AGORAChuva forte causa estragos e fecha avenidas em Belo Horizonte acompanhe ao vivo
Gerais

Grupo criminoso envolvido em torturas e incêndios a ônibus é preso em Betim

  • Seis integrantes do grupo foram presos na operação

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) desarticulou uma associação criminosa envolvida com o tráfico de drogas, torturas e incêndios a ônibus em Betim, Região Metropolitana da capital. Ao todo, seis integrantes do grupo foram presos durante operação policial.

De acordo com as investigações, a cargo da 2ª Delegacia de Polícia Civil em Betim, a associação investigada estaria organizando “tribunais do crime”, como são conhecidas as ações ilegais de repressão conduzidas por grupos envolvidos com o tráfico de drogas.

Em janeiro de 2020, um homem de 21 anos foi sequestrado e levado para dentro de uma casa no aglomerado Villa Cemig, região do PTB, em Betim. Após ser amarrado pelos pés e pelas mãos, amordaçado e envolto em lençóis, cinco homens e quatro adolescentes, entre eles, uma garota de 17 anos, espancaram a vítima com barras de ferro e pedaços de pau.

“Por meio de videoconferência, a partir de sua cela, um integrante que se encontrava preso comandou toda a ação criminosa. A sessão de tortura durou cerca de três horas”, detalha o delegado Roberto Veran, que conduziu as investigações. Na ocasião, a vítima foi acusada pelo grupo de não pagar drogas que adquiriu com criminosos, dívida que seria punida com a morte.

Ordem de execução

Terminada a sessão de tortura, os suspeitos receberam a ordem para executarem a vítima, momento em que atearam fogo no quarto onde ela estava. A morte do homem foi impedida pela ação da Polícia Militar, que entrou na casa e o resgatou. Todos os agressores fugiram com a aproximação dos militares.

Incêndios

Em outubro de 2020, dois ônibus de transporte coletivo foram incendiados também na região do PTB. Os incêndios foram ordenados pela associação criminosa como represália a uma ação da Polícia Militar na região. Na ocasião, dois suspeitos de envolvimento com tráfico de drogas acabaram mortos durante o confronto. “Um dos coletivos, inclusive, foi incendiado em frente à casa onde a vítima da tortura morava”, pontua Veran.

Operação

Com as investigações em curso, a Polícia Civil, no dia 6 de novembro, cumpriu seis mandados de prisão e oito de busca e apreensão. Os presos têm idades entre 19 e 39 anos. Eles serão indiciados pelos crimes de associação criminosa, tortura, cárcere privado, roubo e corrupção de menores.

O chefe do 2º Departamento de Polícia Civil em Contagem, delegado César Augusto Monteiro, destaca a importância da operação. “Conseguimos, por meio de um trabalho investigativo altamente qualificado, prender um dos líderes do tráfico que aterrorizava a população e trazer, assim, segurança à região”, assinala.

8185 Publicações

Sobre
A Por Dentro de Minas é um portal que traz as principais notícias do Estado de Minas Gerais.
Artigos
Relacionados
Gerais

Polícia realiza ações de fiscalização contra preços abusivos em postos de combustíveis em BH

Polícia fez fiscalização em diversos postos de combustíveis da capital, após receber denúncias de preços abusivos
Gerais

Caminhão cai no Ribeirão Arrudas, na Região Oeste de Belo Horizonte

Há risco de inundação durante resgate, segundo Corpo de Bombeiros
Gerais

Polícia prende três suspeitos por tráfico e apreende drogas em Betim

Com suspeitos foram apreendidos cerca de 200 quilos de maconha, além de haxixe e cocaína