e apenas a pose e o background importassem”, detalhou.

O Nerd Sedutor, que dá consultorias de imagem no meio virtual, explica a importância dessa pesquisa para diferentes meios e comenta sobre os impactos negativos de uma baixa avaliação.

“A gente percebe que, tanto na vida real, quanto na internet, o julgamento da imagem é muito relevante. Em média, as pessoas demoram menos de 2 segundos para julgar a aparência alheia”, explica. “Quando falamos de relacionamento amoroso, pode parecer besteira achar que a foto na internet pode trazer resultados, mas quando falamos de mercado de trabalho e negócios, podemos perceber que uma escolha mal feita de uma foto de perfil pode comprometer o trabalho”, afirma.

Ainda segundo ele, nas plataformas de emprego, uma foto na frente do espelho pode transmitir a ideia de uma pessoa sem competência, com baixo profissionalismo e não confiável. “É claro que as pessoas podem postar as fotos que quiserem nas redes sociais, mas a avaliação vai ser feita de todo modo”, diz.

O especialista dá dicas de como melhorar a imagem no ambiente virtual a partir de fotos bem produzidas.

“Opte sempre por postar fotos sorrindo, e, se possível, sem óculos escuros. A confiabilidade é menor nas fotos com esses acessórios. Outro ponto é escolher lugares bonitos, como pontos turísticos, próximos à natureza e tomar cuidado com o ângulo. Fotos tiradas muito de cima ou muito abaixo podem mudar sua aparência e o resultado ser ruim”, finaliza.

Este slideshow necessita de JavaScript.

486 Publicações

Sobre
Este conteúdo de divulgação comercial é fornecido pela empresa MF Press Global e não é de responsabilidade da Por Dentro de Minas
Artigos
Relacionados
MF Press Global

Médico mineiro João Vitor Nassaralla vai engordar de propósito para depois ajudar seguidores na perda de peso

Já imaginou ganhar 30 quilos propositalmente e, na sequência, entrar em um processo de emagrecimento? Esse é o projeto do Dr. João…
MF Press Global

Nutrólogo responde: Pessoas com diabetes são totalmente proibidas de comer doces?

Doença crônica, a diabetes é caracterizada pela não produção de ou emprego deficiente da insulina, substância que controla os níveis glicêmicos. Segundo…
MF Press Global

“Relacionamentos que resistir à pandemia vão resultar em casamento”, garante Jovem Celebrante

Segundo as estatísticas, diversos cartórios do país registraram aumento no número de divórcios em 18,7% durante a pandemia. Já de acordo com…

Deixe uma resposta