Mulher morre envenenada com dietilenoglicol pelo marido em Mateus Leme

Mulher estava internada na UTI de hospital em Belo Horizonte, mas não resistiu
Gisele Lidiane - Foto: Reprodução
Gisele Lidiane – Foto: Reprodução
Por Dentro de Minas - Google News (pordentrodeminas - googlenews)
Índice Hide
  1. Suspeito preso

A mulher, de 37 anos, envenenada pelo marido com dietilenoglicol em Mateus Leme, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, morreu no hospital nesta sexta-feira (7).

A mulher foi socorrida onde passava por tratamento dois dias depois após o crime. Ela procurou atendimento no hospital de Mateus Leme, na Região Metropolitana da capital. Ela piorou e foi transferida no mesmo dia para o Hospital Municipal de Contagem e depois encaminhada para Belo Horizonte, onde ficou internada na UTI.

O corpo de Gisele Lidiana da Silva Rocha Queiroga foi liberado pelo Instituto Médico Legal (IML) às 11h.

Suspeito preso

De acordo com a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), o homem , de 42 anos, suspeito de envenenar a esposa, está preso deste o dia 19 de abril. Ele teria colocado a substância dietilenoglicol na bebida da vítima, de 37 anos, com a intenção de matá-la. O crime ocorreu em Mateus Leme, no mês de abril deste ano, mas o suspeito adquiriu a substância pela internet no mês de fevereiro.

O marido dela foi preso após procurar a polícia e confessar o crime.

Polícia prende suspeito de envenenar companheira em Mateus Leme - Foto: Divulgação/PCMG
Polícia prende suspeito de envenenar companheira em Mateus Leme – Foto: Divulgação/PCMG
Total
3
Shares
Reportagem Anterior
Helicóptero com 4 tripulantes cai no bairro Olhos D’água, em Belo Horizonte - Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Helicóptero com 4 tripulantes cai no bairro Olhos D’água, em Belo Horizonte

Próxima Reportagem

Dirigir veículo segurando telefone celular pode dar multa?


Postagens Relacionadas