ELEIÇÕES 2020Veja os 15 nomes dos candidatos a Prefeito em Belo Horizonte saiba mais
Gerais

Homem mata a irmã grávida e faz sobrinhos reféns pela janela em Igarapé

Homem mata a irmã grávida e faz sobrinhos reféns pela janela em Igarapé - Foto: Igarapé Online
Homem mata a irmã grávida e faz sobrinhos reféns pela janela em Igarapé - Foto: Igarapé Online
Por Dentro de Minas - Google News (pordentrodeminas - googlenews)
  • Homem já tem passagens pela polícia pelos crimes de desobediência, ameaça e uso e consumo de drogas

A Polícia Militar (PM) prendeu um homem após esfaquear e matar a própria irmã, que estava grávida de quatro mês em Igarapé, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, durante a tarde desta quarta-feira (14).

Segundo a PM, o homem identificado com D.R.P.M., de 27 anos, fez os dois sobrinhos, filhos da vítima, reféns, após esfaquear a irmã, D.K.M.C.S., de 29 anos, mãe das crianças. Ela foi socorrida socorrida pelo pai e levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade, mas chegou morta ao local.

O homem fez os dois sobrinhos reféns, sendo um menino de quatro anos foi liberado primeiro, e às 16h, uma menina foi solta. O homem se entregou e foi preso pelos policiais.

A polícia informou que o homem estava sob efeito de drogas e não conseguiu dizer a motivação para o crime. Ele recebeu atendimento médico e depois foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Betim. O suspeito já tem passagem pelos crimes de desobediência, ameaça e uso e consumo de drogas.

448 Publicações

Sobre
Editora do Por Dentro de Minas responsável pela sessão de notícias Gerais.
Artigos
Relacionados
Gerais

Polícia Civil investiga vereador por importunação sexual em Varginha

Vereador estaria espionando mulheres enquanto trocavam de roupa, em um banheiro do Caic
Gerais

Inmet emite alerta e solicita atenção redobrada em barragens de MG

Período de chuvas intensas pode causar danos e provocar acidentes
Gerais

Pandemia causa atrasos nas obras de recuperação de Mariana

Atualmente, obras contam com um terço da força de trabalho prevista

Deixe uma resposta