Gerais

Vida de mineiro

Praça do Papa - Foto: Elberty Valadares/Por Dentro de Minas
Praça do Papa - Foto: Elberty Valadares/Por Dentro de Minas
  • Para você como é a Vida de Mineiro?

Os mineiros encontram-se em festa pelos 300 anos de Minas, celebrados no dia 2 de dezembro. Minas Gerais é o segundo estado mais populoso do país, no qual, há 21,2 milhões de habitantes, segundo levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE). E com o passar dos anos os mineiros criaram muitas histórias e viveram diversas experiências no solo de Minas Gerais.

Nascida em Minas

A auxiliar de serviços gerais Silvia Marlem Freitas, de 31 anos, nasceu em Minas e não deseja abandonar o estado mineiro por nenhum outro: “eu amo Minas Gerais, é onde nasci e onde eu quero ser enterrada. Aqui construí minha história, nesta terra tive meus filhos, aprendi o significado da palavra família, gratidão e sobretudo amor”.

A auxiliar relata que viajou para alguns estados brasileiros como Rio Grande do Sul, São Paulo, Espírito Santo, Rio de Janeiro e não conseguiu sentir a ternura por parte dos outros colegas de estados diferentes. “Viajei bastante e morei fora de Minas por alguns anos e é lastimável ver como são (moradores) em sua maioria secos distantes, difíceis de comunicar não me sentia parte do ambiente, me faltava aquele calor mineiro que eu tanto amo”. Para Silvia é impossível definir o estado em uma palavra, pois ele é a junção de várias definições como acolhedor, empático, caloroso e amoroso.

“Para mim o futebol mineiro é um exemplo ótimo para ser dito, na minha casa sou cruzeirense e meu marido é atleticano então durante os jogos têm sempre aquelas zoadas,  aquelas críticas de ambas as partes, mas é essa diferença é que fazem com que esses momentos sejam especiais” completa Freitas.

Freitas fala sobre a importância da culinária mineira diz que seu hobby é cozinhar e que os pratos mineiros são apreciados em outros estados e também em outros países “tenho parentes em Portugal e eles me contaram que quando fazem feijão tropeiro ou levam queijo mineiro o povo adora, amam a comida mineira e isso é o que mais me causa orgulho, saber que nossa culinária é apreciada tanto por nós quanto pelos outros povos”.

Amor

Darci de Sousa Leal, natural do Rio de Janeiro, por mais que tenha vivido boa parte da vida no estado carioca, sempre gostou de Minas Gerais. Ele explica que os fatos curiosos, suas paisagens e lugares com cachoeiras, além de suas visitas quando criança a cidades como Lima Duarte, Juiz de Fora e Além Paraíba, instigaram sua paixão pelo  estado.

Leal conta que o fato crucial nesta mudança foi quando conheceu sua mulher que morava em Belo Horizonte. Eles, em certo momento, chegaram a morar no Rio de Janeiro, mas após um grave assalto e o aumento da violência na cidade, resolveram mudar para a capital mineira.  Após um tempo morando em Belo Horizonte resolveram terminar o casamento.

Darci de Sousa Leal relata que encontrou uma nova pessoa em Belo Horizonte que atualmente é sua namorada. “Uma pessoa maravilhosa, que é minha alma gêmea, doce, uma pessoa acolhedora,  carinhosa, que está disposta a passar os dias que Deus ainda há mantem aqui nesta vida comigo. E isso para mim é uma grande felicidade.”

Para finalizar, o carioca Darci conta o que encanta no estado: “O povo acolhedor, clima que é bem frio e ameno, bem gostoso, a praticidade de locomoção.” “Minas Gerais tem muita história, muita riqueza, um povo que é guerreiro, que luta. Representa para mim, minha nova casa. Eu me sinto bem aqui, me sinto acolhido.”

Minas de Ouro

A paulista Michelle Cardoso, de 47 anos, está morando no estado há dois anos e mudou com a família devido a profissão do filho que é  jogador de futebol “meu filho recebeu uma proposta do Clube Atlético Mineiro para se tornar integrante do time, então largamos tudo e viemos morar aqui com ele”. Para ela foi uma mudança radical, embora tenha parentes em Minas “para mim é um dos maiores sonhos rever essa parte da minha família quero poder entrar em contato com eles e revê-los”.

Cardoso ficou marcando o trajeto de vinda para o estado “eu tive o prazer de vir de carro, então passamos por vários lugares incríveis, eu sou amante da natureza então para mim Minas é um paraíso, me arrisco a dizer que aqui é sim as Minas de Ouro”.

“Eu sempre fui amante da culinária mineira, é divina, o pão de queijo, o tutu, o doce de leite, meu Deus eu simplesmente acredito que é uma dádiva poder comer todo dia pratos mineiros” acrescenta a Paulista. Ela conta que é uma consumidora de literatura, já que passou a adolescência lendo Guimarães Rosa e Carlos Drummond de Andrade e é impossível falar de Minas sem lembrar-se desses escritores e sentir um prazer muito grande em poder morar no mesmo estado em que nasceram esses grandes talentos da literatura brasileira.

“Se eu pudesse definir Minas Gerais em uma palavra seria autonomia, seria a palavra certa, pois é um estado que tem gerado várias riquezas para o mundo afora não só para os mineiros, se não fosse essa dádiva de autonomia eles jamais seriam reconhecidos pela sociedade e pelos países lá fora”, finaliza a paulista.

Relacionados
Gerais

Polícia Civil prende suspeito de estupro de vulnerável em Contagem

Suspeito teria abusado da adolescente em um quarto da casa
Gerais

Polícia cumpre mandados contra empresários e funcionários de mineradora

Polícia apura possíveis irregularidades na contratação de prestadores de serviços e de fornecedores de materiais
Gerais

Polícia investiga suspeito de se passar por vice-prefeito de Araxá

Celular utilizado no crime foi apreendido durante a operação

Deixe uma resposta