AGORAChuva forte causa estragos e fecha avenidas em Belo Horizonte acompanhe ao vivo
Gerais

Especializações em TI: como ser um Data Protection Officer?

Com um número cada vez maior de dados sendo disponibilizados na internet, mais as empresas precisam ser responsáveis com eles. Por isso, elas precisam de um profissional responsável pelos dados – e como ser um Data Protection Officer?

Se essa é uma pergunta que você está fazendo agora, saiba que é o momento certo para fazê-la. Segundo Serasa Experian, 72% das companhias com mais de 100 funcionários pretendem contratar um DPO para LGPD.

Então, quem pode ser um DPO? Prossiga com a leitura e descubra informações relevantes sobre o cargo, como salário do DPO e certificações!

O que é um DPO (Data Protection Officer)?

“É de extrema importância para as empresas garantir a segurança dos dados de outras empresas e clientes. Mais do que um dever moral, é uma obrigação por lei.”

DPO (Data Protection Officer) se trata de um profissional na empresa encarregado de cuidar de todas as questões envolvendo proteção de dados. Sua função é auxiliar a empresa na adaptação dos processos para maior segurança das informações.

Por isso, ele atua tanto em empresas, quanto em órgãos públicos, bastando ela necessitar de um profissional para tratar e processar dados pessoais.

Para guiar sua função, o profissional segue as regras estabelecidas na legislação brasileira, que estabeleceu diretrizes de coleta, manuseio e armazenamento.

O que é a LGPD?

Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais se trata da legislação brasileira que aborda tudo relacionado à segurança dos dados no meio digital. Sancionada em agosto de 2018, e em vigor desde agosto de 2020, ela é um complemento brasileiro à GDPR.

A LGPD conta com regras rígidas sobre o que uma empresa pode ou não pode fazer quanto à coleta, armazenamento e manipulação dos dados. Se ela não cumprir as regras, sofre punições em forma de mais de uma multa.

Por isso, é importante que a companhia privada ou órgão público conte com um profissional capaz de lidar com isso.

O que faz um DPO para LGPD?

O DPO para LGPD se trata do profissional que, dentro da organização, mais entende sobre legislações de proteção aos dados no Brasil e no mundo. Ele trabalha com o departamento de TI para criar mecanismos que protejam esses dados.

Pela legislação, o papel do DPO é:

  • Aceitar comunicação por parte de seus titulares, assim como prestar esclarecimentos e adotar providências;
  • Lidar com comunicações por parte de Autoridade Nacional;
  • Orientar os colaboradores da empresa ou órgão público acerca das práticas a serem estabelecidas para proteção dos dados pessoais;
  • Pôr em prática as atribuições definidas por um controlador ou por normas complementares.

Quem pode ser um DPO?

Pode ser uma pessoa física ou jurídica, ou seja, o empregado da empresa ou uma prestadora de serviços. Quanto à qualificação profissional, há alguns detalhes que devem ser abordados em como ser um DPO.

Como ser um Data Protection Officer?

Para o profissional de DPO, é importante possuir bom conhecimento em leis e práticas do setor em que trabalhará. No seu trabalho, ele lidará com conceitos de infraestrutura, TI, gestão de processos e administração.

Por ser uma função nova, muitas empresas buscam um bom currículo na contratação. E o que confere um bom currículo? Uma certificação em Data Protection Officer!

Certificação em Data Protection Officer

Para obter o cargo de DPO, há algumas certificações importantes que você deve possuir:

  • Fundamentos em Segurança da Informação, baseado na norma ISO/IEC 27001;
  • Privacy & Data Protection Essentials (PDPE), que introduz o DPO nas demandas da LGPD;
  • Privacy & Data Protection Foundation (PDPF), que oferece uma visão analítica sobre o GDPR, trazendo um comparativo com a LGPD;
  • Privacy & Data Protection Practitioner, que se trata do nível mais avançado como DPO.

Para obter essas certificações, é importante contar com uma melhor qualificação, obtida através de curso para Data Protection Officer. Uma recomendação é o curso online PDPF!

Qual o perfil do DPO?

Quem pode ser DPO? Bem, o perfil do DPO é um profissional interdisciplinar que esteja a par da legislação brasileira e da internacional. Além disso, deve ter noção dos conceitos básicos de TI e conhecer profundamente sobre segurança da informação.

Por fim, deve saber se comunicar e ser transparente.

Quanto é o salário do DPO?

Não é fácil definir o salário do DPO, mas um iniciante/intermediário pode chegar a ganhar R$ 15.000/mês, enquanto um veterano chega a R$ 25.000/mês.

Segundo o Serasa Experian, cerca de 73% das empresas esperavam algum impacto muito significativo na atual infraestrutura de TI com a LGPD. Por isso que o DPO é um profissional tão cobiçado no mercado recente.

 

8173 Publicações

Sobre
A Por Dentro de Minas é um portal que traz as principais notícias do Estado de Minas Gerais.
Artigos
Relacionados
Gerais

Operação combate o tráfico em praças e às margens da linha férrea em Juiz de Fora

Operação “Ponta da Linha” visando reprimir o crime de tráfico e o uso e o consumo de drogas às margens da linha férrea
Gerais

Suspeito é preso transportando drogas em Guaxupé

Condutor do automotor foi reconhecido pelo delegado Marcos Roberto Piedade
Gerais

Noções básicas de investimento empresarial em criptomoeda

Ganhos nas bolsas de criptomoedas, corretoras de Forex