MF Press Global

Dr. Ricardo Araújo Oliveira explica mitos e verdades sobre a abdominoplastia

  • O procedimento está em alta e tem sido dos mais procurados nos consultórios e clínicas do Brasil, tanto por homens como por mulheres. O Dr. Ricardo Araújo Oliveira desvenda os segredos desta intervenção cirúrgica.

Depois da lipoaspiração, a abdominoplastia tem sido um dos procedimentos cirúrgicos mais procurados por aqueles que desejam melhorar a aparência e investir na beleza, tanto homens como mulheres. Trata-se de uma cirurgia estética que tem como objetivo remodelar a zona do abdómen e que promete resultados incríveis, firmando e modelando os músculos da região abdominal.

O cirurgião plástico, Dr. Ricardo Araújo Oliveira, explica detalhes sobre o procedimento. “Os resultados obtidos vêm através da eliminação do excesso de pele e de tecido adiposo da zona inferior do abdômen. Além disso, quando necessário, é feita a correção do afastamento dos músculos reto-abdominais, aproximando-os  novamente e devolvendo a firmeza e a tonicidade na região. Tem sido cada vez mais procurado e realizado muitas vezes em conjunto com a lipoaspiração, para melhores resultados.”

Mitos e verdades

Apesar de a cirurgia ser considerada o ‘Santo Graal da estética avançada’ por alguns, o Dr. Ricardo Araújo revela que é preciso entender bem como a abdominoplastia funciona e a quem se destina: “Não há milagre. Não é uma cirurgia de emagrecimento, já que não está indicada em casos de obesidade grave, pois não provoca a perda de peso. A abdominoplastia trata-se de um procedimento complementar a um processo de emagrecimento.”

O especialista também revela que existem contraindicações: “Toda cirurgia oferece riscos e tem contra-indicações. No caso da abdominoplastia, a cirurgia não é recomendada a mulheres que estejam planejando uma gravidez futura, já que as mudanças corporais associadas à gravidez irão alterar e comprometer os resultados da cirurgia. A existência de cicatrizes na zona abdominal deixadas por cirurgias anteriores, como por exemplo uma cesariana, também pode fazer com que o paciente não obtenha bons resultados. Por isso, para todos os casos, o cirurgião irá realizar uma anamnese e avaliação individualizada, considerando o histórico clínico do paciente, em conjunto com uma avaliação física e exames laboratoriais específicos (como hemogramas e outros meios complementares de diagnóstico).”

Expectativa x Realidade

O Dr. Ricardo ressalta que na primeira consulta todas as dúvidas devem ser esclarecidas com o máximo de franqueza possível: “A primeira consulta é o momento certo para o paciente explicar ao médico quais são as motivações e as expetativas que tem em relação aos resultados. Em contrapartida, o médico tem o dever de informar o paciente, de forma honesta e realista, sobre os resultados que poderá obter, riscos da cirurgia e principalmente sobre o pós-operatório.

Sobre os resultados obtidos, o especialista é enfático: “Embora no pós-operatório imediato já se consiga perceber uma diferença considerável, o resultado final só é realmente visto de 6 a 12 meses pós operatório. Quanto à duração dos resultados, isso depende bastante do estilo de vida que o paciente vai ter após a abdominoplastia. A perda ou ganho de peso drásticas após a cirurgia pode comprometer a durabilidade ou qualidade dos resultados obtidos.”   

486 Publicações

Sobre
Este conteúdo de divulgação comercial é fornecido pela empresa MF Press Global e não é de responsabilidade da Por Dentro de Minas
Artigos
Relacionados
MF Press Global

Médico mineiro João Vitor Nassaralla vai engordar de propósito para depois ajudar seguidores na perda de peso

Já imaginou ganhar 30 quilos propositalmente e, na sequência, entrar em um processo de emagrecimento? Esse é o projeto do Dr. João…
MF Press Global

Nutrólogo responde: Pessoas com diabetes são totalmente proibidas de comer doces?

Doença crônica, a diabetes é caracterizada pela não produção de ou emprego deficiente da insulina, substância que controla os níveis glicêmicos. Segundo…
MF Press Global

“Relacionamentos que resistir à pandemia vão resultar em casamento”, garante Jovem Celebrante

Segundo as estatísticas, diversos cartórios do país registraram aumento no número de divórcios em 18,7% durante a pandemia. Já de acordo com…

Deixe uma resposta