Gerais

Polícia Civil prende suspeito de estupro de vulnerável em Contagem

Polícia Civil prende suspeito de estupro de vulnerável em Contagem - Foto: Divulgação/PCMG
Polícia Civil prende suspeito de estupro de vulnerável em Contagem - Foto: Divulgação/PCMG
  • Suspeito teria abusado da adolescente em um quarto da casa

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu, nessa quarta-feira (13/1), um homem, de 19 anos, suspeito de abusar sexualmente de uma adolescente, de 13, em Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte. O crime ocorreu em 24 de novembro do último ano, na residência do investigado, no bairro Parque São João.

No dia do crime, a vítima estava em companhia de três colegas em uma praça, em Contagem, onde o suspeito teria encontrado o grupo. Segundo apurado, o investigado era conhecido tanto pela vítima quanto pelos outros colegas.

O suspeito teria levado a vítima e os demais presentes à residência dele, mas, ao chegarem ao local, ele teria soltado três cachorros da raça pit bull para afastar os colegas. Quando a vítima também tentou fugir, ele teria obrigado a adolescente a entrar no imóvel.

De acordo com as investigações, o suspeito teria abusado da adolescente em um quarto da casa, além de ter forçado a vítima a fumar um cigarro de maconha. A delegada Laíse Rodrigues, responsável pelo inquérito policial, explica que, em consequência do abuso, a vítima teve que se submeter a uma cirurgia reparadora na região genital.

“O investigado confessa que praticou a relação sexual, porém ele alega que foi de forma consentida, negando qualquer tipo de violência contra a menor”, conta a delegada, ao ressaltar que “a questão é que manter relação sexual com menor de 14 anos é crime, independente da sua vontade. A violência é presumida, e o fato gerou a gravidade que ocorreu”, ao se referir à cirurgia a que a vítima foi submetida.

Após o crime, a vítima foi encontrada por uma irmã em uma praça. “A adolescente só conseguiu sair de lá na madrugada e ficou com muito medo. Tanto é que, quando ela saiu de lá, estava desorientada, ficou perambulando pelo bairro, e demorou a narrar, porque ela estava com muito medo do investigado”, afirma a delegada.

O suspeito, em 2018, também teria envolvimento em ato infracional análogo a homicídio de um policial militar.

A PCMG dará continuidade nas investigações para conclusão do inquérito policial. “O estupro de vulnerável tem pena de oito a 15 anos de reclusão”, destaca Rodrigues.

8080 Publicações

Sobre
A Por Dentro de Minas é um portal que traz as principais notícias do Estado de Minas Gerais.
Artigos
Relacionados
Gerais

PBH abre cadastro para contratar cerca de 500 enfermeiros para a Campanha de Vacinação contra a Covid-19

Profissionais devem atuar com os servidores responsáveis pela imunização no município
Gerais

Quatro pessoas morrem em acidente na BR-265 em Barroso

Motorista de caminhão disse que foi surpreendido pelo veículo na contramão e tentou desviar, mas a carreta acabou tombando sobre o automóvel
GeraisVídeos

Avô e neta morrem carbonizados ao ser atingido por motorista embriagado em BH

Duas vítimas foram arremessadas para fora do veículo com o impacto do acidente

Deixe uma resposta