Adolescente é apreendido em BH por pornografia infantil e ameaçar universidade da Bahia

Os pais ficaram surpresos quando souberam o teor dos crimes cometidos
Adolescente é apreendido em BH por pornografia infantil e ameaçar universidade da Bahia - Foto: Divulgação (Imagem Ilustrativa)
Adolescente é apreendido em BH por pornografia infantil e ameaçar universidade da Bahia – Foto: Divulgação (Imagem Ilustrativa)


Índice Fechar
  1. Suposto ataque
  2. Apreensão

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) cumpriu, na manhã desta terça-feira (28/11), mandado de busca e apreensão com o objetivo de coibir a ameaça de ataque a uma universidade da Bahia.

Durante cumprimento da ordem judicial na casa de um adolescente de 15 anos, localizada na região Leste de Belo Horizonte, os policiais encontraram celular e computador contendo vasto material pornográfico infanto-juvenil, motivo pelo qual o menor de idade foi apreendido em flagrante.

A operação é resultado de investigação da Polícia Civil da Bahia (PCBA), por meio da Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Ilhéus), que acionou a PCMG. A suspeita da polícia baiana era de um possível ataque a uma universidade daquele estado.

Suposto ataque

Em ocorrência, registrada no último dia 16 de novembro, há informação de envio de um e-mail para a instituição de ensino com diversas ameaças. Pela PCMG, a ação foi realizada pela equipe da 1ª Delegacia Especializada de Apuração de Ato Infracional (Deai), com o apoio do Laboratório de Tecnologia e Inteligência Cibernética (CyberLab) da PCMG, que identificou a origem do e-mail. De acordo com a PCBA, no dia 20 deste mês, outro e-mail teria sido enviado à instituição de ensino com material pornográfico.

Segundo o delegado da PCMG Ângelo Ramalho, os indícios apontam que o adolescente apreendido integra um grupo maior. “Ele é tido como um dos responsáveis por realizar as ameaças e espalhar conteúdos de ódio. Na própria residência do menor de idade, foi possível verificar os dispositivos informáticos utilizados por ele, sendo encontrados materiais que confirmam a sua participação em grupos de ódio e das ameaças à universidade”, contou Ângelo.

Apreensão

Após a apreensão em flagrante do adolescente, ele foi encaminhado à Justiça da Infância e da Juventude na capital mineira. “Em depoimento, ele afirmou que não tinha intenção de colocar em prática as ameaças. O jovem está sendo ouvido e o material apreendido será periciado pela PCMG”, disse Ângelo.

As investigações prosseguem tanto pela PCMG quanto pela PCBA para a elucidação dos fatos e a devida identificação e responsabilização de envolvidos.

Total
0
Shares

Relacionados
Total
0
Compartilhar