O Por Dentro de Minas é um portal de notícias de Belo Horizonte e todo o estado de MG. Últimas notícias, informações em tempo real do trânsito, previsão do tempo, agenda cultural, emprego, colunas, blogs e coberturas especiais.

Homem é preso por fraudes e corrupção ativa em Divinópolis

Suspeito foi abordado em um posto de gasolina, onde receberia cargas avaliadas em aproximadamente R$ 14 mil
Homem é preso por fraudes e corrupção ativa em Divinópolis - Foto: Divulgação/PCMG
Homem é preso por fraudes e corrupção ativa em Divinópolis – Foto: Divulgação/PCMG
Por Dentro de Minas - Google News

Nessa terça-feira (6/4), a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu em flagrante um homem, de 53 anos, por tentativa de estelionato, falsificação de documento público, falsa identificação, receptação e corrupção ativa, na cidade de Divinópolis, região Centro-Oeste. O suspeito foi abordado em um posto de gasolina, onde receberia cargas de cestas básicas e materiais de construção avaliadas em aproximadamente R$ 14 mil. Com ele, foram apreendidos cheques, totalizando o valor da carga a ser recebida, os quais haviam sido roubados na cidade de Itaúna em março deste ano.

Durante a abordagem, os policiais deram voz de prisão ao suspeito, que apresentou documentos falsos de identificação. Não satisfeito, ele tentou subornar os policiais oferecendo a quantia R$ 15 mil, sendo autuado também pelo o crime de corrupção ativa, caracterizado pelo ato de oferecer vantagem ou benefício que venha a afetar a moralidade de um funcionário público.

Em continuidade às investigações, a equipe se deslocou até a residência do investigado e apreendeu outras seis folhas de cheques de procedência duvidosa e um aparelho telefônico. Ele foi levado à Delegacia de Polícia Civil em Carmo do Cajuru, e depois encaminhado ao sistema prisional, ficando à disposição da Justiça.

O delegado Weslley Castro revela que o suspeito já possui vários registros policiais e era monitorado pela PCMG há cerca de seis meses. “Ele já praticou diversas fraudes na região usando documentos falsos de identificação, inclusive se passando por padres e outras pessoas de credibilidade social para comprar cargas distintas, como cestas básicas, materiais de construção, colchões, entre outras”, conta ao informar que as apurações prosseguirão a fim de averiguar a participação de outras pessoas nos crimes.

As investigações são conduzidas pela PCMG em Carmo do Cajuru, com apoio da Agência de Inteligência Policial da Delegacia Regional em Divinópolis.

Total
2
Shares
Relacionados