PBH começa a vacinar contra a Covid-19 motoristas e cobradores, garis, trabalhadores metroferroviários, caminhoneiros e pessoas entre 56 e 59 anos

Pessoas que fazem parte dos três grupos, com cerca de 10 mil pessoas, precisam atuar em Belo Horizonte
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil
Por Dentro de Minas - Google News (pordentrodeminas - googlenews)

A Prefeitura de Belo Horizonte vai ampliar a vacinação contra a Covid-19 e a partir de segunda-feira, dia 7, serão imunizadas pessoas de 59 a 56 anos (sem comorbidades), completos até 30 de junho – um público de cerca de 96 mil pessoas. Ao longo da semana também serão vacinados trabalhadores do transporte coletivo rodoviário de passageiros (motoristas e cobradores); trabalhadores da limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos e trabalhadores de transporte metroferroviário. As pessoas que fazem parte dos três grupos, com cerca de 10 mil pessoas, precisam atuar em Belo Horizonte.

Caminhoneiros também estão contemplados nesta fase, sendo que o cadastro para levantamento do quantitativo será aberto neste sábado, dia 5, e encerrado na segunda-feira, dia 7, às 23h59.

Confira programação para a próxima semana

  • Segunda-feira, dia 7: pessoas de 59 anos, completos até dia 30 de junho, exclusivamente moradores de Belo Horizonte;
  • Terça-feira, dia 8: pessoas de 58 anos, completos até dia 30 de junho, exclusivamente moradores de Belo Horizonte;
  • Quarta-feira, dia 9: pessoas de 57 anos, completos até dia 30 de junho, exclusivamente moradores de Belo Horizonte;
  • – Quinta-feira, dia 10: trabalhadores do transporte coletivo rodoviário de passageiros (motoristas e cobradores); trabalhadores da limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos e trabalhadores de transporte metroviário e ferroviário;
  • Sexta-feira, dia 11: pessoas de 56 anos completos até dia 30 de junho;
  • Sábado, dia 12: caminhoneiros cadastrados.

No momento da vacinação, as pessoas de 59 a 56 anos precisam seguir as seguintes orientações:

– Ser cidadão residente de Belo Horizonte;

– Apresentar documento de identificação com foto;

– Não ter recebido vacina contra a Covid-19;

– Não ter recebido qualquer outra vacina nos últimos 14 dias;

– Não ter tido Covid-19 com início de sintomas nos últimos 30 dias.

Já os trabalhadores do transporte coletivo rodoviário de passageiros (motoristas e cobradores); trabalhadores da limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos e trabalhadores de transporte metroferroviário deverão seguir as seguintes orientações:

– Ser trabalhador em atividade em Belo Horizonte;

– Apresentar documento de identificação com foto;

– Não ter recebido vacina contra a Covid-19;

– Não ter recebido qualquer outra vacina nos últimos 14 dias;

– Não ter tido Covid-19 com início de sintomas nos últimos 30 dias.

Além disso, o trabalhador precisa apresentar, no dia da vacinação, documento que comprove a vinculação ativa com empresa localizada em Belo Horizonte, podendo ser:

3.1 – Comprovante de pagamento (contracheque) emitido nos últimos 3 meses com especificação da função; ou

3.2 – Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) com especificação da função; ou

3.3 – Contrato de trabalho com especificação da função; ou

3.4 – Declaração de vinculação ativa como trabalhador de alguma das categorias listadas em Belo Horizonte emitida pela empresa de transporte coletivo rodoviário de passageiros, de transporte coletivo rodoviário de passageiros, transporte metroferroviário ou empresa de limpeza urbana/manejo de resíduos sólidos.

Os locais de vacinação dos públicos serão, posteriormente, divulgados no portal da Prefeitura.

Em relação ao grupo prioritário de trabalhadores da indústria, a Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, já fez contato com a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) e aguarda o número de trabalhadores a serem imunizados, sendo os industriais o último grupo prioritário previsto no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação.

Total
0
Shares
Reportagem Anterior
Senador Carlos Viana é internado com Covid-19 e afirma: 'Nada grave' - Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

Senador Carlos Viana é internado com Covid-19 e afirma: 'Nada grave'

Próxima Reportagem

Prefeitura de Belo Horizonte disponibiliza 182 vagas de estágio neste mês para os níveis médio e superior


Postagens Relacionadas