ELEIÇÕES 2020Veja os 15 nomes dos candidatos a Prefeito em Belo Horizonte saiba mais
Gerais

Especializações em TI: como ser um Data Protection Officer?

Por Dentro de Minas - Google News (pordentrodeminas - googlenews)

Com um número cada vez maior de dados sendo disponibilizados na internet, mais as empresas precisam ser responsáveis com eles. Por isso, elas precisam de um profissional responsável pelos dados – e como ser um Data Protection Officer?

Se essa é uma pergunta que você está fazendo agora, saiba que é o momento certo para fazê-la. Segundo Serasa Experian, 72% das companhias com mais de 100 funcionários pretendem contratar um DPO para LGPD.

Então, quem pode ser um DPO? Prossiga com a leitura e descubra informações relevantes sobre o cargo, como salário do DPO e certificações!

O que é um DPO (Data Protection Officer)?

“É de extrema importância para as empresas garantir a segurança dos dados de outras empresas e clientes. Mais do que um dever moral, é uma obrigação por lei.”

DPO (Data Protection Officer) se trata de um profissional na empresa encarregado de cuidar de todas as questões envolvendo proteção de dados. Sua função é auxiliar a empresa na adaptação dos processos para maior segurança das informações.

Por isso, ele atua tanto em empresas, quanto em órgãos públicos, bastando ela necessitar de um profissional para tratar e processar dados pessoais.

Para guiar sua função, o profissional segue as regras estabelecidas na legislação brasileira, que estabeleceu diretrizes de coleta, manuseio e armazenamento.

O que é a LGPD?

Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais se trata da legislação brasileira que aborda tudo relacionado à segurança dos dados no meio digital. Sancionada em agosto de 2018, e em vigor desde agosto de 2020, ela é um complemento brasileiro à GDPR.

A LGPD conta com regras rígidas sobre o que uma empresa pode ou não pode fazer quanto à coleta, armazenamento e manipulação dos dados. Se ela não cumprir as regras, sofre punições em forma de mais de uma multa.

Por isso, é importante que a companhia privada ou órgão público conte com um profissional capaz de lidar com isso.

O que faz um DPO para LGPD?

O DPO para LGPD se trata do profissional que, dentro da organização, mais entende sobre legislações de proteção aos dados no Brasil e no mundo. Ele trabalha com o departamento de TI para criar mecanismos que protejam esses dados.

Pela legislação, o papel do DPO é:

  • Aceitar comunicação por parte de seus titulares, assim como prestar esclarecimentos e adotar providências;
  • Lidar com comunicações por parte de Autoridade Nacional;
  • Orientar os colaboradores da empresa ou órgão público acerca das práticas a serem estabelecidas para proteção dos dados pessoais;
  • Pôr em prática as atribuições definidas por um controlador ou por normas complementares.

Quem pode ser um DPO?

Pode ser uma pessoa física ou jurídica, ou seja, o empregado da empresa ou uma prestadora de serviços. Quanto à qualificação profissional, há alguns detalhes que devem ser abordados em como ser um DPO.

Como ser um Data Protection Officer?

Para o profissional de DPO, é importante possuir bom conhecimento em leis e práticas do setor em que trabalhará. No seu trabalho, ele lidará com conceitos de infraestrutura, TI, gestão de processos e administração.

Por ser uma função nova, muitas empresas buscam um bom currículo na contratação. E o que confere um bom currículo? Uma certificação em Data Protection Officer!

Certificação em Data Protection Officer

Para obter o cargo de DPO, há algumas certificações importantes que você deve possuir:

  • Fundamentos em Segurança da Informação, baseado na norma ISO/IEC 27001;
  • Privacy & Data Protection Essentials (PDPE), que introduz o DPO nas demandas da LGPD;
  • Privacy & Data Protection Foundation (PDPF), que oferece uma visão analítica sobre o GDPR, trazendo um comparativo com a LGPD;
  • Privacy & Data Protection Practitioner, que se trata do nível mais avançado como DPO.

Para obter essas certificações, é importante contar com uma melhor qualificação, obtida através de curso para Data Protection Officer. Uma recomendação é o curso online PDPF!

Qual o perfil do DPO?

Quem pode ser DPO? Bem, o perfil do DPO é um profissional interdisciplinar que esteja a par da legislação brasileira e da internacional. Além disso, deve ter noção dos conceitos básicos de TI e conhecer profundamente sobre segurança da informação.

Por fim, deve saber se comunicar e ser transparente.

Quanto é o salário do DPO?

Não é fácil definir o salário do DPO, mas um iniciante/intermediário pode chegar a ganhar R$ 15.000/mês, enquanto um veterano chega a R$ 25.000/mês.

Segundo o Serasa Experian, cerca de 73% das empresas esperavam algum impacto muito significativo na atual infraestrutura de TI com a LGPD. Por isso que o DPO é um profissional tão cobiçado no mercado recente.

 

7933 Publicações

Sobre
A Por Dentro de Minas é um portal que traz as principais notícias do Estado de Minas Gerais.
Artigos
Relacionados
Gerais

Duas pessoas ficam feridas em acidente com van na BR-251, em Salinas

Vítima foram encaminhadas para o hospital
Gerais

Polícia prende suspeito de matar colega de alojamento em Itabirito

Suspeito e vítima prestavam serviço para uma empresa e estavam morando na mesma acomodação
Gerais

Grupo criminoso envolvido em torturas e incêndios a ônibus é preso em Betim

Seis integrantes do grupo foram presos na operação

Deixe uma resposta