Gerais

Homem mata a irmã grávida e faz sobrinhos reféns pela janela em Igarapé

Homem mata a irmã grávida e faz sobrinhos reféns pela janela em Igarapé - Foto: Igarapé Online
Homem mata a irmã grávida e faz sobrinhos reféns pela janela em Igarapé - Foto: Igarapé Online
  • Homem já tem passagens pela polícia pelos crimes de desobediência, ameaça e uso e consumo de drogas

A Polícia Militar (PM) prendeu um homem após esfaquear e matar a própria irmã, que estava grávida de quatro mês em Igarapé, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, durante a tarde desta quarta-feira (14).

Segundo a PM, o homem identificado com D.R.P.M., de 27 anos, fez os dois sobrinhos, filhos da vítima, reféns, após esfaquear a irmã, D.K.M.C.S., de 29 anos, mãe das crianças. Ela foi socorrida socorrida pelo pai e levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade, mas chegou morta ao local.

O homem fez os dois sobrinhos reféns, sendo um menino de quatro anos foi liberado primeiro, e às 16h, uma menina foi solta. O homem se entregou e foi preso pelos policiais.

A polícia informou que o homem estava sob efeito de drogas e não conseguiu dizer a motivação para o crime. Ele recebeu atendimento médico e depois foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Betim. O suspeito já tem passagem pelos crimes de desobediência, ameaça e uso e consumo de drogas.

470 Publicações

Sobre
Editora do Por Dentro de Minas responsável pela sessão de notícias Gerais.
Artigos
Relacionados
Gerais

Polícia indicia mãe após morte do filho com paralisia cerebral em BH

Mulher foi presa em flagrante pelo crime de abandono de incapaz com resultado morte
Gerais

UFMG instala bebedouros com sensores infravermelho para evitar infecções por Covid-19 e outras doenças

Muriel Ornela, CEO da Beloar, posa ao lado do seu produto – Foto: Heberton Lopes. Após iniciar a instalação na Cidade Administrativa…
Gerais

PBH abre cadastro para contratar cerca de 500 enfermeiros para a Campanha de Vacinação contra a Covid-19

Profissionais devem atuar com os servidores responsáveis pela imunização no município

Deixe uma resposta