Dr. Ricardo Araújo Oliveira explica mitos e verdades sobre a abdominoplastia

Por Dentro de Minas - Google News (pordentrodeminas - googlenews)

Depois da lipoaspiração, a abdominoplastia tem sido um dos procedimentos cirúrgicos mais procurados por aqueles que desejam melhorar a aparência e investir na beleza, tanto homens como mulheres. Trata-se de uma cirurgia estética que tem como objetivo remodelar a zona do abdómen e que promete resultados incríveis, firmando e modelando os músculos da região abdominal.

O cirurgião plástico, Dr. Ricardo Araújo Oliveira, explica detalhes sobre o procedimento. “Os resultados obtidos vêm através da eliminação do excesso de pele e de tecido adiposo da zona inferior do abdômen. Além disso, quando necessário, é feita a correção do afastamento dos músculos reto-abdominais, aproximando-os  novamente e devolvendo a firmeza e a tonicidade na região. Tem sido cada vez mais procurado e realizado muitas vezes em conjunto com a lipoaspiração, para melhores resultados.”

Mitos e verdades

Apesar de a cirurgia ser considerada o ‘Santo Graal da estética avançada’ por alguns, o Dr. Ricardo Araújo revela que é preciso entender bem como a abdominoplastia funciona e a quem se destina: “Não há milagre. Não é uma cirurgia de emagrecimento, já que não está indicada em casos de obesidade grave, pois não provoca a perda de peso. A abdominoplastia trata-se de um procedimento complementar a um processo de emagrecimento.”

O especialista também revela que existem contraindicações: “Toda cirurgia oferece riscos e tem contra-indicações. No caso da abdominoplastia, a cirurgia não é recomendada a mulheres que estejam planejando uma gravidez futura, já que as mudanças corporais associadas à gravidez irão alterar e comprometer os resultados da cirurgia. A existência de cicatrizes na zona abdominal deixadas por cirurgias anteriores, como por exemplo uma cesariana, também pode fazer com que o paciente não obtenha bons resultados. Por isso, para todos os casos, o cirurgião irá realizar uma anamnese e avaliação individualizada, considerando o histórico clínico do paciente, em conjunto com uma avaliação física e exames laboratoriais específicos (como hemogramas e outros meios complementares de diagnóstico).”

Expectativa x Realidade

O Dr. Ricardo ressalta que na primeira consulta todas as dúvidas devem ser esclarecidas com o máximo de franqueza possível: “A primeira consulta é o momento certo para o paciente explicar ao médico quais são as motivações e as expetativas que tem em relação aos resultados. Em contrapartida, o médico tem o dever de informar o paciente, de forma honesta e realista, sobre os resultados que poderá obter, riscos da cirurgia e principalmente sobre o pós-operatório.

Sobre os resultados obtidos, o especialista é enfático: “Embora no pós-operatório imediato já se consiga perceber uma diferença considerável, o resultado final só é realmente visto de 6 a 12 meses pós operatório. Quanto à duração dos resultados, isso depende bastante do estilo de vida que o paciente vai ter após a abdominoplastia. A perda ou ganho de peso drásticas após a cirurgia pode comprometer a durabilidade ou qualidade dos resultados obtidos.”   

Total
0
Comp.
Reportagem Anterior
Hospitais de BH e de Barbacena abrem vagas para médicos - Foto: Divulgação / Fhemig

Hospitais de BH e de Barbacena abrem vagas para médicos

Próxima Reportagem

Sarah Santos aponta o caminho da fama no Instagram

Postagens Relacionadas