Gerais

Polícia Civil conclui inquérito de estupro de vulnerável em Betim

Polícia Civil conclui inquérito de estupro de vulnerável em Betim - Foto: Divulgação/Polícia Civil
  • Homem encontra preso e foi indiciado por estupro de vulnerável

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) concluiu investigação referente a abuso sexual contra uma menina de 4 anos. O crime ocorreu em agosto deste ano, na cidade de Betim, Região Metropolitana da capital, e o suspeito é o padrasto da vítima, um homem de 40 anos. Ele se encontra preso e foi indiciado por estupro de vulnerável.

Segundo apurado, o suspeito acreditava que era pai biológico da criança e, somente neste ano, ficou sabendo que não era. No entanto, o homem passava muito tempo com a menina devido ao laço criado entre eles. Em uma dessas situações, no dia 21 de agosto, quando ele foi passar o final de semana com a criança, o suspeito teria cometido o crime.

A delegada Ariadne Elloise conta que, no dia 23 de agosto, a vítima teria relatado à mãe e ex-companheira do investigado o ocorrido. Imediatamente, ele confessou o crime e ainda assumiu já ter abusado de outra enteada, à época com 9 anos de idade. “No dia 24 de agosto, o suspeito deixou uma carta para a família dele, em Sarzedo, assumindo novamente o abuso sexual e informando que o melhor para todos seria o suicídio dele. A família inclusive registrou o desaparecimento, já que ele deixou os dois aparelhos celulares em casa, dinheiro e documentos de identificação”, detalha.

Com as investigações realizadas pela PCMG, a outra enteada, que tinha 9 anos à época, foi identificada e, hoje, com 14 anos, confirmou que sofria abusos e ameaças desde os 5 anos de idade. A adolescente é filha da atual companheira do suspeito, com quem ele tem um filho recém-nascido.

A partir disso, o indivíduo teve sua prisão preventiva decretada no dia 28 de agosto e, desde então, foram realizadas as buscas pelo suspeito, inclusive no interior de Minas, onde ele tinha parentes e familiares. “Exatamente um mês após o seu desaparecimento, no dia 24 de setembro, ele foi abordado pela Polícia Rodoviária Federal na BR-040, em Nova Lima, enquanto mendigava. Ele não tinha nenhum documento, mas se identificou para os policiais, que constataram o mandado de prisão em aberto e o levaram para a Delegacia de Plantão”, explica a delegada.

Ainda de acordo com Ariadne Elloise, durante as investigações, na delegacia, o suspeito confessou os abusos contra as duas vítimas. “Mostrou-se arrependido, sentindo-se culpado. Segundo ele, desde que desapareceu, passou a viver em situação de rua, na região de Casa Branca, em Brumadinho, e que ele também chegou a tentar suicídio, porém não obteve êxito”, complementa.

O suspeito encontra-se no Sistema Prisional e está à disposição da Justiça.

8101 Publicações

Sobre
A Por Dentro de Minas é um portal que traz as principais notícias do Estado de Minas Gerais.
Artigos
Relacionados
Gerais

Polícia localiza mais de meia tonelada de droga em fundo falso de caminhão em BH

Homem responsável pela guarda do veículo, foi preso em flagrante
Gerais

Homem é suspeito de assassinar a própria mãe em Cataguases

Suspeito, filho da vítima assassinada, encontra-se internado no Hospital de Cataguases
Gerais

Polícia Civil apreende 35 aves silvestres em casa da zona rural em Itatiaiuçu

Apreensão foi descoberta após denúncia anônima de que havia manutenção ilegal e possível comercialização de animais silvestres

Deixe uma resposta