Gerais

Kalil mantem comércio aberto em BH mesmo com taxa de ocupação de leitos de UTI em alta

  • Há a possibilidade de fechamento de parte do comércio se números não melhorarem

O prefeito Alexandre Kalil anunciou nesta quarta-feira (30) que acompanhará o comportamento dos indicadores epidemiológicos ao longo da semana que vem para definir sobre o funcionamento das atividades econômicas na cidade. Como no feriado de Ano Novo a cidade fica mais vazia, os integrantes do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 e técnicos da Prefeitura optaram por esperar os índices de contaminação pelo Coronavírus e ocupação de leitos hospitalares na volta das festividades de Natal e Réveillon.

“Com um pouco de responsabilidade, que não tenhamos que sacrificar empregos e empresários e retomar o fechamento da cidade. Estamos em uma semana decisiva”, avisou o prefeito. Alexandre Kalil lamentou a “irresponsabilidade” dos promotores e participantes de festas em meio à pandemia, aumentando as chances de disseminação do Coronavírus em Belo Horizonte, especialmente de pessoas que viajarão neste final de ano. “Não é hora de fazer festa. É hora de ter responsabilidade e de demonstrar que se preocupa com o outro”, completou o secretário de Saúde, Jackson Machado.

A decisão da Prefeitura está alinhada com a atual capacidade de atendimento hospitalar sob responsabilidade do Município e baseada no nível de alerta geral do termômetro da Covid-19, que manteve-se pelo oitavo dia consecutivo no vermelho, indicando atenção máxima no processo de flexibilização.

O termômetro, com os índices epidemiológicos, permaneceu no limite em razão da taxa de ocupação de leitos de UTI continuar no vermelho, demonstrando o alto nível de internações de pacientes mais graves com a Covid-19 nas redes SUS e Suplementar.

A ocupação dos leitos de enfermaria destinados para o tratamento de pessoas com a doença se mantiveram estáveis no período, transitando no nível amarelo. Em 18 de dezembro o índice de Enfermaria marcava 62,4% e, nesta quarta-feira, ficou em 65,3%. No final de novembro, a Secretaria Municipal de Saúde determinou a suspensão temporária das cirurgias eletivas, como forma de assegurar leitos e mão de obra para o tratamento da Covid-19.

Já o índice de transmissão (Rt) vem apresentando queda gradativa no período, mas ainda sem impactos na ocupação dos leitos. No último dia 18, o Rt registrado foi 1,11 (amarelo) e, nos dias 28, 29 e 30 de dezembro atingiu o nível verde, marcando 0,96, 0,95 e 0,96 respectivamente. “Se a cidade está mais vazia, o RT cai. O CTI (ocupação dos leitos) está estável, mas em patamar alto”, alegou o prefeito Alexandre Kalil.

Festas de Final de Ano

A Prefeitura reitera que não há autorização para realização de festas em salões, clubes e similares e que não é o momento de realizar confraternizações com pessoas que não são do convívio diário. As viagens também devem ser evitadas. Para orientar a população, a Prefeitura preparou uma cartilha baseada em orientações da Fiocruz e que devem ser seguidas durante as festas de final de ano.

8092 Publicações

Sobre
A Por Dentro de Minas é um portal que traz as principais notícias do Estado de Minas Gerais.
Artigos
Relacionados
Gerais

Operação Tempo Perdido prende suspeito de fabricar remédio clandestino em Uberlândia

Levantamentos indicaram que o foragido estaria fabricando clandestinamente remédios supostamente vendidos para emagrecimento
Gerais

Incêndio atinge supermercado no bairro Novo Aarão Reis, na Região Norte de Belo Horizonte

Chamas ficaram restritas no escritório da parte administrativa e o depósito do estabelecimento
Gerais

Seis pessoas ficam feridas após carro bater em poste na Avenida Cristiano Machado, em BH

Duas pessoas foram socorridas em estado grave

Deixe uma resposta