Gerais

Polícia Civil prende suspeito de abusar de adolescente em Mateus Leme

Polícia Civil prende suspeito de abusar de adolescente em Mateus Leme - Foto: Divulgação/Polícia Civil
Polícia Civil prende suspeito de abusar de adolescente em Mateus Leme - Foto: Divulgação/Polícia Civil
  • Homem foi preso em flagrante por estupro de vulnerável

Depois de ludibriar uma adolescente, de 13 anos, para manter relações sexuais com ela, um homem, de 27, foi identificado e preso em flagrante pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) em Mateus Leme, na região metropolitana de Belo Horizonte. O inquérito foi concluído nesta quinta-feira (26/11), e o suspeito indiciado por estupro de vulnerável. Ele foi preso na última sexta-feira (20/11).

A investigação teve início depois que a mãe da adolescente acionou a Polícia Civil e registrou o desaparecimento da filha, na quinta-feira (19/11). Segundo ela, a jovem teria fugido de casa durante a madrugada porque os pais não aceitavam o namoro da adolescente. Imediatamente, a equipe policial iniciou os levantamentos e identificou que a menina estava acompanhada do suposto namorado, que além de ter mentido sobre a idade para se relacionar sexualmente com a vítima, também não revelou sobre a vida criminal dele.

Após buscas, os policiais conseguiram localizar os dois na residência do investigado. De acordo com a delegada Lígia Mantovani, responsável pela investigação, “eles foram abordados e, ao serem questionados pelos policiais, os dois confirmaram que haviam mantido relação sexual. Como a vítima tem 13 anos de idade, ele foi preso em flagrante e conduzido”.

Conforme relato da adolescente à polícia, o suspeito teria dito que tinha 20 anos. “Na verdade, ele tem 27 anos e se fez passar por mais novo como forma de estreitar a relação com ela. Ela disse que as relações foram consentidas, entretanto, desconhecia a realidade do rapaz “, pontua a delegada. A adolescente ainda contou que conheceu o suspeito na rua, há mais de um mês, e que os dois teriam tido relações sexuais tanto na casa quanto no trabalho dele. “No depoimento, a menina alegou para a polícia que fugiu porque os pais não aceitavam o namoro. Então ele, mesmo sabendo da situação, manteve relações sexuais com ela, ao invés de levá-la de volta para os pais”, frisa a delegada. A perícia técnica confirmou a consumação dos atos sexuais.

Levantamentos apontam que o homem tem diversas passagens por envolvimento com drogas e duas ocorrências de roubo, sendo que em uma delas foi preso em flagrante e indiciado. Atualmente ele estava em liberdade condicional. Com o indiciamento do suspeito por estupro de vulnerável, crime que independente de consentimento e prevê pena máxima de 15 anos, a delegada concluiu o inquérito em quatro dias.

Mantovani faz ainda um alerta: “é extremamente importante que as famílias acompanhem de perto o comportamento dos filhos e fiscalizem as pessoas com quem os mesmos mantém contato. Principalmente na adolescência, que é uma fase conturbada em que as meninas estão conhecendo a realidade, para tentar evitar que elas caiam em ciladas”.

8092 Publicações

Sobre
A Por Dentro de Minas é um portal que traz as principais notícias do Estado de Minas Gerais.
Artigos
Relacionados
Gerais

Operação Tempo Perdido prende suspeito de fabricar remédio clandestino em Uberlândia

Levantamentos indicaram que o foragido estaria fabricando clandestinamente remédios supostamente vendidos para emagrecimento
Gerais

Incêndio atinge supermercado no bairro Novo Aarão Reis, na Região Norte de Belo Horizonte

Chamas ficaram restritas no escritório da parte administrativa e o depósito do estabelecimento
Gerais

Seis pessoas ficam feridas após carro bater em poste na Avenida Cristiano Machado, em BH

Duas pessoas foram socorridas em estado grave

Deixe uma resposta