ELEIÇÕES 2020Veja os 15 nomes dos candidatos a Prefeito em Belo Horizonte saiba mais
Gerais

Polícia Civil conclui inquérito de estupro de vulnerável em Betim

Polícia Civil conclui inquérito de estupro de vulnerável em Betim - Foto: Divulgação/Polícia Civil
Por Dentro de Minas - Google News (pordentrodeminas - googlenews)
  • Homem encontra preso e foi indiciado por estupro de vulnerável

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) concluiu investigação referente a abuso sexual contra uma menina de 4 anos. O crime ocorreu em agosto deste ano, na cidade de Betim, Região Metropolitana da capital, e o suspeito é o padrasto da vítima, um homem de 40 anos. Ele se encontra preso e foi indiciado por estupro de vulnerável.

Segundo apurado, o suspeito acreditava que era pai biológico da criança e, somente neste ano, ficou sabendo que não era. No entanto, o homem passava muito tempo com a menina devido ao laço criado entre eles. Em uma dessas situações, no dia 21 de agosto, quando ele foi passar o final de semana com a criança, o suspeito teria cometido o crime.

A delegada Ariadne Elloise conta que, no dia 23 de agosto, a vítima teria relatado à mãe e ex-companheira do investigado o ocorrido. Imediatamente, ele confessou o crime e ainda assumiu já ter abusado de outra enteada, à época com 9 anos de idade. “No dia 24 de agosto, o suspeito deixou uma carta para a família dele, em Sarzedo, assumindo novamente o abuso sexual e informando que o melhor para todos seria o suicídio dele. A família inclusive registrou o desaparecimento, já que ele deixou os dois aparelhos celulares em casa, dinheiro e documentos de identificação”, detalha.

Com as investigações realizadas pela PCMG, a outra enteada, que tinha 9 anos à época, foi identificada e, hoje, com 14 anos, confirmou que sofria abusos e ameaças desde os 5 anos de idade. A adolescente é filha da atual companheira do suspeito, com quem ele tem um filho recém-nascido.

A partir disso, o indivíduo teve sua prisão preventiva decretada no dia 28 de agosto e, desde então, foram realizadas as buscas pelo suspeito, inclusive no interior de Minas, onde ele tinha parentes e familiares. “Exatamente um mês após o seu desaparecimento, no dia 24 de setembro, ele foi abordado pela Polícia Rodoviária Federal na BR-040, em Nova Lima, enquanto mendigava. Ele não tinha nenhum documento, mas se identificou para os policiais, que constataram o mandado de prisão em aberto e o levaram para a Delegacia de Plantão”, explica a delegada.

Ainda de acordo com Ariadne Elloise, durante as investigações, na delegacia, o suspeito confessou os abusos contra as duas vítimas. “Mostrou-se arrependido, sentindo-se culpado. Segundo ele, desde que desapareceu, passou a viver em situação de rua, na região de Casa Branca, em Brumadinho, e que ele também chegou a tentar suicídio, porém não obteve êxito”, complementa.

O suspeito encontra-se no Sistema Prisional e está à disposição da Justiça.

7891 Publicações

Sobre
A Por Dentro de Minas é um portal que traz as principais notícias do Estado de Minas Gerais.
Artigos
Relacionados
Gerais

Desabamento atinge outras cinco casas no bairro São Jorge III, em BH; assista ao vídeo

Ninguém ficou ferido no desabamento
Gerais

Três pessoas morrem em acidente na BR-040 em Paracatu

Dois caminhão teria batido de frente, segundo a PRF
Gerais

Polícia prende suspeita de tráfico e apreende 1,5 quilo de cocaína em Montes Claros

Trabalho investigativo durou cerca de vinte dias

Deixe uma resposta